SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 número47DUPLO RECONHECIMENTO: A ROLAND BARTHES, NO CENTENÁRIO DE SEU NASCIMENTO E A AGUSTÍN ESCOLANO BENITO, POR OCASIÃO DO TÍTULO DE DOUTOR HONORIS CAUSAHONORIS CAUSA: ELOGIO DE AGUSTÍN ESCOLANO BENITO índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


História da Educação

versão impressa ISSN 1414-3518versão On-line ISSN 2236-3459

Hist. Educ. vol.19 no.47 Santa Maria set./dez. 2015

http://dx.doi.org/10.1590/2236-3459/58402 

Sessão Especial

ATRIBUIÇÃO TÍTULO DE DOUTOR HONORIS CAUSA PELA UNIVERSIDADE DE LISBOA

Maria Stephanou


A Universidade de Lisboa atribui o título de Doutor Honoris Causa a personalidades eminentes, nacionais ou estrangeiras, que tenham se distinguido na atividade acadêmica, científica, profissional, cultural, artística, cívica ou política, ou que hajam prestado altos serviços à Universidade, ao país ou à humanidade.

A proposta para a atribuição do título de Doutor Honoris Causa inicia com a apresentação ao reitor da Universidade do curriculum vitae da personalidade a distinguir, apresentado pelo diretor ou presidente de uma faculdade ou instituto, após aprovação por maioria de dois terços dos membros de seu conselho científico.

A atribuição do título de Doutor Honoris Causa a individualidades estrangeiras é decidida pelo reitor, precedida de audição do Ministro dos Negócios Estrangeiros e, posteriormente, é realizada em cerimônia pública.

No dia 23 de abril de 2015, por proposta do Instituto de Educação, receberam este título Sérgio Niza e Agustín Escolano. Com esta distinção, reservada a personalidades eminentes que se notabilizaram pelo seu curriculum de reconhecimento internacional, a Univesidade de Lisboa homenageou e reconheceu o contributo de figura marcante e inspiradora da Educação e, em particular, da Pedagogia e da História da Educação.

A cerimónia contou com a participação do professor doutor António Sampaio da Nóvoa e do professor doutor Justino Pereira de Magalhães, que fizeram o elogio dos doutorandos na qualidade de padrinhos.

O curriculum vitae do prof. dr. Agustín Escolano assim foi apresentado por ocasião do convite à homenagem:

"É um reconhecido académico, humanista e homem de ciência, cuja obra científica e magistral é inseparável da renovação da História da Educação espanhola, europeia e ibero-americana, bem assim como da valorização da Educação e das Ciências da Educação na Universidade, nas Humanidades e no desenvolvimento da sociedade contemporânea. Catedrático da Universidad de Valladolid, Agustín Escolano Benito fundou e dirigiu as revistas Studia Paedagogica e Historia de la Educación; é autor de 21 livros e de 271 artigos, editor e coautor de 17 obras que contaram com a colaboração dos mais prestigiados investigadores; orientou 36 teses doutorais; coordenou e ficou associado a 42 projetos científicos e culturais com âmbito internacional. Os seus trabalhos estão traduzidos em diferentes línguas. Fundou e é diretor do Centro Internacional de Cultura Escolar, com apoio da Fundación Germán Sánchez Ruipérez e da Consejeria de Educación de la Junta de Castilla. Tem colaborado regularmente com a Universidade de Lisboa." [http://www.ie.ulisboa.pt/portal/page?_pageid=406,1864965&_ dad=portal&_schema=PORTAL]

A revista História da Educação se sente honrada com a autorização do professor Escolano para a publicação inédita no Brasil, do discurso e do elogio desta homenagem.

Os editores.

Creative Commons License This is an open-access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution License