SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue3RECORDS OF SEMIOTICS REPRESENTATION AND THEIR CONTRIBUTIONS TO THE TEACHING OF PHYSICSRESEARCH IN ENVIRONMENTAL EDUCATION: AN OVERVIEW ON ITS CONSTRUCTION author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

  • Portuguese (pdf)
  • Article in xml format
  • How to cite this article
  • SciELO Analytics
  • Curriculum ScienTI
  • Automatic translation

Indicators

Related links

Share


Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências (Belo Horizonte)

Print version ISSN 1415-2150On-line version ISSN 1983-2117

Ens. Pesqui. Educ. Ciênc. (Belo Horizonte) vol.14 no.3 Belo Horizonte Sept./Dec. 2012

http://dx.doi.org/10.1590/1983-21172012140307 

Artigos

SENTIDOS SUBJETIVOS RELACIONADOS COM A MOTIVAÇÃO DOS ESTUDANTES DO CLUBE DE CIÊNCIAS DA ILHA DE COTIJUBA

SUBJECTIVE SENSES RELATED TO THE MOTIVATION OF STUDENTS FROM THE SCIENCE CLUB OF COTIJUBA ISLAND

José Moysés Alves 1  

Wilton Rabelo Pessoa 2  

Ana Sgrott 2  

Janes Kened Rodrigues dos Santos 2  

Patrícia Feitosa Santos 2  

Luiz Carlos Silva Conceição 2  

1Universidade de São Paulo, São Paulo-SP.

2Universidade Federal do Pará, Belém-PA.

RESUMO

Objetivamos, no presente estudo, conhecer os sentidos subjetivos que afetam a motivação dos estudantes do Clube de Ciências da Ilha de Cotijuba. Entrevistamos 6 estudantes sobre suas atividades, o projeto que estavam realizando, suas relações com os professores, colegas, familiares, e sobre suas aulas de Ciências na escola. Os estudantes mencionaram qualidades de suas relações interpessoais e características das atividades que os motivavam a participar do Clube e das aulas de Ciências na escola. Também apontaram problemas infraestruturais e circunstanciais que desencorajavam tal participação. Os aspectos destacados, alguns específicos desse contexto histórico-cultural, aparecem em configurações subjetivas ligeiramente diferentes para cada estudante. O enfoque adotado nos pareceu adequado para compreender a motivação dos estudantes de uma forma sistêmica.

Palavras-Chave: Subjetividade; motivação; clube de ciências.

ABSTRACT

We aim in this study to know the subjective senses that affect students' motivation to participate in the Science Club from Cotijuba Island. We interviewed six students on their activities, the project they were doing, their relationships with teachers, colleagues, family and their Science classes at school. Students mentioned qualities of interpersonal relationships and characteristics of activities, which motivated them to join the club and Science classes in school. They also pointed out infrastructural problems and circumstances that discouraged such participation. These aspects, some specific of the historical and cultural context, appear in slightly different subjective configurations for each student. The approach taken seemed appropriate to understand the motivation of students in a systemic way.

Key words: Subjectivity; motivation; science club.

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

REFERENCES

ALSOP, S. Bridging the Cartesian divide: science education and affect. In: Alsop, S. (Ed). Beyond Cartesian Dualism: Encountering affect in the teaching and learning of science. The Netherlands: Springer, 2005. p. 3-16. [ Links ]

BRANCO, A. U. e MADUREIRA, A. F. A. A noção de sujeito na ciência psicológica: Linguagem e Constituição da subjetividade em discussão. In: Rey, F. G. (Org.) Subjetividade, Complexidade e Pesquisa em Psicologia. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2005. p. 127-153. [ Links ]

CARVALHO, M. E. P. Modos de educação, gênero e relações escola-família. Cadernos de Pesquisa. v 34, n. 121, p. 41-58, jan./abr. 2004. [ Links ]

CACHAPUZ, A. et al. A necessária renovação do ensino das ciências. São Paulo: Cortez, 2005. 263 p. [ Links ]

CASANOVA, M. P.; ALVES, J. M. Metas de realização e autoconceito de estudantes de Ciências em contexto de ensino com pesquisa. Submetido à Ciência e Educação, 2011. [ Links ]

CHASSOT, A. Alfabetização científica: questões e desafios para a educação. 3 ed. Editora Unijuí: Ijuí, Rio Grande do Sul, 2003. 438 p. [ Links ]

COLL, C.; MIRAS, M. A representação mútua professor/aluno e suas repercussões sobre o ensino e a aprendizagem. In: COLL, C.et al. Desenvolvimento psicológico e educação. Volume 2: Psicologia Educacional. Porto Alegre: ARTMED, 1996. p 265-280. [ Links ]

COLL, C. et al. Psicologia do Ensino. Porto Alegre: Artmed, 2000. 408 p. [ Links ]

LIMA, V. M. R. Pesquisa em sala de aula: um olhar na direção do desenvolvimento da competência social. In: MORAES, R.; LIMA, V M. R. (Org.). Pesquisa em sala de aula: tendências para a Educação em Novos Tempos. 2 ed. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2004. v. 1, p. 275-291. [ Links ]

MANCUSO, R.;; LIMA, V. M. R. BANDEIRA, V. A. Clubes de Ciências: criação, funcionamento, dinamização. Porto Alegre: SE/CECIRS, 1996. [ Links ]

MORTIMER, E. F. Uma agenda para a pesquisa em Educação em Ciências. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências. Porto Alegre, 2 (1), p. 25-35, 2002. [ Links ]

NIESWANDT, M. Attitudes toward science: a review of the field. In: ALSOP, S. (Ed.) Beyond Cartesian Dualism: Encountering Affect in the Teaching and Learning of Science. The Netherlands: Springer, 2005. p. 41-52. [ Links ]

REISS, M. J. The importance of affect in science education. In: ALSOP, S. (Ed.). Beyond Cartesian Dualism: Encountering Affect in the Teaching and Learning of Science The Netherlands: Springer, 2005. p. 17-25. [ Links ]

REY, F. G. A subjetividade social e sua expressão no ensino. Temas em Psicologia, 3, p. 95-107, 1997. [ Links ]

REY, F. G. O sujeito que aprende: desafios do desenvolvimento do tema da aprendizagem na psicologia e na prática pedagógica . In: Tacca, M. C. V. R. (Org.) Aprendizagem e Trabalho Pedagógico. 1 ed. Campinas: Alínea, 2006. p. 29-44. [ Links ]

SANTOS, W. L. P.; SCHNETZLER, R. P. Educação em Química: Compromisso com a cidadania. Ijuí: Ed. UNIJUÍ, 2000. [ Links ]

WELLINGTON, J. Practical work and the affective domain: what do we know, what should we ask, and what is worth exploring further? In: ALSOP, S. (Ed.). Beyond Cartesian Dualism: Encountering Affect in the Teaching and Learning of Science The Netherlands: Springer, 2005. p. 99-109. [ Links ]

1 José Moysés Alves - Bacharel em Psicologia pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Mestre em Educação Especial pela Universidade Federal de São Carlos (USFCAR). Doutor em Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). E-mail: jmalves@amazonet.com.br

2 Wilton Rabelo Pessoa - Licenciado em Química pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Mestre em Educação em Ciências e Matemática pela Universidade Federal do Pará (UFPA). E-mail: wiltonrabelo@yahoo.com.br

3 Ana Sgrott - Licenciada em Matemática pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Mestre em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Federal do Pará (UFPA). E-mail: anasgrott@ig.com.br

4 Janes Kened Rodrigues dos Santos - Licenciada em Ciências Naturais com Habilitação em Química pela Universidade Federal do Pará(UFPA). Mestre em Educação em Ciências e Matemática pela Universidade Federal do Pará(UFPA). E-mail: janeskened@yahoo.com.br

5 Patrícia Feitosa Santos - Licenciada em Matemática pela Universidade da Amazônia (UNAMA). Mestre em Educação Matemática pela Universidade Federal do Pará (UFPA). E-mail: pat.feitosa@yahoo.com.br

6 Luiz Carlos Silva Conceição - Licenciado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Mestre em Educação em Ciências e Matemáticas pela Universidade Federal do Pará (UFPA). E-mail: luizcsconceicao@gmail.com

Received: March 23, 2011; Accepted: October 16, 2011

Creative Commons License This is an open-access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution License