Fungos contaminantes e produtores de aflatoxinas em castanha do Pará (Bertholletia excelsa HUMB. & BONPL 1808)

Aurelia Lopes Castrillón Adhemar Purchio Sobre os autores

Cem amostras de castanhas do Para, procedentes dos Estados do Amazonas e Sao Paulo, foram analisadas micológico e toxicologicamente para aflatoxinas B1 e G1. Isolou-se 312 colônias de fungos, sendo 91 do gênero Aspergillus, 83 do gênero Penicillium e as restantes incluídas em 23 gêneros diferentes. Entre as amostras de Aspergillus, 26 foram aflatoxigênicos, distribuídos em 3 espécies: Aspergillus flavas Link (18); Aspergillus parasiticus Speare (7) e Aspergillus fresenii Subram (1). Dos 100 extratos de castanhas analisados 3 foram positivos para aflatoxina.


Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Av. André Araujo, 2936 Aleixo, 69060-001 Manaus AM Brasil, Tel.: +55 92 3643-3030, Fax: +55 92 643-3223 - Manaus - AM - Brazil
E-mail: acta@inpa.gov.br