SciELO - Scientific Electronic Library Online

SciELO - Scientific Electronic Library Online

Article References

PAIVA, Denise  and  TAROUCO, Gabriela da Silva. Voto e identificação partidária: os partidos brasileiros e a preferência dos eleitores. Opin. Publica [online]. 2011, vol.17, n.2, pp. 426-451. ISSN 0104-6276.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-62762011000200006.

    ALMEIDA, L. C. "PPB: Origem e trajetória de um partido de direita no Brasil". Dissertação de Mestrado, Departamento de Ciências Políticas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004. [ Links ]

    AMORIM NETO, O. Gabinetes Presidenciais, ciclos eleitorais no Brasil. Dados, vol. 43, n3, 2000. [ Links ]

    ______. Algumas consequências políticas de Lula; novos padrões de formação e recrutamento ministerial, controle de agenda e produção legislativa. In: NICOLAU, J. M.e POWER, T. Instituições Representativas no Brasil: balanço e reforma. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2007 [ Links ]

    BALBACHEVSKY, E. "Identidade partidária e instituições políticas no Brasil". Lua Nova, São Paulo, n 26, 1992. [ Links ]

    BAQUERO, M. e LINHARES, B. de F. "Por que os brasileiros não confiam nos partidos? Bases para compreender a cultura política (anti) partidária de possíveis saídas". Revista Debates, vol. 05, n 1, 2011. [ Links ]

    BRAGA. M. S. S. O processo partidário-eleitoral brasileiro: padrões de competição política (1982-2002). São Paulo: Associação Editorial Humanitas/FAPESP, 2006. [ Links ]

    BRANDÃO, G. M. "O Partido Comunista como esquerda positiva". Lua Nova, 1995. [ Links ]

    BOHN, S. e Paiva, D. "A volatilidade eleitoral nos estados; sistema partidário e democracia no Brasil". Revista de Sociologia e Política. n 17, vol. 33, 2009. [ Links ]

    CAMPBELL, A. et al The American Voter. New York: Jonh Wiley, 1964. [ Links ]

    CAREY, J. M. and M. S. SHUGART. "Incentives to cultivate a personal vote: a rank ordering of electoral formulas". Electoral Studies vol. 14, n 4, p. 417-439, 1995 [ Links ]

    CARREIRÃO, Y. de S. "Opiniões políticas e sentimentos partidários dos eleitores brasileiros". Opinião Pública. Campinas, vol. 14, n 2, p319-351, nov., 2008. [ Links ]

    ______. A Decisão do voto nas eleições presidenciais brasileiras (de 1989 a 1998). São Paulo: Ed. FGV, 2002. [ Links ]

    CARREIRÃO, Y. e KINZO, M. D. "Partidos políticos, preferência partidária e decisão eleitoral no Brasil (1989/2002)". Dados. Rio de Janeiro, vol. 47, n 1, 2004. [ Links ]

    CASTELS, F. G. The Impact of parties: politics and policies in democratic capitalist states. London; Beverly Hills, Calif.: Sage Publications, 1982. [ Links ]

    COUTO, C. PPB - Partido Progressista Brasileiro. São Paulo: Fundação Konrad Adenauer, 1998. [ Links ]

    CONVERSE, P. The nature of belief systems in mass publics. In: APTER, D. (org.). Ideology and discontent, 1964. [ Links ]

    DALTON, R. and WATTENBERG, M. P. Parties without partisans: political change in advanced industrial democracies. Oxford; New York: Oxford University Press, 2000 [ Links ]

    DOWNS, A. An Economic Theor y of Democracy. New York: Harper and Row Publlishers, 1957. [ Links ]

    FIGUEIREDO, A. e LIMONGI, F. "Mudança Constitucional, Desempenho Legislativo e Consolidação Institucional". Revista Brasileira de Ciências Sociais, n 29, p. 175-200, 1995. [ Links ]

    ______. Executivo e legislativo na nova ordem constitucional. Rio de Janeiro, São Paulo: Editora FGV /FAPESP, 1999. [ Links ]

    ______. "Incentivos eleitorais, partidos e política orçamentária". Dados, vol. 45, n 2, 2002. [ Links ]

    HIBBS, Jr., D. A. "Political Parties and Macroeconomic Policy". American Political Science Review, vol. 71, p. 146-187, 1977. [ Links ]

    ______."Partisan theory after fifteen years". European Journal of Political Economy, vol. 8, p. 361-373, 1992. [ Links ]

    HICKS, A. M. and SWANK , D. H. "Politics, Institutions and Welfare Spending in Industrialized Democracies, 1960-82". American Political Science Review, vol. 86, n 3, p. 658-74, 1992. [ Links ]

    HUNTER, W. e POWER, T. Recompensando Lula: poder executivo, política social e as eleições brasileiras de 2006. In: MELO, C. R. e SÁEZ, M. A. A Democracia Brasileira: balanço e perspectivas para o século 21. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2007. [ Links ]

    KATZ, R. S. and MAIR, P. How parties organize: change and adaptation in party organizations in Western democracies. London; Thousand Oaks, Calif.: Sage Publications, 1994. [ Links ]

    KEY V. O. The Responsible Electorate: Rationality in Presidential Voting 1936-1966. Cambrigde: Belknap Press of Harvard University Press, 1966. [ Links ]

    KINZO, M. D. G Radiografia do quadro partidário brasileiro. São Paulo: Fundação Konrad-Adenauer-Stiftung, 1993. [ Links ]

    KINZO, M. D. A. G. "Os partidos no eleitorado: percepções públicas e laços partidários no Brasil". Revista Brasileira de Ciências Sociais, vol. 20, n 57, p. 65-81, 2005. [ Links ]

    KINZO, M. D. G. e BRAGA. M. S. S. Eleitores e representação partidária no Brasil. São Paulo: Humanitas - FAPESP, 2007. [ Links ]

    KIRCHEIMER, O. The transformation of the Western European Party Systems. Political Parties and political Development. In: LAPALOMBARA, J. & WEINER, M. (eds.). Political Parties and Political Development. Princeton: Princeton University Press, 1966. [ Links ]

    LAMOUNIER, B. e MENEGUELLO, R. Partidos Políticos e Consolidação Democrática: O caso brasileiro. São Paulo: Brasiliense, 1986. [ Links ]

    LAZARFELD, P. et al. The people's choice. New York: Columbia University Press, 1948. [ Links ]

    LEONI, E. "Ideologia, democracia e comportamento parlamentar: a Câmara dos Deputados (1991-1998)". Dados, vol. 45, n 3, p. 361-386, 2002. [ Links ]

    LIMA Jr,. O. B. Partidos, Eleições e Poder Legislativo. In: MICELI, S. (org.) O que Ler na Ciência Política Brasileira (1970-1995), São Paulo: Editora Sumaré/ANPOCS, 1999. [ Links ]

    LIPSET S. M. and ROKKAN, S. Party systems and voter alignments: cross-national perspectives. New York: Free Press, 1967. [ Links ]

    MAINWARING, S. Rethinking Party Systems in the Third Wave of Democratization: The Case of Brazil. Stanford: Stanford University Press, 1999. [ Links ]

    MELLEN, C. S. Política de botina amarelas: o MDB/PMDB paulista de 1965-1988. São Paulo: Hucitec/Departamento de Ciência Política/USP, 1998 [ Links ]

    MENEGUELLO, R. Partidos e governos no Brasil contemporâneo (1985-1997). São Paulo: Paz e Terra, 1998. [ Links ]

    ______. PT: a formação de um partido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1989. [ Links ]

    MIRANDA, P. R. A metamorfose pestista. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Sociologia, Universidade Federal de Goiás, 2002. [ Links ]

    NADER. A. B. Autênticos do MDB: semeadores da democracia. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1998. [ Links ]

    NICOLAU, J. Multipartidarismo e democracia: Um estudo sobre o sistema partidário brasileiro (1985-94), Rio de Janeiro: Fundação Getulio Vargas 1996. [ Links ]

    ______. Partidos e sistemas partidários 1985-2009. In: MARTINS, C. B. E LESSA, R. (orgs.). Horizontes das Ciências Sociais no Brasil – Ciência Política. São Paulo: ANPOCS – Barcarolla Discurso Editorial, 2010. [ Links ]

    NICOLAU, J. e PEIXOTO, V. As bases municipais da votação de Lula em 2006 . Cadernos do Fórum Nacional, Instituto Nacional de Altos Estudos, Rio de Janeiro: 2007. Disponível em: <http://forumnacional.org.br/sec.php?s=521&i=pt&cod=CF0006>. Acesso em: 09 set. 2011. [ Links ]

    PAIVA FERREIRA, D.; BRAGA, M. S. e PIMENTEL, J. "Eleitorado e partidos políticos no Brasil". Opinião Pública. Campinas, vol. 13, n 2, p. 388-408, 2007. [ Links ]

    PAIVA FERREIRA, D."Oposição e transição democrática: A estratégia peemedebista". Dissertação de Mestrado. Departamento de Ciência Política da UFRGS, 1991. [ Links ]

    ______. PFL x PMDB: marchas e contramarchas (1982-2000). Goiânia: Editora Alternativa, 2002. [ Links ]

    PAIVA FERREIRA, D. BATISTA, C. M. & STABILE, M. "A evolução do sistema partidário brasileiro: número de partidos e votação no plano subnacional".Opinião Pública. Campinas, vol. 14, n 2, p. 432-453, 2008. [ Links ]

    PEREIRA, C. e MUELLER, B. "Partidos fracos na arena eleitoral e partidos fortes na arena legislativa: A conexão eleitoral no Brasil". Dado, vol. 46, n4, p.735-771, 2003. [ Links ]

    PIMENTEL Jr, J. Disposições afetivas e laços partidários. In: KINZO, M. D. e BRAGA, M. S (orgs.). Eleitores e Representação Partidária no Brasil. São Paulo: Editora Humanitas/FAPESP, 2007. [ Links ]

    POPKIN, S. L. The reasoning voter. Chicago: Chicago University Press, 1994. [ Links ]

    RIBEIRO, P. F. Dos sindicatos ao governo: a organização nacional do PT de 1980 a 2005. São Carlos: Ed. UFSCar, 2010. [ Links ]

    RODRIGUES, L. M. Partidos, ideologia e composição social: um estudo das bancadas partidárias na Câmara dos Deputados. São Paulo: EDUSP, 2002. [ Links ]

    ROMA, C. "A social democracia no Brasil: organização, participação no governo e desempenho eleitoral do PSDB (1988-1998)". Dissertação de Mestrado, Departamento de Ciências Políticas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999. [ Links ]

    SCHIMDT, M. G. "When parties matter: a review of the possibilities and limits of partisan influence on public policy". European Journal for Philosophy of Religion, vol. 30, n 2, p. 155-83, 1996. [ Links ]

    SCHMITTER P. Parties Are Not What They Once Were. In: DIAMOND, L. and. GUNTHER, L.R. Political Parties and Democracy. Baltimore: Johns Hopkins University Press, 2001. [ Links ]

    SILVEIRA, F. A decisão de voto no Brasil. Porto Alegre: Editora da PUC/RS, 1998. [ Links ]

    SINGER, A. Esquerda e direita no eleitorado brasileiro. São Paulo: EDUSP, 2000. [ Links ]

    TAROUCO, G. "O Partido da Frente Liberal: trajetória e papel no sistema político". Dissertação de Mestrado em Ciência Política, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1999. [ Links ]