SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número3LIGNIFICAÇÃO EM CALO DE Eucalyptus grandis W. Hill ex MaidenGERMINAÇÃO DE SEMENTES E EMERGÊNCIA DE PLÂNTULAS DE Anadenanthera colubrina (Vell.) Brenan var. cebil (Griseb.) Altschut, FABACEAE, ESTABELECIDA EM FRAGMENTOS FLORESTAIS DO CERRADO, MG índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Florestal

versão impressa ISSN 0103-9954versão On-line ISSN 1980-5098

Ciênc. Florest. vol.23 no.3 Santa Maria jul./set. 2013

https://doi.org/10.5902/1980509810540 

Artigos

ALTERAÇÕES NA ARQUITETURA TÍPICA DE Tipuana tipu (Benth.) O. Kuntze NA ARBORIZAÇÃO DE RUAS DE CURITIBA, PARANÁ

CHANGES IN THE TYPICAL ARCHITECTURE OF Tipuana tipu (Benth.) O. Kuntze ON STREET TREES OF CURITIBA, PARANÁ

Rogério Bobrowski1 

Everaldo Marques de Lima Neto2 

Daniela Biondi3 

1Engenheiro Florestal, MSc., Doutorando em Engenharia Florestal pela Universidade Federal do Paraná, Departamento de Pesquisa e Monitoramento, CEP 80000-00, Curitiba (PR). bobrowski_roger@yahoo.com.br

2Engenheiro Florestal, MSc., Doutorando em Engenharia Florestal pela Universidade Federal do Paraná, Professor Assistente do Departamento de Engenharia Florestal, Universidade Estatual de Roraima, CEP 69373-970, Rorainópolis (RR). netofloresta@yahoo.com.br

3Engenheira Florestal, Dra., Professora Associada do Departamento de Ciências Florestais, Universidade Federal do Paraná, CEP 80210-170, Curitiba (PR). dbiondi@ufpr.br


RESUMO

A estrutura e os equipamentos urbanos podem restringir o correto desenvolvimento das árvores e de sua arquitetura típica. A Tipuana tipu (Benth.) O. Kuntze (tipuana) tem sido podada de forma contínua por ser uma espécie de grande porte e por estar entre as mais plantadas na cidade de Curitiba. Por conta disso, o presente trabalho teve por objetivo avaliar a alteração da arquitetura típica de Tipuana tipu na arborização de ruas de Curitiba, por meio de delineamento inteiramente casualizado contendo uma parcela testemunha composta por 6 árvores, um tratamento com 6 árvores sob fiação e outro com 6 árvores em ruas livres de fiação. A partir de fotografias horizontais das árvores foram obtidas variáveis dendrométricas, tendo por base uma escala métrica acoplada à altura do DAP. Assim, foram calculados índices morfométricos para descrever relações interdimensionais para a espécie, em árvores sem poda (testemunha) e em árvores podadas (tratamentos). Os resultados demonstraram que as podas de elevação alteram a arquitetura típica da tipuana modificando seu contorno e sua forma, além de prejudicar seu efeito estético. Os índices que podem expressar as alterações, de forma significativa (p<0,05), foram: índice de abrangência, índice de saliência, ângulo de copa, proporção de copa e relação HR/HP.

Palavras-chave: práticas silviculturais; podas; copas; manejo de árvores urbanas

ABSTRACT

The urban structure and equipments can restrict the correct development of trees and its typical architecture. Tipuana tipu (Benth.) O. Kuntze (rosewood) has been pruned continuously for being a species of large size and for being the most planted tree in the city of Curitiba. Because of that, this work aimed to assess the changes in the typical architecture of Tipuana tipu on street trees of Curitiba through completely randomized design containing a check plot composed by 6 trees and a treatment with 6 trees under utility lines and another with 6 trees in streets without utility lines. From horizontal photographs of trees there were obtained dendrometric variables based on a metric scale attached at DBH. Thus, the morphometric indexes were calculated to describe dimensional relationships for the species on trees without pruning (check plot) and on pruned trees (treatments). The results showed that raising pruning change typical architecture of rosewood modifying its outline and its form, in addition to harm its aesthetic effect. The indexes that can express changes significantly (p<0.05), were: range index, salience index, crown angle, crown proportion and relation RH/PH.

Keywords: forestry practices; pruning; canopies; management of urban trees

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ALBERS, J. S.; POKORNY, J. D.; JOHNSON, G. R. How to dectect and assess hazardous defects in trees. In: POKORNY, J. D. (Coord.). Urban tree risk management: a community guide to program design and implementation. St. Paul: USDA, Forest Service, Northeastern Area, Staty and Private Forestry, 2003. chap. 3, p. 41-116. (Technical Paper, NA-TP-03-03). [ Links ]

BIONDI, D.; ALTHAUS, M. Árvores de rua de Curitiba: cultivo e manejo. Curitiba: FUPEF, 2005. [ Links ]

BOBROWSKI, R. Estrutura e dinâmica da arborização de ruas de Curitiba, Paraná, no período 1984. 2010. 144f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2011. [ Links ]

DURLO, M. A.; DENARDI, L. Morfometria de Cabralea canjerana, em mata secundária nativa do Rio Grande do Sul. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 08, n. 01, p. 55-66. 1998. [ Links ]

DURLO, M. A.; SUTILI, F. A.; DENARDI, L. Modelagem da copa de Cedrela fissilis Vellozo. Ciência Florestal , Santa Maria, v. 14, n. 2, p. 79- 89. 2004. [ Links ]

GILMAN, E. F.; LILLY, S. J. Best Management Practices: Tree Pruning. Champaign: ISA, 2002. 35p. [ Links ]

HARRIS, R. W. Arboriculture: integrated management of landscape trees, shrubs and vines. 2nd ed. New Jersey: Prentice Hall, 1992. [ Links ]

IPPUC. Curitiba em Dados. Curitiba: IPPUC, jun. 2010. Disponível em: <Disponível em: http://www.ippuc.org.br/informando/curitibaemdados.htm >. Acesso em 25 de junho de 2010. [ Links ]

JAMES, K. Dynamic loading of trees. Journal of Arboriculture, Champaign, v. 29, n. 03, p. 165- 171, 2003. [ Links ]

LORENZI, H. Árvores exóticas no Brasil: madeira, ornamentais e aromáticas. Nova Odessa: Plantarum, 2003. 382 p. [ Links ]

ORELLANA, E.; KOEHLER, A. B. Relações morfométricas de Ocotea odorifera (Vell.) Rohwer. Revista Acadêmica de Ciências Agrárias e Ambientais, Curitiba, v. 6, n. 2, p. 229-237, 2008. [ Links ]

ORZEL, S. A comparative analysis of slenderness of the main tree species of the Niepolomice Forest. Eletronic Journal of Polish Agricultural Universities, Cracow, v. 10, n. 02, 2007. Disponível em: <Disponível em: http://www.ejpau.media.pl/volume10/issue2/art-13.html >. Acesso em: 14/10/2010. [ Links ]

PAVLIS, M. et al. The effects of pruning on drag and bending moment of shade trees. Arboriculture and Urban Forestry, Champaign, v. 34, n. 04, p.207- 215, 2008. [ Links ]

ROMAN, M.; BRESSAN, D. A.; DURLO, M. A. Variáveis morfométricas e relações interdimensionais para Cordia trichotoma (Vell.) Arráb. ex Steud. Ciência Florestal , Santa Maria, v. 19, n. 4, p. 473-480. 2009. [ Links ]

SCHUMACHER, M. V.; POGGIAN, F. Caracterização microclimática no interior dos talhões de Eucalyptus camaldulensis Dehnh, Eucalyptus grandis Hill ex Maiden e Eucalyptus torelliana F. Muell, localizados em Anhembi, SP. Ciência Florestal , Santa Maria, v. 03, n. 1, p. 09- 20. 1993. [ Links ]

SEITZ, R. A. A Poda de Árvores Urbanas. Piracicaba: IPEF. 1996. p. 27. [Curso em Treinamento sobre Poda em Espécies Arbóreas Florestais e de Arborização Urbana, 1] [ Links ]

SELLE, G. L.; VUADEN, E. Crescimento de seis espécies nativas na região central do estado do Rio Grande do Sul. Ambiência, Guarapuava, v. 06, n. 01, p. 169-192. 2010. [ Links ]

TONINI, H.; ARCO-VERDE, M. F. Morfologia da copa para avaliar o espaço vital de quatro espécies nativas da Amazônia. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 40, n. 7, p. 633-638, 2005. [ Links ]

Creative Commons License Este é um artigo publicado em acesso aberto sob uma licença Creative Commons