SciELO - Scientific Electronic Library Online

SciELO - Scientific Electronic Library Online

Article References

MARQUES, Sueli; RODRIGUES, Rosalina Aparecida Partezani  and  KUSUMOTA, Luciana. Cerebrovascular accident in the aged: changes in family relations. Rev. Latino-Am. Enfermagem [online]. 2006, vol.14, n.3, pp. 364-371. ISSN 0104-1169.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692006000300009.

    1. Kling C, Waszynski CM. Topics in neurologic care. In: Molony SL, Waszynski CM, Lyder CH, organizers. Gerontological nursing: an advanced practice approach. Stamford (CT): Appleton & Lange; 1999. p. 311-87. [ Links ]

    2. Maturana HR. Biology of Language: The Epistemology of Reality. In: Miller G, Lenneberg E, editors. Psychology and Biology of Language and Thought. New York (NY): Academic Press; 1978. [ Links ]

    3. Wright LM, Leahey JM. Enfermeiras e famílias: um guia para avaliação e intervenção na família. 3ª ed. São Paulo (SP): Roca; 2002. [ Links ]

    4. Flanagan JC. A técnica do incidente crítico. Arq Bras Psicol Apl 1973 abril-junho; 25(2):99-141. [ Links ]

    5. Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 7ª ed. São Paulo (SP): HUCITEC-ABRASCO; 2000. [ Links ]

    6. Lebrão ML, Laurenti R. Condições de saúde. In: Lebrão ML, Duarte YAO, organizadores. SABE - Saúde, Bem-estar e Envelhecimento - O projeto Sabe no município de São Paulo: uma abordagem inicial. Brasília (DF): Organização Pan-Americana da Saúde; 2003. p.75-89. [ Links ]

    7. Rodrigues RAP. Atividade Educativa da Enfermagem Geriátrica: conscientização para o autocuidado de idosas que tiveram queda. [dissertação]. Ribeirão Preto (SP): Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto/USP; 1993. [ Links ]

    8. Perlini NMOG. Cuidar de pessoa incapacitada por acidente vascular cerebral no domicílio: o fazer do cuidador familiar. [tese] São Paulo (SP): Escola de Enfermagem/USP; 2000. [ Links ]

    9. Paula AAD, Furegato AR, Scatena MCM. Interação enfermeiro-familiar de paciente com comunicação prejudicada. Rev Latino-am Enfermagem 2000 agosto; 8(4):45-51. [ Links ]

    10. Althoff CR. Delineando uma abordagem teórica sobre o processo de conviver em família. In: Elsen I, Marcon SS, Silva MRS, organizadores. O viver em família e sua interface com a saúde e a doença. Maringá (PR): Eduem; 2002. p.25-43. [ Links ]

    11. Gonzales TBD, Andrade AME, Vea HB. Caracterización de las relaciones familiares del anciano. Rev Cubana Med Gen Integr 2001; 17(5):418-22. [ Links ]

    12. Krestan JA, Bepko C. Problemas de alcoolismo e o ciclo de vida familiar In: Carter B, Mcgoldrick M, Aylmer RC, Bepko C, Imber-Black E, Carter B, et al. As mudanças no ciclo de vida familiar: uma estrutura para a terapia familiar. 2ª ed. Porto Alegre (RS): Artes Médicas; 1995. p.415-34. [ Links ]

    13. Organizacíon Mundial de La Salud. La violencia, un problema ubicuo. Informe mundial sobre la violencia y la salud: resumen. Washington (DC): OPS; 2002. [ Links ]

    14. Oliveira TC, Araujo TL. Mecanismos desenvolvidos por idosos para enfrentar a Hipertensão Arterial. Rev Esc Enfermagem USP 2002 setembro; 36(3):276-81. [ Links ]

    15. Crose R. Por que as mulheres vivem mais que os homens: e o que eles podem aprender com elas. Rio de Janeiro (RJ): Editora Rosa dos Tempos; 1999. [ Links ]