SciELO - Scientific Electronic Library Online

SciELO - Scientific Electronic Library Online

Article References

DEUSDARA, Bruno  and  ROCHA, Marisa Lopes da. Cartografias da escola: controle e práticas de comunicação em análise. Psicol. Soc. [online]. 2012, vol.24, n.2, pp. 373-381. ISSN 0102-7182.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-71822012000200015.

    Barros, M. E. B. (2003). Modos de gestão-produção de subjetividade. Revista do Departamento de Psicologia da UFF, 14(2), 59-74. [ Links ]

    Brito, J. (2004). Saúde do trabalhador: reflexões a partir da abordagem ergológica. In M. Figueiredo et al. (Orgs.), Labirintos do trabalho. Interrogações e olhares sobre o trabalho vivo (pp. 91-114). Rio de Janeiro: DP&A. [ Links ]

    Brito, J., Athayde, M., & Neves, M. Y. (2003). Programa de formação em saúde, gênero e trabalho nas escolas. João Pessoa: Universitária. [ Links ]

     Clot, Y. (1999). Ivair Oddone: les instruments de l'action. Les territoires du travail, 3, 12-25. [ Links ]

    Corrêa, G. (2004). Do livro de receitas: como produzir um homem. In E. Passeti (Org.), Kafka-Foucault, sem medos (pp. 45-54). Cotia: Ateliê editorial. [ Links ]

    Deleuze, G. (2007). Francis Bacon: lógica da sensação (R. Machado, Trad.). Rio de Janeiro: Jorge Zahar. [ Links ]

    Deusdará, B. (2006). Imagens Alteridade no Trabalho Docente: enunciação e produção de subjetividade. Dissertação de Mestrado, Instituto de Letras, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro. [ Links ]

    Deusdará, B. & Rocha, D. (2008). Cenografias do Trabalho Docente: produção de subjetividade no mural da sala de professores". Intercâmbio, 18, 43-61. [ Links ]

    Foucault, M. (1998). Microfísica do poder. (R. Machado, Trad., 13ª ed.). Rio de Janeiro: Edições Graal. [ Links ]

    Foucault, M. (2004). Vigiar e Punir: o nascimento da prisão. Petrópolis, RJ: Vozes. [ Links ]

    Guattari, F. & Rolnik, S. (2005). Micropolítica: cartografias do desejo. Petrópolis, RJ: Vozes. [ Links ]

    Lourau, R. (2004). Implicação e sobreimplicação. In S. Altoé (Org.), René Lourau. Analista institucional em tempo integral (pp. 186-198). São Paulo: Hucitec. [ Links ]

    Minayo-Gomez , C. & Barros, M. E.B. (2002). Saúde, trabalho e processos de subjetivação nas escolas. Psicologia: reflexão e crítica, 15(3), 24-52. [ Links ]

    Neves, M. Y. & Athayde, M. (1998). Saúde, gênero e trabalho na escola : um campo de conhecimento em construção. In J. Brito, M. Athayde, & M. Y. Neves (Orgs.), Saúde e trabalho na escola (pp. 23-35). Rio de Janeiro: CESTEHENSP/FIOCRUZ. [ Links ]

    Nietzsche, F. (1987). Sobre a verdade e a mentira no sentido extramoral (Col. Os pensadores). São Paulo: Nova Cultural. [ Links ]

    Rocha, M. L. (2001). Formação e Prática docente: implicações com a pesquisa-intervenção. In I. Maciel (Org.), Psicologia e Educação: novos caminhos para a formação (pp. 175-191). São Paulo: Ciência Moderna. [ Links ]

    Santos, M. (2006). Análise psicológica do trabalho: dos conceitos aos métodos. Laboreal, 1(2), 34-41. [ Links ]

    Stengers, I. (1990). Quem tem medo da ciência? Ciência e poderes. São Paulo: Siciliano. [ Links ]