SciELO - Scientific Electronic Library Online

SciELO - Scientific Electronic Library Online

Article References

TOLEDO, Lívia Gonsalves  and  PINAFI, Tânia. A clínica psicológica e o público LGBT. Psicol. clin. [online]. 2012, vol.24, n.1, pp. 137-163. ISSN 0103-5665.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-56652012000100010.

    Áran, M., Peixoto-Júnior, C. A. (2007). Subversões do desejo: sobre gêneros e subjetividade em Judith Butler. Cadernos Pagu, 28, 129-147. [ Links ]

    Black, L. W. (1994). A AIDS e o segredo. In: E. Imber-Black (org.). Os segredos na família e na terapia familiar (pp. 351-364). Tradução de Denise Batista. Porto Alegre: Artes Médicas. [ Links ]

    Borrillo, D. (2001). Homofobia. Barcelona: Bellaterra. [ Links ]

    Butler, J. (1993). Bodies that matter: on the discursive limits of "sex". London: Routledge. [ Links ]

    Butler, J. (2000). Corpos que pesam: sobre os limites discursivos do "sexo". In: G. L.Louro (org.). O corpo educado: pedagogias da sexualidade (pp. 151-172). Tradução de Tomaz Tadeu da Silva. Belo Horizonte: Autêntica. [ Links ]

    Butler, J. (2003). Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade. Tradução de Renato Aguiar. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira. [ Links ]

    Castañeda, M. (2007). A experiência homossexual: explicações e conselhos para os homossexuais, suas famílias e seus terapeutas. Tradução de Brigitte Hervot e Fernando Silva Teixeira Filho. São Paulo: A Girafa. [ Links ]

    Cooklin, A. & Barnes, G. G. (1994). Os tabus e a ordem social: novos encontros para a família. In: E. Imber-Black (org.). Os segredos na família e na terapia familiar (pp. 292-325). Tradução de Denise Batista. Porto Alegre: Artes Médicas. [ Links ]

    Costa, J. F. (1998). A questão psicanalítica da identidade homossexual. In: R. B. Granã (org.). Homossexualidade: formulações psicanalíticas atuais (pp. 15-27). Porto Alegre: Artes Médicas. [ Links ]

    Drescher, J., D'Ercole, A. & Schoenberg, E. (orgs.) (2003). Psychotherapy with gay men and lesbian: contemporary dynamic approaches. New York: The Haworth Press Inc. [ Links ]

    Elsirik, M. F. & Trevisan, J. F. (2008). A invenção do ressentimento no século XIX e os desafios da psicologia social no século XXI. Psicologia, ciência e profissão, 28(1), 4-17. [ Links ]

    Feliz, C. (2007). Há uma ditadura gay no Brasil. Athos GLS (Notícias). Disponível em <http://www.athosgls.com.br/noticias_visualiza.php?contcod=20600>. Recuperado em 29 de agosto de 2009. [ Links ]

    França, S. A. M. (2004). Cenas do contemporâneo: da biossociabilidade à ética (Tese Livre-Docência - Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, Assis-SP. 91 p. [ Links ]

    Friedman, S. S. (2002). O "falar da fronteira", o hibridismo e a performatividade. Teoria da cultura e identidade nos espaços intersticiais da diferença. Tradução João Paulo Moreira. Eurozine - Revista Clínica de Ciências Sociais, 1-17. Disponível em <http://eurozine.com/pdf/2002-06-10-friedman-pt.pdf>. Recuperado em 15 de abril de 2008. [ Links ]

    Gibson, M. G. (1998). Clínica da perturbação - abordagem transdisciplinar. Revista do Departamento de Psicologia da UFF, 10(2 e 3), 4-23. [ Links ]

    Guattari, F. & Rolnik, S. (1996). Micropolítica: cartografias do desejo. Petrópolis, RJ: Vozes. [ Links ]

    Hall, S. (2000). Quem precisa da identidade? In: T. T. da Silva (org.). Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais (pp. 12-22). Tradução Tomaz Tadeu da Silva. Petropólis, RJ: Vozes. [ Links ]

    Junqueira, R. D. (2007). Homofobia: limites e possibilidades de um conceito em meio a disputas. Revista Bagoas: estudos gays, 1(1), 145-166. [ Links ]

    Lima, C. A. N. (2009). Direitos fundamentais LGBT. Disponível em <http://carlosalexlima.blogspot.com/2009/11/ no-brasil-existem-30-mil-jovens.html>. Recuperado em 16 de março de 2011. [ Links ]

    Linhares, J. (2009). Entrevista: Rozângela Alves Justino "Homossexuais podem mudar". Disponível em <http://veja.abril.com.br/120809/ homossexuais-podem-mudar-p-015.shtml>. Recuperado em 29 de agosto de 2009. [ Links ]

    López, J. J. O. (s.d.). Víctimas de la homofobia: consecuencias psicológicas. ACGIL - Associació Cristiana de Gays i Lesbianes de Catalunya. Disponível em <http://www.acgil.org/documents/ 246_documents_Victimasdelahomofobia,JorgeOsma.pdf>. Recuperado em 12 de fevereiro de 2011. [ Links ]

    Miskolci, R. (2007). A Teoria Queer e a questão das diferenças. 16 Congresso de Leitura do Brasil (COLE) - No mundo há muitas armadilhas e é preciso quebrá-las. Campinas: ALB Associação de Leitura do Brasil, 1, 1-19. [ Links ]

    Rotello, G. (1998). Comportamento sexual e AIDS: a cultura gay em transformação. São Paulo: GLS. [ Links ]

    Rubin, G. (1989). Reflexionando sobre el sexo: notas para una teoría radical de la sexualidad. In: C. S. Vence (comp.). Placer y peligro: explorando la sexualidad femenina (pp. 113-190). Madrid: Talasa. [ Links ]

    Sanders, G. L. (1994). O amor que ousa declarar seu nome: do segredo à revelação nas afiliações de gays e lésbicas. In: E. Imber-Black (org.). Os segredos na família e na terapia familiar (pp. 219-244). Tradução de Denise Batista. Porto Alegre: Artes Médicas. [ Links ]

    Sedgwick, E. K. (2007). A epistemologia do armário. Cadernos Pagu, 28, 19-54. [ Links ]

    Silva, A. & Zuba, F. (2009). Drama familiar vira negócio rentável para clínicas. O Tempo, Minas Gerais, 16 nov. 2009. Disponível em <http://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdNoticia=126814>. Recuperado em 16 de março de 2011. [ Links ]

    Smith, K. (1971). Homophobia: a tentative personality profile. Psychological report, 29, 1091-1094. [ Links ]

    Sullivan, A. (1996). Praticamente normal: uma discussão sobre o homossexualismo. São Paulo: Companhia das Letras. [ Links ]

    Toledo, L. G. (2008). Estigmas e estereótipos sobre as lesbianidades e suas influências nas narrativas de histórias de vida de lésbicas residentes em uma cidade do interior paulista (Dissertação de Mestrado. Curso de Pós-Graduação em Psicologia, Universidade Estadual Paulista, Assis, SP. 234f. [ Links ]

    Trevisan, J. S. (1998). Seis balas num buraco só: a crise do masculino. Rio de Janeiro: Record. [ Links ]

    Welzer-Lang, D. (2001). A construção do masculino: dominação das mulheres e homofobia. Revista de Estudos Feministas, 9(2), 460-482. [ Links ]