SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue4Aflatoxin effect on the oocysts morphometry and contribution on the morphology of Eimeria bateri Bhatia, Pandey and Pande, 1965 from the japanese quail Coturnix japonica in BrazilProposal of an acaricide laboratory test larvae immersion of Rhipicephalus (Boophilus) microplus: evaluation with cypermethrin and amitraz author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária

On-line version ISSN 1984-2961

Rev. Bras. Parasitol. Vet. (Online) vol.17 no.4 Jaboticabal Oct./Dec. 2008

https://doi.org/10.1590/S1984-29612008000400013 

NOTA DE PESQUISA

 

Ocorrência de Platynosomum illiciens em felinos selvagens mantidos em cativeiro no estado da Bahia, Brasil

 

Occurrence of Platynosomum illiciens in enclosured wild cats in the state of Bahia, Brazil

 

 

Letícia S. de CastroI; George R. AlbuquerqueII

ICurso de Medicina Veterinária, Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Ilhéus, BA
IIDepartamento de Ciências Agrárias e Ambientais, UESC, BA 415, Km 16, Salobrinho, Ilhéus BA 45662-000, Brasil. E-mail: gralbu@uesc.br

 

 


ABSTRACT

This paper reports the occurrence of eggs of Platynosomum illiciens, found in the feces of three species of wild cats Herpailurus yagouaroundi, Puma concolor and Leopardus tigrinus from material collected at the enclosures of the Park Zoobotânico Getúlio Vargas in Salvador, Bahia, Brazil. It is the first record of this parasite in P. onca and L. tigrinus.

Keywords: Platynosomosis, Panthera onca, Herpailurusyagouaroundi, Leopardustigrinus, Parque Zoobotanico Getúlio Vargas.


RESUMO

O presente trabalho relata a ocorrência de ovos de Platynosomum illiciens nas fezes de três espécies de felídeos silvestres Herpailurus yagouaroundi, Panthera onca e Leopardus tigrinus coletados nos recintos do Parque Zoobotânico Getúlio Vargas em Salvador, Bahia, Brasil. Sendo o primeiro registro deste parasito em P. onca e F. tigrinus.

Palavras-chave: Platinosomose, Panthera onca, Herpailurus yagouaroundi, Leopardus tigrinus, Parque Zoobotanico Getúlio Vargas.


 

 

A literatura relata Platynosomum illiciens, P. concinnum e P. fastosum infectando vesícula e dutos biliares de gatos e outros felídeos, no entanto todas essas espécies podem ser sinônimos (SALOMÃO et al., 2005). De acordo com Rodrigues (1963) e Travassos et al (1969), P. illicens Braun, 1901 é a espécie encontrada em gatos domésticos no Brasil, sendo de baixa especificidade parasitária já foi reportada parasitando aves e mamíferos.

Seu ciclo de vida requer a presença de três hospedeiros intermediários, um molusco (Subulina octona e Eulota (Bradybaena) similaris), um isópode terrestre e uma lagartixa (Anolis) ou um sapo (MALDONADO, 1945; ECKERLIN; LEIGH, 1962; ASH, 1964). Morfologicamente possui um corpo achatado, elipsóide ou ovóide, medindo em média de 2,8 a 6,8 mm de comprimento e 0,85 a 2,6 mm de largura (FERREIRA et al., 1999).

Os parasitos adultos normalmente habitam a vesícula biliar, ductos biliares e fígado dos gatos domésticos (Felis catus domesticus) e, ocasionalmente o intestino delgado, ductos pancreáticos, pulmões e outros tecidos (HENDRIX 1995). No Brasil, Platynosomum foi encontrado em gatos domésticos em São Paulo (OGASSAWARAet al., 1980; RAGOZO et al., 2002), Rio de Janeiro (FERREIRA et al., 1999), Minas Gerais (FEDERMAN et al., 1973; MUNDIM et al., 2004), Pernambuco (FERNANDES; TRAVASSOS, 1976) e Bahia (SAMPAIO et al., 2005) com prevalências que variaram de 1,45% a 55,0%.

Com o objetivo de se conhecer a fauna parasitológica dos felinos selvagens contidos no Parque Zoobotânico Getúlio Vargas de Salvador, BA foram realizadas três coletas de fezes entre os meses de abril e outubro de 2005 nos recintos da Panthera tigris, P. onca, P. leo, Puma concolor, Leopardus pardalis, L. tigrinus, Herpailurus yagouarondi. Estas foram realizadas com auxílio de sacos plásticos limpos e as fezes levadas no mesmo dia em caixas isotérmicas, para o Laboratório de Parasitologia Veterinária da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Ilhéus, Bahia, onde foram analisadas pelos métodos de sedimentação simples (SLOSS et al., 1999). As medidas dos ovos de P. illiciens encontrados estão expressas em micrometres (ìm) e foram realizadas em microscópio binocular Olympus BX40 com ocular micrométrica K-15X-PZO.

Os exames microscópicos das fezes de P. onça, H. yagouarondi e L. tigrinus revelaram a presença de ovos de coloração marrom (Figura. 1), operculados, com medidas de 46,71 ± 1,64 por 33,09 ± 2,63 im (n = 10), resultados semelhantes aos obtidos por Ogassawara et al. (1980), Soulsby (1982), Bielsa e Greiner (1985), e identificados como ovos de Platynosomum. Além do gato doméstico, este parasito já foi descrito em outros felídeos como F. minuta (MALDONADO, 1945), P. tigris altaica e F. bengalensis euptilurus (GONZALÉZ et al., 2007). Simões-Barbosa e Pontual (1949) identificaram formas adultas de P. fastosum no fígado de um H. yagouarondi atropelado em Pernambuco, Brasil.

 

 

A provável fonte de infecção foi lagartixas presentes no local. Embora não fossem visualizados durante as coletas de amostras, funcionários do zoológico relataram ser comum a presença de gatos domésticos vagando pelo zoológico, o que permite que o ciclo biológico completo do parasito ocorra neste ambiente.

Os registros deste parasito se restringem às áreas tropicais e subtropicais do mundo (BIELSA; GREINER, 1985), e a gravidade dos sinais clínicos é proporcional ao número de parasitos adultos e a duração do parasitismo (FOLEY, 1994). É o mais importante trematódeo hepático de gatos domésticos (BIELSA; GREINER, 1985), animais infectados apresentam-se desde assintomáticos a sintomas clínicos como letargia, anorexia, inapetência, emagrecimento, vômitos, diarréia, icterícia e sintomas neurológicos (TAYLOR; PERRI, 1977; OGASSAWARA et al., 1980; PIMENTEL et al., 2005). Os indivíduos deste trabalho não estavam apresentando sintomas clínicos, porém foi aconselhado aos responsáveis pelo Parque Zoobotânico Getúlio Vargas de Salvador que os animais fossem tratados, e que exames de rotina fossem realizados com maior freqüência.

Este é o primeiro registro de P. illiciens em P. onca e L. tigrinus.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ASH, L.R. Helminth parasites of dogs and cats in Hawaii. Journal of Parasitology, v. 48, n. 1, p. 63-65, 1964.         [ Links ]

BIELSA, L.M.; GREINER, E.C. Liver flukes (Platynosomum illiciens) in cats. Journal of the American Animal Hospital Association, v. 21, n. 2, p. 269-274, 1985.         [ Links ]

BRAUN, M. Dicrocoelium aus der gallenblase der Ziberth Katze. Centralblatt für Bakteriologie, Parasitenkunde und Infektionskrankheiten, v. 30, p. 700, 1901.         [ Links ]

ECKERLIN, R.P.; LEIGH, W.H. Platynosomum fastosum Kossack, 1910 (Trematoda: Dicrocoeliidae) in south Florida. Journal of Parasitology, v. 48, suppl, p. 49, 1962.         [ Links ]

FEDERMAN, H.B.; HOLANDA, J.C.; EVANGELISTA, A. Ocorrência de parasitos em gatos (Felis catus domesticus) e pombos (Columba livia) procedentes de algumas localidades de Minas Gerais. Revista de Patologia Tropical, v. 2, n. 2, p. 207-215, 1973.         [ Links ]

FERNANDES, J.C.; TRAVASSOS, T.E. Lista de helmintos parasitos dos animais domésticos de Pernambuco. Anais da Universidade Federal Rural de Pernambuco, Ciências Biológicas, v. 3, n. 1, p. 221-232, 1976.         [ Links ]

FERREIRA, A.M.R.; ALMEIDA, E.C.P.; LABARTHE, N.V Liver fluke infection (Platynosomum illiciens) in brazilian cats: Prevalence and pathology. Feline Practice, v. 27, n. 2, p. 19-22, 1999.         [ Links ]

FOLEY, R.H. Platynosomum illiciens infection in cats. Compendium on Continuing Education for the Practicing Veterinarian, v. 16, n. 10, p. 1271-1277, 1994.         [ Links ]

GONZALEZ, P.; CARBONELL, E.; URIOST, V.; ROZHNOVF, VV Coprology of Panthera tigris altaica and Felis bengalensis euptilurus from the russian far east. Journal of Parasitology, v. 93, n. 4, p. 948-950, 2007.         [ Links ]

HENDRIX, C.M. Identifying and controlling helminths of the feline esophagus, stomach and liver. Veterinary Medicine, v. 90, n. 5, p. 473-476, 1995.         [ Links ]

MALDONADO, J.F. The life history and biology of Platynosomum fastosum, Kossack, 1910 (Trematoda: Dicrocoeliidae). Puerto Rico Journal of Public Health and Tropical Medicine, v. 21, n. 1, p. 17-39, 1945.         [ Links ]

MUNDIM, T.C.D.; OLIVEIRA JÚNIOR, S.D.; RODRIGUES, D.C.; CURY, M.C. Freqüência de helmintos em gatos de Uberlândia, Minas Gerais. Arquivos Brasileiros de Medicina Veterinária e Zootecnia, v. 56, n. 4, p. 562563, 2004.         [ Links ]

OGASSAWARA, S.; BENASSI, S.; LARSSON, C.E. Platynosomum fastosum Kossack, 1910, em animal da espécie felina na cidade de São Paulo. Arquivos do Instituto Biológico, v. 47, n. 1-2, p. 39-42, 1980.         [ Links ]

PIMENTEL, D.C.G.; AMORIM, F.V; SOUZA, H.J.M. DE; CALIXTO, R.S.; FARIA, VP. DE. Encefalopatia hepática causada por platinossomíase - Relato de caso. MEDVEP-Revista Científica de Medicina Veterinária - Pequenos Animais e Animais de Estimação, v. 3, n. 10, p. 100-103, 2005.         [ Links ]

RAGOZO, A.M.A.; MURADIAN, V.; SIVA, J.C.R.; CARAVIERI, R.; AMAJONER, V.R.; MAGNABOSCO, C.; GENNARI, S.M. Ocorrência de parasitos gastrointestinais em fezes de gatos das cidades de São Paulo e Guarulhos. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, v. 39, n. 5, p. 244-246, 2002.         [ Links ]

RODRIGUES, H.O. Contribuição ao estudo do gênero Platynosomum Looss, 1907 (Trematoda, Dicrocoeliidae). Memórias do Instituto Oswaldo Cruz, v. 61, n. 3, p. 507515, 1963.         [ Links ]

SALOMÃO, M.. ; SOUZA-DANTAS, L.M.; MENDES-DE-ALMEIDA, F.; BRANCO, A.S.; BASTOS, O.P.M.; STERMAN, F.; LABARTHE, N. Ultrasonography inhepatobiliary evaluation of domestic cats (Felis catus, L., 1758) infected by Platynosomum Looss, 1907. International Journal of Applied Research in Veterinary Medicine, v. 3, n. 3, p. 271-279, 2005.         [ Links ]

SAMPAIO, M.A.S.; BERLIM, C.M.; ANGELIM, A.J.G.L.; ALMEIDA, M.A.O. Infecção natural pelo Platynosomum illiciens em gato em Salvador, Bahia - Relato de caso. RevistaAnclivepa Brasil, n. 3, p. 165-166, 2005.         [ Links ]

SIMÕES-BARBOSA, F.A.; PONTUAL, C. A new host for Platynosomum fastosum Kossack, 1910 (Trematoda: Dicrocoeliidae). Journal of Parasitology, v. 35, n. 5, p. 546547, 1949.         [ Links ]

SLOSS, M.W.; ZAJAC, A.M.; KEMP, R.L. Parasitologia clínica veterinária. São Paulo: Manole, 1999. 198p.         [ Links ]

SOULSBY, E.J.L. Parasitologia y enfermidades parasitarias. México: Interamericana, 1982. 823p.         [ Links ]

TAYLOR, D.; PERRI, S.F. Experiemental infection of cats with the liver fluke Platynosomum illiciens. American Journal Veterinary Research, v. 38, n. 1, p. 51-54, 1977.         [ Links ]

 

 

Recebido em 21 de maio de 2007.
Aceito para publicação em 16 de outubro de 2008.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License