SciELO - Scientific Electronic Library Online

SciELO - Scientific Electronic Library Online

PRESS RELEASE

AMBINDER, Déborah Motta  and  MARCONDES, Carlos Henrique. Novas experiências para apresentação, acesso e leitura de artigos científicos digitais na web. Transinformação [online]. 2013, vol.25, n.3, pp. 195-201. ISSN 0103-3786.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-37862013000300002.



 

Pesquisa mostra novas experiências para apresentação, acesso e leitura de artigos científicos digitais na Web

 

 

Pesquisadores da Universidade Federal Fluminense (UFF), Niterói / Rio de Janeiro, publicaram recentemente um estudo na Revista Transinformação, v.25, n.3, p.195-201, mostrando que os artigos científicos estão mudando rapidamente sob o impacto das tecnologias da Web se tornando textos "inteligentes". O estudo relata novas experiências com publicações de artigos científicos que ultrapassam o tradicional formato textual e permitem que computadores possam realizar parte do trabalho intelectual de um cientista, que precisa avaliar novas hipóteses e conclusões nos artigos e identificar constantemente, quais os artigos mais relevantes para leitura.

A pesquisa realizada identifica e analisa 16 publicações experimentais que utilizam tecnologias da Web Semântica, (com vistas a fornecer acesso direto ao conteúdo semântico dos artigos científicos facilitando a leitura do pesquisador) e as tecnologias da Web 2.0, (utilizadas como serviço de alerta pessoal para ampliar o potencial de interação dos leitores com os autores). Outro aspecto apontado pela pesquisa, é que programas especiais e agentes de software, podem ajudar a encontrar artigos relevantes para atender as necessidades de um cientista, que precisa ler diferentes artigos simultaneamente, compreender, avaliar e comparar seus conteúdos, realizando "inferências" e tirando novas conclusões baseadas neste conteúdo.

Dentre os principais resultados, a pesquisa revelou que: 1) Mesmo quando os artigos são publicados em formatos digitais como o PDF, estes ainda são meras cópias digitais dos artigos textuais impressos, pois são concebidos para leitura por pessoas, o que dificulta o processamento semântico por programas; 2) Além de superar o atual e tradicional formato textual e linear dos artigos científicos, estas novas publicações científicas permitem ainda, que comentários sejam feitos aos artigos, garantindo um "feed back" imediato aos cientistas, possibilitando desta maneira, que estes sejam comunicados imediatamente sobre as mais recentes e relevantes publicações de seu interesse; 3) Outro caráter inédito dessas publicações é a possibilidade de se levantar novas métricas, como número de "downloads" ou de comentários de um artigo, informando sobre a sua relevância e seu impacto numa determinada área científica; 4) A superação do atual formato textual e linear dos artigos científicos entendido somente por pessoas (sem qualquer mecanismo de interação), a incorporação das facilidades de processamento semântico desses conteúdos por máquinas e a interatividade providas pelas tecnologias da Web Semântica e da Web 2.0 utilizadas pelas novas publicações identificadas e relatadas nesta pesquisa, esboçam com certeza, um novo cenário para a comunicação científica.

A partir desses resultados, os autores concluem que mais do que simplesmente facilitar o acesso aos textos científicos, as 16 experiências identificadas e analisadas, trazem novas propostas de apresentação, acesso e leitura às publicações científicas eletrônicas. Dentre estas, 10 são aplicadas à área Biomédica, o que reflete o aspecto pioneiro desta área; 11 utilizam tecnologias da Web Semântica; 6 utilizam ferramentas colaborativas da Web 2.0; 13 já estão em operação; 4 são consideradas propostas teóricas e 5 ainda são consideradas protótipos

A pesquisa resulta da Dissertação de Mestrado desenvolvida em 2012 por Déborah Motta Ambinder, sob orientação do Professor Carlos Henrique Marcondes no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal Fluminense – PPGCI/UFF, realizada com o apoio financeiro da Coordenação de Aperfeiçoamento de pessoal de Nível Superior – CAPES, através do Auxílio da Bolsa de Demanda Social.

 

 

Contatos:
Déborah Motta Ambinder
Universidade Federal Fluminense
deborahambinder@yahoo.com.br

Carlos Henrique Marcondes
Universidade Federal Fluminense
marcon@vm.uff.br