SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 número41Cidadania e desemprego no Brasil contemporâneo: uma reflexão a partir das categorias de subjetividade indivíduo, mero-indivíduo e pessoaPráticas de gestão e cognição gerencial: uma análise utilizando a técnica do "Grid de Kelly" índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Organizações & Sociedade

versão On-line ISSN 1984-9230

Organ. Soc. vol.14 no.41 Salvador abr./jun. 2007

http://dx.doi.org/10.1590/S1984-92302007000200003 

ARTIGOS

 

A diversidade através da história: a inserção no trabalho de pessoas com deficiência

 

 

Maria Nivalda de Carvalho-FreitasI; Antônio Luiz MarquesII

IProfª Depto. de Psicologia/UFSJ
IIProf. CEPEAD/FACE/UFMG

 

 


RESUMO

O presente artigo, de natureza teórica, tem por objetivo contribuir com os estudos de diversidade que se debruçam sobre a inserção de pessoas com deficiência no mercado de trabalho. O pressuposto adotado foi de que a forma de interpretação compartilhada pelas pessoas sobre a deficiência é um fator explicativo importante para a gestão da diversidade, devido ao seu impacto nas ações e escolhas das pessoas. Utilizou-se método de análise histórica das principais invariantes ou padrões de comportamento que permanecem nas visões compartilhadas sobre a deficiência ao longo do tempo. A partir da análise da literatura estrangeira e nacional foram identificadas seis matrizes de interpretação sobre a deficiência que podem ser utilizadas como instrumentos heurísticos para a compreensão da diversidade nas organizações: a matriz da subsistência/sobrevivência; a matriz da sociedade ideal e função instrumental da pessoa; a matriz espiritual; a matriz da normalidade; a matriz da inclusão social e; a matriz técnica.


ABSTRACT

The present article, in a theoretical perspective, intends to contribute to the studies about diversity, especially concerning the inclusion of people with disabilities in the workplace. The premises regarding the way people interpret the disability are an important explanatory factor to the diversity management because they may become a useful tool to understand people’s actions and their choices. The method adopted was the historical analysis of the main constants or behavior patterns which remain throughout the time. From the analysis of the international and national literature, six forms of interpretation about the disability, which can be used as heuristic instruments to the diversity in the organizations comprehension, were identified: the subsistence/survival conception; the conception of ideal society and the instrumental function of the people; the spiritual conception, the normality conception; the social inclusion conception and the technical conception.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

Referências

AGOSTINO, C. G. W. Operação Eutanásia. Disponível em: <http://www.ifcs.ufrj.br/tempo/depd32.html>. Acesso em: 27 dez. 2004.         [ Links ]

ALVES, M. A; GALEÃO-SILVA, L. G. A crítica da gestão da diversidade nas organizações. Revista de Administração de Empresas, v. 44, n. 3, p. 20-29, jul./set. 2004.         [ Links ]

AMIRALIAN, M. L. T. M. Psicologia do excepcional. São Paulo: EPU, 1986. (Temas básicos de psicologia, v. 8).         [ Links ]

ARANHA, M. S. F. Integração social do deficiente: análise conceitual e metodologia. Temas em Psicologia, n. 2, p. 63-70, 1995.         [ Links ]

ARISTÓTELES. A política. Rio de Janeiro: Tecnoprint S.A., 1988. (Coleção Universidade de Bolso).         [ Links ]

BARBOSA, I.; CARDOSO, C. C. Managing diversity in the academic context: a challenge to organizational culture. 4th Iberoamerican Academy of Management, 2005, Lisboa. Anais eletrônicos... Lisboa: 4th Iberoamerican Academy of Management, 2005. Cd-rom.         [ Links ]

BATAVIA, A. I.; SCHRINER, K. The Americans with Disabilities Act as engine of social change: models of disability and the potential of civil rights approach. Policy Studies Journal, v. 29, n. 4, p. 690-702, 2001.         [ Links ]

BATISTA, C. A. M. Inclusão: construção na diversidade. Belo Horizonte: Armazém de Idéias, 2004.         [ Links ]

BIANCHETTI, L. Aspectos históricos da apreensão e da educação dos considerados deficientes. In: BIANCHETTI, L; FREIRE, I. M. (Org.). Um olhar sobre a diferença: interação, trabalho e cidadania. Campinas: Papirus, 1998. p. 21-51.         [ Links ]

BOUDON, R. Para que serve a noção de estrutura? Rio de Janeiro: Livraria Eldorado Tijuca Ltda, 1974.         [ Links ]

BRASIL. Lei n. 8.213, de 24 de julho de 1991. Dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social e dá outras providências.         [ Links ]

BRASIL. Decreto n. 3.298, de 20 de dezembro de 1999. Regulamenta a Lei n. 7.853, de 24 de outubro de 1989, que dispõe sobre a Política Nacional para a Integração da Pessoa Portadora de Deficiência, consolida as normas de proteção, e dá outras providências.         [ Links ]

CARVALHO-FREITAS, M. N.; MARQUES, A. L.; SCHERER, F. L. Inclusão no mercado de trabalho: um estudo com pessoas portadoras de deficiência. Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração, 28., 2004, Curitiba. Anais eletrônicos... Curitiba:EnANPAD, 2004. Cd-rom.         [ Links ]

COX JR., T.; BLAKE, S. Managing cultural diversity: implication for organizational competitiveness. The Academy of Management Executive, v. 5, n. 3, p. 45-56, Aug. 1991.         [ Links ]

CROCHÍK, J. L. Preconceito, indivíduo e sociedade. Temas em Psicologia, n.3, p. 4770, 1996.         [ Links ]

CROSS, E. Y.; KATZ, J. H.; MILLER, E.; SEASHORE E, W. The promise of diversity. Burr Ridgne, IL: Irwin, 1994.         [ Links ]

DADFAR, H.; GUSTAVSSON, P. Competition by effective management of cultural diversity. International Studies of Management & Organization, v. 22, p. 81-92, 1992.         [ Links ]

DOMINGUES, I. Epistemologia das ciências humanas – Tomo 1: Positivismo e Hermenêutica – Durkheim e Weber. São Paulo: Loyola, 2004. v.1.         [ Links ]

FIGUEIREDO, L. C. M. Matrizes do pensamento psicológico. Petrópolis: Vozes, 1991. 208 p.         [ Links ]

FLEURY, M. T. L. Gerenciando a diversidade cultural: experiências de empresas brasileiras. Revista de Administração de Empresas, v. 40, n. 3, p. 18-25, jul./set. 2000.         [ Links ]

FOUCAULT, M. Vigiar e punir: história da violência nas prisões. 7. ed. Petrópolis: Vozes, 1989.         [ Links ]

FREUND, J. Sociologia de Max Weber. Rio de Janeiro: Forense-Universitária, 1975.         [ Links ]

GAARDER, J. O mundo de Sofia: romance da história da filosofia. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.         [ Links ]

GALLAGHER, H. G. "Slapping up spastics": the persistence of social attitudes toward people with disabilities. Law & Medicine, v. 10, issue 4, Spring 1995. Disponível em: EBSCOhost (database: Business Source Premier). Acesso em: 30 nov. 2004.         [ Links ]

GIL, M. (Coord.). O que as empresas podem fazer pela inclusão das pessoas com deficiência. São Paulo: Instituto Ethos, 2002.         [ Links ]

GLAT, R. Integração dos portadores de deficiência: uma questão psicossocial. Te-mas em Psicologia, n. 2, p. 89-94, 1995.         [ Links ]

GOFFMAN, E. Estigma: notas sobre a manipulação da identidade deteriorada. 4.ed. São Paulo: Zahar Editores, 1989.         [ Links ]

GOSS, D; GOSS, F; ADAM-SMITH, D. Disability and employment: a comparative critique of UK legislation. The International Journal of Human Resource Management, 11:4, p. 807-821, Aug. 2000.         [ Links ]

HANASHIRO, D. M. M.; GODOY, A. S. Um preâmbulo à gestão da diversidade: da teoria à prática. In: Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração, 28., 2004, Curitiba. Anais eletrônicos... Curitiba: EnANPAD, 2004. Cd-rom.         [ Links ]

HEINSKI, R. M. M. S; BIGNETTI, L. P. A inclusão de pessoas portadoras de deficiência no mercado de trabalho. Cladea, 2002. Porto Alegre. Anais eletrônicos..., 2002.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo 2000. Sistema IBGE de Recuperação Automática – SIDRA, 2002 Disponível em: <http//www.sidra.ibge.gov.br>. Acesso em: 14 out. 2002.         [ Links ]

JAMIESON, D.; O’MARA, J. Managing workforce 2000. San Francisco: Jossey-Bass, 1991.

JAPIASSU, H. As paixões da ciência: estudos de história das ciências. São Paulo: Letras & Letras, 1991.         [ Links ]

KASSAR, M. C. M. Deficiência múltipla e educação no Brasil: discurso e silêncio na história dos sujeitos. Campinas: Autores Associados, 1999.         [ Links ]

LIMONCIC, F. Eugenia. Disponível em: <http://www.ifcs.ufrj.br/tempo/depd15.html>. Acesso em: 27 dez. 2004.         [ Links ]

MANSAN, J. A relação entre a mitologia e a hierarquia de ocupações. In: MANSAN, J. A. Hefestos e os heróis secretos da Grécia Antiga. cap. 3. Disponível em: <http://historiografia.vilabol.uol.com.br>. Acesso em: 11 dez. 2004.

MANTOAN, M. T. E. O direito à diferença na igualdade dos direitos – questões sobre a inclusão escolar de pessoas com e sem deficiências. In: BATISTA, C. A. M. (Coord.). Ética da inclusão. Belo Horizonte: Armazém de Idéias, 2004. p. 94-104.         [ Links ]

MARCONDES, D. Iniciação à história da filosofia: dos pré-socráticos a Wittgenstein. 7. ed. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2002.         [ Links ]

MARQUES, C. A. Implicações políticas da institucionalização da deficiência. Educação e Sociedade, v. 19, n. 62, p. 1-21, abr. 1998.         [ Links ]

______. A construção do anormal: uma estratégia de poder. In: Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação, 24., 2001, Caxambú. Anais eletrônicos... Caxambú: ANPED, 2001. Cd-rom.         [ Links ]

MARQUES, L. P; OLIVEIRA, F. D. Inclusão: os sentidos nas/das dissertações e teses. In: Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação, 26., 2003, Poços de Caldas. Anais eletrônicos... Poços de Caldas: ANPED, 2003. Cd-rom.         [ Links ]

MAZZOTTA, M. J. S. Fundamentos de educação especial. 2. ed. São Paulo: Enio Matheus Guazzelli & Cia. Ltda., 1997.         [ Links ]

MEUNIER, M. Nova mitologia clássica: a legenda dourada. 2. ed. São Paulo: IBRASA – Instituição Brasileira de Difusão Cultural S.A., 1976. (Biblioteca História, 10).         [ Links ]

NERI, M. et al. Retratos da deficiência no Brasil. Rio de Janeiro: FGV/IBRE, CPS, 2003.         [ Links ]

NKOMO, S. M.; COX JR., T. Diversidade e identidade nas organizações. In: CLEGG, S. R. et al. Handbook de estudos organizacionais: modelos de análise e novas questões em estudos organizacionais. v. 1. São Paulo: Atlas, 1999. p. 334-360.         [ Links ]

OMOTE, S. Estereótipos a respeito de pessoas deficientes. Didática, n.22/23, p. 167-180, 1987.         [ Links ]

______. A integração do deficiente: um pseudo-problema científico. Temas de Psicologia, n. 2, 1995.         [ Links ]

PESSOTTI, I. Deficiência mental: da superstição à ciência. São Paulo: T. A. Queiroz, 1984. (Biblioteca de Psicologia e Psicanálise, v. 4).         [ Links ]

POCHMANN, M. O trabalho sob fogo cruzado: exclusão, desemprego e precarização no final do século. São Paulo: Contexto, 2000.         [ Links ]

POPOVICH, P. M. et al. The assessment of attitudes toward individuals with disabilities in the workplace. The Journal of Psychology, v. 137, n. 2, p. 163-177, 2003.         [ Links ]

QUINTÃO, D. T. R. Algumas reflexões sobre a pessoa portadora de deficiência e sua relação com o social. Psicologia e Sociedade, v. 17, n. 1, p. 17-28, jan/abr. 2005.         [ Links ]

REED, M. Teorização organizacional: um campo historicamente contestado. In: CLEGG et al. (Orgs.). Handbook de estudos organizacionais: modelos de análise e novas questões em estudos organizacionais. v.1. São Paulo: Atlas, 1999. p. 61-98.         [ Links ]

REILY, L.; REILY, D. A. A igreja monástica e a constituição da língua de sinais e do alfabeto manual. In: Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação, 26., 2003, Poços de Caldas. Anais eletrônicos... Poços de Caldas: ANPED, 2003. Cd-rom.         [ Links ]

SASSAKI, R. K. Inclusão. 3. ed. Rio de Janeiro: WVA, 1999.         [ Links ]

STONE, D. L.; COLELLA, A. A model of factors affecting the treatment of disabled individuals in organizations. Academy of Management Review, v. 21, Issue 2, April, 1996.         [ Links ]

TANNERY, P. Platão – vida, obra, doutrina. In: PLATÃO. Diálogos: Mênon – Banquete – Fedro. 3. ed. Rio de Janeiro: Globo, 1954. p. 13-52.         [ Links ]

THOMAS, JR., R. R. Beyond race and gender: unleashing the power of your total work force by managing diversity. New York: AMACOM, 1991.         [ Links ]

WOODHAMS, C.; DANIELI, A. Disability and diversity – a difference too far? Personnel Review, v. 29, n. 3, 15 p., 2000.         [ Links ]

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons