SciELO - Scientific Electronic Library Online

SciELO - Scientific Electronic Library Online

Article References

ALMEIDA, Leonardo Pinto de. Para uma caracterização da Psicologia social brasileira. Psicol. cienc. prof. [online]. 2012, vol.32, n.spe, pp.124-137. ISSN 1414-9893.  http://dx.doi.org/10.1590/S1414-98932012000500009.

    Abrantes, A. A., Silva, N. R. da, & Martins, S. T. F.(2005). Método histórico-social na psicologia social. Rio de Janeiro: Vozes. [ Links ]

    Alexandre, M. (2004). Representação social, uma genealogia do conceito. Revista Comum, 10(23), 122-138. [ Links ]

    Allport, F. H. (1924). Social psychology. Boston: Houghton- Mifflin. [ Links ]

    Barros, R. D. B. (2007). Grupo: a afirmação de um simulacro. Porto Alegre: UFRGS Editora. [ Links ]

    Bock, A. M. B., Ferreira, M. R., Gonçalves, M. G., & Furtado, O. (2007). Sílvia Lane e o projeto do “Compromisso Social da Psicologia”. Psicol. Soc. (online), 19(Esp. 2), 46-56. [ Links ]

    Bonfim, E. M. (2004). Históricos cursos de psicologia social no Brasil. Psic. Soc. 16(2), 32-36. [ Links ]

    Bourdieu, P. (1998). Contrafogos. Rio de Janeiro: JZE. [ Links ]

    Campos, R. H. F. (Org.). (1998). Psicologia social comunitária: da solidariedade à autonomia. Petrópolis, RJ: Vozes. [ Links ]

    Cartwright, D. (1979). Contemporary social psychology in historical social. Psychology Quarterly, 42(1), 82-93. [ Links ]

    Deleuze, G. (2006). Instintos e instituições. In G. Deleuze, A ilha deserta e outros textos (pp. 29-32). São Paulo: Iluminuras. [ Links ]

    Farr, R. M. (1998). As raízes da psicologia social moderna.Petrópolis, RJ: Vozes. [ Links ]

    Foucault, M. (1985). História da sexualidade 2, o uso dos prazeres. Rio de Janeiro: Graal. [ Links ]

    Foucault, M. (1994). Nietzsche, la généalogie, l’histoire. In M. Foucault, Dits et écrits II (1970-1975) (pp. 136-156). Paris: Ed. Gallimard. [ Links ]

    Foucaul, M. (1995). Verdade e poder. In M. Foucault, Microfísica do poder (pp. 1- 14). Rio de Janeiro: Graal. [ Links ]

    Foucault, M. (1996). A verdade e as formas jurídicas. Rio de Janeiro: PUC-Rio, Nau Ed. [ Links ]

    Foucault M. (1999). A psicologia de 1850 a 1950. In M. Foucault. Ditos e Escritos I (pp. 122-139). Rio de Janeiro: Forense Universitária. (Trabalho original publicado em1957). [ Links ]

    Guareschi, P. A. (2004). Psicologia social crítica como prática de libertação. Porto Alegre: EDIPUCRS. [ Links ]

    Guareschi, P. A., & Campos R. H. F. (Orgs.). (2000). Paradigmas em psicologia social: a perspectiva latinoamericana. Petrópolis, RJ: Vozes. [ Links ]

    Guareschi, P. A. & Jovchelovitch, S. (Orgs.), (1999). Textos em representação social. Petrópolis, RJ: Vozes. [ Links ]

    Heider, F. (1970). Psicologia das relações interpessoais. São Paulo: Ed. Pioneira. [ Links ]

    Jacques, M. G. C. , Fonseca, T. M. G., Bernarde, N. M. G., Sérgio, A. C., Guareschi, P. A., & Strey, M. N. (Orgs.). (2002). Psicologia social contemporânea, livro-texto. Rio de Janeiro: Vozes. [ Links ]

    Kamkhagi, V. R. & Saidon, O. (Orgs.). (2002). Análise institucional no Brasil. Rio de Janeiro: Editora Rosa dos Ventos. [ Links ]

    Krüger, H. (1986). Introdução à psicologia social. São Paulo: E.P.U. [ Links ]

    Lane, S. T. M. (1981). O que é a psicologia social. São Paulo: Brasiliense. [ Links ]

    Lane, S. T. M. (1982). Psicologia social: o homem em movimento.São Paulo: Brasiliense. [ Links ]

    Lane, S. T. M. (1985). Novas veredas da psicologia social. São Paulo: Brasiliense Educ. [ Links ]

    Moscovici, S. (2003). As representações sociais. Petrópolis, RJ: Vozes. [ Links ]

    Reich, B., & Adcock, C. (1976). Valores, atitudes e mudança de comportamento. Rio de Janeiro: Zahar Ed. [ Links ]

    Rodrigues, A. (1979). Psicologia social. Rio de Janeiro: Vozes. [ Links ]

    Sá, C. P. (2002). O núcleo central das representações sociais. Rio de Janeiro: Vozes. [ Links ]

    Sá, C. P. (2007). Sobre a psicologia social no Brasil, entre memórias históricas e pessoais. Psicologia e Sociedade,19(3), 7-13. [ Links ]

    Schultz, D., & Schultz, S. E. (2001). História da psicologia moderna. São Paulo: Cultrix. [ Links ]

    Silva, R. N. (2005). A invenção da psicologia social. Rio de Janeiro: Vozes. [ Links ]

    Spink, M. J. P. (1993). O conceito de representação social na abordagem psicossocial. Cad. Saúde Públ., 9(3), 300-308. [ Links ]

    Spink, M. J. P. (Org.). (2006). O conhecimento do cotidiano. São Paulo: Brasiliense. [ Links ]

    Veyne, P. (2008). Foucault, sa pensée, sa personne. França: Albin Michel. [ Links ]