SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.8 issue2MODELS AND MODELIZATIONS IN EDUCATION: A STUDY OF THE ALIMENTARY CHAINANOTHER UNDERSTANDING ABOUT ELEMENTARY TEACHER'S ROLE IN KIDS' DEVELOPMENT AND LEARNING OF SCIENCE author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências (Belo Horizonte)

Print version ISSN 1415-2150On-line version ISSN 1983-2117

Ens. Pesqui. Educ. Ciênc. (Belo Horizonte) vol.8 no.2 Belo Horizonte July/Dec. 2006

http://dx.doi.org/10.1590/1983-21172006080206 

Artigos

PERSPECTIVA PÓS-MODERNA E INTERDISCIPLINARIDADE EDUCATIVA: PENSAMENTO COMPLEXO E RECONCILIAÇÃO INTEGRATIVA1

Post-modernity and educative interdisciplinary: complex thought and integrative reconciliation

Irinéa de Lourdes Batista1 

Rosana Figueiredo Salvi2 

1Professora Adjunta do Departamento de Física da Universidade Estadual de Londrina - UEL, Londrina,PR/BR

2Professora Adjunta do Departamento de Geociências da Universidade Estadual de Londrina - UEL,Londrina,PR/BR

Resumo:

O mundo contemporâneo está passando por processos de transformação muito rápidos e profundos. Um dos aspectos mais interessantes nesse novo período é a aceitação de que teorias, conceitos, modelos e soluções anteriormente considerados suficientes na resolução de problemas científicos e sociais passam por um crivo crítico e se dão como alvo de questionamentos, o que nos leva a pensar que o que está realmente em crise é o modelo de civilização no seu todo, ou seja, o paradigma da Modernidade. O princípio de complexidade estabelece-se como desafio e motivação para pensar e o princípio da fragmentação como uma redução mutilante do pensamento. A aceitação de tais argumentos nos remete à interdisciplinaridade no ensino como uma prática possível de ser implementada e um caminho metodológico que dão origem a um diálogo entre saberes, ressaltando o caráter de integrar conhecimentos que se dão em separado. Propomos que tal concepção proporciona um processo de reconciliação integrativa capaz de preparar o aluno para a interpretação e ação de/em sua realidade.

Palavras-chave: Pós-modernidade; pensamento complexo; interdisciplinaridade; ensino-aprendizagem; reconciliação integrativa.

Abstract:

The contemporary world is undergoing by fast and deep transformations. One of the most interesting aspects in this new period it is the acceptance that theories, concepts, models and solutions previously considered enough in the resolution of scientific and social problems are under a critical exam. They become object of inquiries and bring us to think over what is really in crisis is the civilization model; in other words, the paradigm of the Modernity. The complexity principle establishes itself as challenge and motivation to think about it and the fragmentation principle becomes reduction mutilate of the thought. The acceptance of such arguments leads us to the interdisciplinarity in the teaching as a possible practice to be implemented and a methodological way which creates a dialogue among disciplinary knowledges, with an intrinsic integrate quality in this process. We propose that such conception provide an integrative reconciliation capable to prepare the students for interpretations and actions in the real world.

Keywords: Post-modernity; complex thought; interdisciplinary; teaching-learning; integrative reconciliation.

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

REFERENCES

AUSUBEL, D. P., Novak, J. D. e Hanesian, H. (1978), Educational Psychology - a cognitive view. New York, Holt, Rinehart and Winston, 2aed. [ Links ]

AUSUBEL, D. P., Novak, J. D.e Hanesian, H. (1980), Psicologia Educacional. Rio de Janeiro, Interamericana. [ Links ]

BATISTA, I. L. (1993) A Concepção Física de Espaço e o Ensino da Mecânica. Dissertação de Mestrado. São Paulo, IFUsP/USP. [ Links ]

FOUREZ, G. (1997), Alfabetización científica y tecnológica: acerca de lãs finalidades de la enseñanza de las ciências. Buenos Aires: Ediciones Colihue. [ Links ]

LAUDAN, L. (1977) Progress and its problems. London, University of California Press. [ Links ]

MARTIN, R. (1996), Teoria Econômica e Geografia Humana. Apud Gregory, D., Martin, R., Smith, G. Geografia Humana: sociedade, espaço e ciência social. São Paulo: Jorge Zahar Editor. [ Links ]

MOREIRA, M. A. e Masini, E. F. S. (1982) Aprendizagem Significativa: a teoria de David Ausubel. São Paulo, Ed. Moraes Ltda. [ Links ]

MORIN, E. (1996) Ciência com consciência. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil. [ Links ]

SALVI, R. F. (2000) A Questão Pós-Moderna e a Geografia. Geografia, Departamento de Geociências/ Universidade Estadual de Londrina, vol. 9, n. 2, 95-111. [ Links ]

SANTOS, B. de S. (2002), A Crítica da razão indolente: contra o desperdício da experiência. São Paulo: Cortez. [ Links ]

SEVERINO, A. J. (1997) O campo do conhecimento pedagógico e a interdisciplinaridade. Inter-Ação; R. Fac. Educ. UFG, 21 (1-2):23-37, Jan./Dez. [ Links ]

VERÍSSIMO, M. R. A. (2001) Do paradigma disciplinar ao paradigma interdisciplinar: uma questão para a universidade. Educação e Filosofia, v. 15, n 29, Jan./Jun. pp 105 - 127. [ Links ]

1Este artigo é uma pesquisa advinda da revisão e ampliação de trabalho apresentado no IV INTERNATIONAL MEETING ON MEANINGFUL LEARNING, 2003, Maragogi/AL. salvi@uel.br / irinea@uel.br

Received: May 29, 2006; Accepted: June 05, 2006

Creative Commons License This is an open-access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution License