SciELO - Scientific Electronic Library Online

SciELO - Scientific Electronic Library Online

Article References

COELHO, Juliana Sousa. Construindo a participação social no SUS: um constante repensar em busca de equidade e transformação. Saude soc. [online]. 2012, vol.21, suppl.1, pp. 138-151. ISSN 0104-1290.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-12902012000500012.

    BENZAKEN, A. S. et al. Intervenção de base comunitária para a prevenção das DST/Aids na região amazônica, Brasil. Revista de Saúde Pública, v. 41, p. 118-26, 2007. Suplemento 2. [ Links ]

    BODSTEIN, R. C. A. (Org.). Serviços locais de saúde: construção de atores e políticas. Rio de Janeiro: Relume-Dumará, 1993. [ Links ]

    BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado, 1988. Título VIII - Da Ordem Social. Seção II - Da Saúde. Arts. 196-200. [ Links ]

    BRASIL. Lei n° 8.080, de 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 20 set., 1990a. Seção 1, p. 18055. [ Links ]

    BRASIL. Lei n° 8.142, de 28 de dezembro de 1990. Dispõe sobre a participação da comunidade na gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) e sobre as transferências intergovernamentais de recursos financeiros na área da saúde e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 31 dez., 1990b. Seção 1, p. 25694 [ Links ]

    BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria nº 545, de 20 de maio de 1993. Estabelece normas e procedimentos reguladores do processo de descentralização da gestão das ações e serviços de saúde, através da Norma Operacional Básica - SUS 01/93. Diário Oficial da União. Brasília, DF, 24 maio, 1993. Seção 1, p. 6961. [ Links ]

    BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria nº 2.203, de 5 de novembro de 1996. Diário Oficial da União. Brasília, DF, 6 nov., 1996. Seção 1, p. 22932. [ Links ]

    BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria nº 373, de 27 de fevereiro de 2002. Diário Oficial da União. Brasília, DF, 28 fev., 2002. Seção 1, p. 52. [ Links ]

    BRASIL. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Resolução nº 333, de 4 de novembro de 2003. Aprova as diretrizes para criação, reformulação, estruturação e funcionamento dos Conselhos de Saúde. Diário Oficial da União. Brasília, DF, 4 dez., 2003. Seção 1, p. 57. [ Links ]

    BRASIL. Decreto nº 5.839, de 11 de julho de 2006. Dispõe sobre a organização, as atribuições e o processo eleitoral do Conselho Nacional de Saúde - CNS e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, DF, 12 jul., 2006a. Seção1, p. 1. [ Links ]

    BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria nº 399, de 22 de fevereiro de 2006. Divulga o Pacto pela Saúde 2006 - Consolidação do SUS e aprova as Diretrizes Operacionais do referido pacto. Diário Oficial da União. Brasília, DF, 23 fev., 2006b. Seção 1, p. 43. [ Links ]

    BRASIL. Ministério da Saúde. Carta dos direitos dos usuários da saúde. Brasília, DF: Ministério da Saúde, 2006c. [ Links ]

    BRASIL. Ministério da Saúde. Política nacional de gestão estratégica e participativa no SUS - ParticipaSUS. Brasília, DF: Ministério da Saúde, 2007. [ Links ]

    CANESQUI, A. M. Ciências sociais, a saúde e a saúde coletiva. In: CANESQUI, A. M. (Org.). Dilemas e desafios das ciências sociais na saúde coletiva. São Paulo: Hucitec/Abrasco, 1995. [ Links ]

    CARVALHO, S. R. Os múltiplos sentidos da categoria "empowerment" no projeto de promoção à saúde. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 20, n. 4, p. 1088-1095, jul./ago. 2004. [ Links ]

    CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE - CNS. História do CNS. Brasília, DF: Conselho Nacional de Saúde, s/d. Disponível em: http://www.conselho.saude.gov.br/apresentacao/historia.htm. Acesso em 25 mar. 2008. [ Links ]

    CONTANDRIOPOULOS, A. P. Reformar o sistema de saúde: uma utopia para sair de um status quo inaceitável. Saúde em Debate, Londrina, n. 49-50, p. 53-64, dez./95-mar./96. [ Links ]

    DOMINGUEZ, B. C. A gestão autoritária cede espaço, pouco a pouco, à práxis democrática. RADIS Comunicação em Saúde, Rio de Janeiro, n. 53, p. 12-19, jan. 2007. [ Links ]

    FEUERWERKER, L. Modelos tecnoassistenciais, gestão e organização do trabalho em saúde: nada é indiferente no processo de luta para a consolidação do SUS. Revista Interface - Comunicação, Saúde, Educação, Botucatu, v. 9,  n. 18, p. 489-506, set./dez. 2005. [ Links ]

    GASTAL, C. L. da C.; GUTFREIND, C. Um estudo comparativo de dois serviços de saúde mental: relações entre participação popular e representações sociais relacionadas ao direito à saúde. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 23, n.8, p.1835-1844, ago. 2007. [ Links ]

    GUIZARDI, F. L.; PINHEIRO, R. Dilemas culturais, sociais e políticos da participação dos movimentos sociais nos Conselhos de Saúde. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 11, n. 3, p. 797-805, set. 2006. [ Links ]

    LEVCOVITZ, E.; LIMA, L. D.; MACHADO, C. V. Política de saúde nos anos 90: relações intergovernamentais e o papel das normas operacionais básicas. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 6, n. 2, p. 269-291, 2001. [ Links ]

    NUNES, E. D. As ciências sociais e a saúde: o pensamento recente de alguns pesquisadores. In: CANESQUI, A. M. (Org.). Dilemas e desafios das ciências sociais na saúde coletiva. São Paulo: Hucitec/Abrasco, 1995. p. 53-61. [ Links ]

    OLIVEIRA, F. J. A. Participação popular em saúde: as dimensões da cultura. Saúde em Debate, Londrina, n. 52, p. 67-73, set. 1996. [ Links ]

    PÊGO, R. A. Movimentos sociais na saúde e identidades coletivas (um estudo de caso). In: BODSTEIN, R. C. A. (Org.). Serviços locais de saúde: construção de atores e políticas. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 1993. p. 63-95. [ Links ]

    PERISSINOTTO, R. M. Democracia e participação: o caso do Conselho Municipal de Assistência Social de Curitiba. In: PERISSINOTTO, R. M.; FUKS, M. (Org.). Democracia: teoria e prática. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2002. v. 1, p. 211-244. [ Links ]

    RIBEIRO, L. Os movimentos sociais e sua relação com a questão da saúde. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 5, n. 3, p. 264-275, jul./set. 1989. [ Links ]

    SANTOS FILHO, E. T. dos; GOMES, Z. M. dos S. Estratégias de controle da tuberculose no Brasil: articulação e participação da sociedade civil. Revista de Saúde Pública, São Paulo, v. 41, p.111-116, 2007. Suplemento 1. [ Links ]

    SERAPIONI, M.; ROMANÍ, O. Potencialidades e desafios da participação em instâncias colegiadas dos sistemas de saúde: os casos de Itália, Inglaterra e Brasil. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 22, n. 11, p. 2411-2421, nov. 2006. [ Links ]

    STOTZ, E. N. Movimentos sociais e saúde: das dificuldades em incorporar a temática às inflexões teórico-metodológicas das ciências sociais. In: CANESQUI, A. M. (Org.). Dilemas e desafios das ciências sociais na saúde coletiva. São Paulo: Hucitec/Abrasco, 1995. p. 99-125. [ Links ]

    VALLA, V. V. Sobre participação popular: uma questão de perspectiva. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 14, p. 7-18, 1998. Suplemento 2. [ Links ]

    VALLA, V. V.; STOTZ, E. N. (Org.). Educação, saúde e cidadania. Petrópolis: Vozes, 1994. p. 142. [ Links ]

    WESTPHAL, M. F. Movimentos sociais e comunitários no campo da saúde como sujeitos e objetos de experiências educativas. Saúde e Sociedade, São Paulo, v. 3, n. 2, p. 127-148, 1994. [ Links ]