SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue1EFFECT OF LIGNIN CONTENT OF Eucalyptus globulus Labill. WOOD IN KRAFT PULPING PERFORMANCEBLEACHING EUCALYPT PULPS WITH SHORT SEQUENCES author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

  • text new page (beta)
  • Portuguese (pdf)
  • Article in xml format
  • How to cite this article
  • SciELO Analytics
  • Curriculum ScienTI
  • Automatic translation

Indicators

Related links

Share


Ciência Florestal

Print version ISSN 0103-9954On-line version ISSN 1980-5098

Ciênc. Florest. vol.21 no.1 Santa Maria Jan./Mar. 2011

http://dx.doi.org/10.5902/198050982757 

Artigo

UTILIZAÇÃO DE RESÍDUOS DA MADEIRA DE CANDEIA (Eremanthus erythropappus (DC.) Macleish) NA PRODUÇÃO DE PAINÉIS AGLOMERADOS COM ADIÇÃO DE PET

UTILIZATION OF CANDEIA (Eremanthus erythropappus (DC.) Macleish) WOOD RESIDUES IN THE PRODUCTION OF PARTICLEBOAD WITH ADDITION OF PET

Rosimeire Cavalcante dos Santos1 

Lourival Marin Mendes2 

Angélica de Cássia Oliveira Carneiro3 

Fábio Akira Mori4 

Renato Vinícius Oliveira Castro5 

Rafael Farinassi Mendes6 

1. Engenheira Florestal, Drª , Pesquisadora do Departamento de Ciências Florestais, Universidade Federal de Viçosa, CEP 36570-000, Viçosa (MG). meire_caico@yahoo.com.br

2. Engenheiro Florestal Dr., Professor do Departamento de Ciências Florestais - Universidade Federal de Lavras, Caixa Postal 3037, CEP 37200-000, Lavras (MG). lourival@ufla.br

3. Engenheira Florestal, Drª, Professora do Departamento de Ciências Florestais, Universidade Federal de Viçosa, CEP 36570-000, Viçosa (MG). cassiacarneiro@ufv.br

4. Engenheiro florestal, Dr., Professor do Departamento de Ciências Florestais, Universidade Federal de Viçosa, CEP 36570-000, Viçosa (MG). morif@ufla.br

5. Engenheiro Florestal, Mestrando em Ciências Florestais, Universidade Federal de Viçosa, CEP 36570-000, Viçosa (MG).castrorvo@ymail.com

6. Engenheiro Florestal, Doutorando em Ciência e Tecnologia da Madeira, Universidade Federal de Lavras, CEP 37200-000, Lavras (MG). rafaelfarinassi@gmail.com


RESUMO

Este trabalho objetivou analisar, por meio das propriedades físicas e mecânicas, a viabilidade da produção de painéis a partir da incorporação do resíduo da madeira de candeia (Eremanthus erythropappus) e a influência das diferentes porcentagens de plástico tipo PET (polietileno tereftalato), como também da presença e ausência de parafina sobre as propriedades dos painéis aglomerados. Foram utilizados resíduos da madeira de candeia, após a extração do óleo, em associação à madeira de eucalipto, na proporção de 25:75, e adesivo uréia-formaldeído (12%) para a produção dos painéis; além da incorporação de PET na forma de partículas originadas de envases de refrigerantes em três porcentagens de incorporação (0%, 25% e 50%) em tratamentos na presença (1%) e ausência de emulsão de parafina. O ciclo de prensagem dos painéis ocorreu sob aquecimento elétrico a temperatura de 160oC; pressão de 0,4MPa e tempo de 8 minutos. O experimento foi instalado em um delineamento inteiramente casualizado com três repetições. As propriedades avaliadas, segundo as normas DIN (1971), ASTM D 1037-93 (1995) e CS 236-66 (1968), foram: ligação interna; flexão estática (módulo de elasticidade - MOE e módulo de ruptura - MOR); compressão paralela à superfície das chapas; absorção de água e inchamento em espessura, após 2 e 24 horas de imersão. As propriedades mecânicas dos painéis foram reduzidas com o aumento dos níveis de incorporações de PET; a adição de parafina não promoveu, de modo geral, ganhos de resistência e redução de higroscopicidade dos painéis madeira-plástico; é viável a utilização do resíduo da madeira de candeia, em associação à madeira de eucalipto, na confecção dos painéis madeira-plástico, pois as propriedades atenderam às exigências mínimas das normas, exceto para o teste de flexão estática.

Palavras-chave: resíduo de madeira; uréia-formaldeído; painéis aglomerados

ABSTRACT

This work aimed to evaluate, through the physical and mechanical properties, the panels production viability with inclusion of candeia (Eremanthus erythropappus) wood residues and the influence of different percentages of PET (polyethylene terephthalate), as well as the presence and absence of paraffin on the properties of particleboard. There were used candeia wood residues, after oil extraction, in association with eucalypt wood in the proportion of 25:75 and urea-formaldehyde adhesive (12%) for panels production; besides the PET incorporation in particle form, which were originated from soft drink bottles and included in three percentages (0%, 25% e 50%) in treatments in the presence (1%) and absence of paraffin emulsion. The panels pressing cycle occurred under electric heating at 160°C, 0.4 MPa of pressure, during 8 minutes. The experimental design was entirely randomized with three repetitions. The properties evaluated, according to DIN (1971), ASTM D 1037-93 (1995) and CS 236-66 (1968) standards, were: internal bonding; static bending (modulus of elasticity - MOE and rupture - MOR); compression parallel to the panel surface; water absorption and thickness swelling, after 2 and 24 hours water soaking. The panel mechanical properties decreased with increasing in PET level; in general, paraffin addition did not improve the wood/plastic panels resistance and higroscopicity; the utilization of candeia wood residues is viable, in association with eucalypt wood, for the wood/plastic panel production, since the properties attended the minimum demands of the standards, except static bending.

Keywords: wood residue; urea-formaldehyde; particleboard

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

AMERICAN SOCIETY FOR TESTING AND MATERIALS. ASTM D 1037- 93. Standard test methods for evaluating properties of wood-base fiber and particle panels. Philadelphia, 1995. v. 04. (Annual Book of ASTM Standards). [ Links ]

BATISTA, D. C. et al. Fabricação de aglomerados de três camadas com madeira de Pinus elliottii Engelm. e casca de Eucalyptus pellita Muell. Cerne, Lavras, v. 13, n. 2, p.178-187, 2007. [ Links ]

BRANDT, C. W.; FRIDLEY, K. J. Effect of load rate on flexural properties of wood-plastic composites. Wood and Fiber Science, Madison, v.35, n.1, p.135-147, 2003. [ Links ]

COMMERCIAL STANDARD. CS 236-66. Mat formed wood particleboard. (s.i.), 1968. [ Links ]

FALK, R. H.; VOS, D.; CRAMER, S. M. The comparative performance of woodfiber-plastic and wood-based panels. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON WOODFIBER-PLASTIC COMPOSITES, 5., 1999. Madison. Anais… Madison, 1999. v. 4, p. 269 - 274. [ Links ]

GERMAN STANDARDS COMMITTEE. DIN68761 - 1971. Specifications for particleboard. Holz, 1971. [ Links ]

HARPER, C. A. Handbook of plastics, elastomers and composites. 3 ed. New York : McGraw-Hill,1996. 677p. [ Links ]

MACIEL, A. S. Chapas de partículas aglomeradas de madeira de Pinus elliottii ou Eucalyptus grandis, em mistura com poliestireno e polietileno tereftalato. 2001. 115f. Tese (Doutorado em Ciências Florestais) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2001. [ Links ]

MALONEY, T. M. The family of wood composite materials. Forest Products Journal, Madison, v.46, n. 2, p. 19-26, 1996. [ Links ]

VITAL, B.R. Métodos de determinação da densidade da madeira. Viçosa-MG: SIF, 1984.21p. (Boletim Técnico, 2). [ Links ]

Creative Commons License Este é um artigo publicado em acesso aberto sob uma licença Creative Commons