SciELO - Scientific Electronic Library Online

SciELO - Scientific Electronic Library Online

Referências do Artigo

FARIAS, Norma; SOUZA, José Maria Pacheco de; LAURENTI, Ruy  e  ALENCAR, Soraya Martins de. Mortalidade cardiovascular por sexo e faixa etária em São Paulo, Brasil: 1996 a 1998 e 2003 a 2005. Arq. Bras. Cardiol. [online]. 2009, vol.93, n.5, pp. 498-505. ISSN 0066-782X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0066-782X2009001100010.

    1. Organisation Mondiale de la Santé. Rapport sur la Santé dans le Monde, 2003: façonner l'avenir. [Acessed on 2008 mar 3]. Available from : http://www.who.int/whr/2003/fr/> [ Links ]

    2. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Prevenção clínica de doença cardiovascular, cerebrovascular e renal crônica. In: Cadernos de Atenção Básica, (14): Brasília; 2006. [ Links ]

    3. Lotufo PA. Por que não vivemos uma epidemia de doenças crônicas: o exemplo das doenças cardiovasculares. Cienc saúde coletiva. 2004; 9 (4): 841-50. [ Links ]

    4. Lolio CA, Souza JMP, Laurenti R. Decline in cardiovascular disease mortality in the city of São Paulo, Brazil, 1970 to 1983. Rev Saúde Pública. 1986; 20 (6): 454-64. [ Links ]

    5. Mansur AP, Souza MFM, Timerman A, Avakian SD, Aldrighi JM, Ramires JAF. Tendência do risco de morte por doenças circulatórias, cerebrovasculares e isquêmicas do coração em treze estados do Brasil, de 1980 a 1998. Arq Bras Cardiol. 2006; 87: 641-8. [ Links ]

    6. Oliveira GMM, Souza e Silva NA, Klein CH. Mortalidade compensada por doenças cardiovasculares no período de 1980 a 1999 – Brasil. Arq Bras Cardiol. 2005; 85 (5): 305-13. [ Links ]

    7. Kubo M, Kiyohara Y, Kato I, Tanizaki Y, Arima H, Tanaka K, et al. Trends in the incidence, mortality, and survival rate of cardiovascular disease in a Japanese community: the Hisayama study. Stroke. 2003; 34 (10): 2349-54. [ Links ]

    8. Levi F, Lucchini F, Negri E, La Vecchia C. Trends in mortality from cardiovascular and cerebrovascular diseases in Europe and other areas of the world. Heart. 2002; 88 (2): 119-24. [ Links ]

    9. Wu Z, Yao C, Zhao D, Wu G, Wang W, Liu J, et al. Sino-MONICA project: a collaborative study on trends and determinants in cardiovascular diseases in China, Part I: morbidity and mortality monitoring. Circulation. 2001; 103 (3): 462-8. [ Links ]

    10. Kesteloot H, Sans S, Kromhout D. Dynamics of cardiovascular and all-cause mortality in Western and Eastern Europe between 1970 and 2000. Eur Heart J. 2006; 27: 107-13. [ Links ]

    11. Fox CS, Evans JC, Larson MG, Kannel WB, Levy D. Temporal trends in coronary heart disease mortality and sudden cardiac death from 1950 to 1999: the Framingham Heart Study. Circulation. 2004; 110: 522-7. [ Links ]

    12. Godoy MF, Lucena JM, Miquelin AR, Paiva FF, Queroz BL, Augustin Jr JL, et al. Mortalidade por doenças cardiovasculares e níveis socioeconômicos na população de São José do Rio Preto, Estado de São Paulo, Brasil. Arq Bras Cardiol. 2007; 88 (2): 200-6. [ Links ]

    13. Turrel G, Mathers C. Socioeconomic inequalities in all-cause and specific-cause mortality in Austrália: 1985-1987 and 1995-1997. Int J Epidemiol. 2001; 30: 231-9. [ Links ]

    14. André C, Curioni CC, Cunha CB, Veras R. Progressive decline in stroke mortality in Brazil from 1980 to 1982, 1990 to 1992, and 2000 to 2002. Stroke. 2006; 37: 2784-9. [ Links ]

    15. Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde. 10 rev. São Paulo: EDUSP/OMS-OPAS; 1993. [ Links ]

    16. São Paulo. Prefeitura do Município de São Paulo. Secretaria Municipal da Saúde. CEInfo- Coordenação de Epidemiologia e Informação. PRO-AIM- Programa de Aprimoramento das Informações de Mortalidade no Município de São Paulo. Coletânea de textos dos boletins PRO-AIM: a qualidade do preenchimento da causa básica de óbito no município de São Paulo. Boletim. 1994; 17. [ Links ]

    17. Lolio CA, Laurenti R. Mortalidade por doença isquêmica do coração no município de São Paulo: evolução de 1950 a 1981 e mudanças recentes na tendência. Arq Bras Cardiol. 1986; 46: 153-6. [ Links ]

    18. Chor D, Fonseca MJM, Andrade CR. Doenças cardiovasculares: comentários sobre a mortalidade precoce no Brasil. Arq Bras Cardiol. 1995; 64 (1): 15-9. [ Links ]

    19. Timerman A, Santos RD, Souza MFM, Serrano Jr CV. Aspectos epidemiológicos das doenças cardiovasculares em nosso meio: tendência da mortalidade por doenças isquêmica do coração no Brasil de 1979 a 1996. Rev Soc Cardiol Estado de São Paulo. 2001; 11 (4): 715-23. [ Links ]

    20. Ministério da Saúde. Departamento de Informática do SUS. Datasus. [Acesso em 2008 out. 15]. Disponível em http://w3.datasus.gov.br/datasus/datasus.php [ Links ]

    21. São Paulo. Prefeitura do Município de São Paulo. Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo. Programa de Aprimoramento das Informações de Mortalidade- PRO-AIM- CEInfo. [Acesso em 2008 out. 15]. Disponível em http://ww2.prefeitura.sp.gov.br//cgi/deftohtm.exe?secretarias/saude/TABNET/SIM/obito.def [ Links ]

    22. Miranda RD, Perroti TC, Bellinazzi VR, Nóbrega TM, Cendoroglo MS, Neto JT. Hipertensão arterial nos idosos: peculiaridades na fisiopatologia, no diagnóstico e no tratamento. Rev Bras Hipertens. 2002; 9: 293-300. [ Links ]

    23. Lebrão ML, Laurenti R. Saúde, bem-estar envelhecimento: o estudo SABE no município de São Paulo. Rev Bras Epidemiol. 2005; 8 (2): 127-41. [ Links ]

    24. Liberman A. Peculiaridades diagnósticas e terapêuticas no idoso: doenças cardíacas em populações e situação específicas.In: SOCESP. Tratado de Cardiologia. São Paulo: Manole; 2005. p. 1409-25. [ Links ]

    25. Ramos LR. Fatores determinantes do envelhecimento saudável em idosos em centro urbano: Projeto EPIDOSO, São Paulo. Cad Saúde Pública. 2003; 19 (3): 793-8. [ Links ]

    26. Mathias TAF, Mello Jorge MHP, Laurenti R. Doenças cardiovasculares na população idosa: análise do comportamento da mortalidade em município de região Sul do Brasil no período de 1979 a 1998. Arq Bras Cardiol. 2004; 82 (6): 533-41. [ Links ]

    27. Lessa I, Araújo MJ, Magalhães L, Almeida Filho N, Aquino E, Costa MCR. Simultaneidade de fatores de risco cardiovascular modificáveis na população adulta de Salvador (BA), Brasil. Rev Panam Salud Publica. 2004; 16 (2): 131-7. [ Links ]

    28. Lotufo PA. Stroke in Brazil: a neglected disease. Sao Paulo Med J. 2005; 123 (1): 3-4. [ Links ]

    29. Lotufo PA, Goulart AC, Bensenor IM. Race, gender and stroke subtypes mortality in São Paulo, Brazil. Arq Neuropsiquiatr. 2007; 65 (3-B): 752-7. [ Links ]

    30. Avezum A, Piegas LS, Pereira JCR. Fatores de risco associados com infarto agudo do miocárdio na região metropolitana de São Paulo: uma região desenvolvida em um país em desenvolvimento. Arq Bras Cardiol. 2005; 84 (3): 206-13. [ Links ]

    31. Guedes JS. Oito anos construindo o SUS no Estado de São Paulo. Estudos Avançados. 2003; 17 (48): 229-41. [ Links ]

    32. Matsudo SM, Matsudo VR, Araujo TL, Andrade DR, Andrade EL, Oliveira LC, et al. The Agita São Paulo Program as a model for using physical activity to promote health. Rev Panam Salud Publica. 2003; 14 (4): 265-72. [ Links ]

    33. Instituto Municipal Ensino Superior. Pesquisa sócio-econômica do ABC. São Caetano do Sul (SP), IMES; 2002. [ Links ]

    34. São Paulo. Prefeitura do Município de São Paulo. Secretaria Municipal da Saúde. Coordenação de Epidemiologia e Informação-CEInfo. Inquérito domiciliar sobre comportamentos de risco e morbidade referida de doenças e agravos não transmissíveis. Síntese da situação da cidade de São Paulo em relação às demais capitais. São Paulo (SP), set. 2004. [ Links ]

    35. World Health Organization (WHO). Cardiovascular disease prevention and control: translating evidence into action. Geneva; 2005. [ Links ]

    36. Ergin A, Muntner P, Sherwin R, He J. Secular trends in cardiovascular disease mortality, incidence, and case fatality rates in adults in the United States. Am J Med. 2004; 117 (4): 219-27. [ Links ]