APROVEITAMENTO RACIONAL DE PESCADO DE ÁGUA DOCE DA AMAZÔNIA. II. AVALIAÇÃO DO FRESCOR DA MATRINXA (BRYCON SP.) EM GELO

Resumos

O estudo da conservação do matrinxã (Brycon sp.) em gelo, foi efetuado em caixas isotérmicas em onze lotes. A Tabela de avaliação sensorial utilizada, foi baseada nas características externas, internas e odores das queiras, tendo 25 pontos máximos, e o limite de 08, quando os exemplares se tornavam Impróprios para o consumo humano. Pelas determinações da composição química, as amostras examinadas apresentaram teores semelhantes a outros peixes, sendo classificado como espécie magra de acordo com a quantidade de lipídios no músculo. As determinações químicas de qualidade (AGL; TBA; BVT e TMA), não apresentam consistência; porém os Ácidos Graxos Livres (AGL), merecem estudos mais detalhados. Conclui-se que as matrinxãs podem se manter em gelo durante 22 dias em condições de consumo.


A study about conservation of matrinxã (Brycon sp.) on ice was carried out in insolated boxee divided into eleven lots. The table gives resulte for the subjective evaluation of freshness, based on external and internal characteristics and gill odor. Scores ranged between a maximum of 25 points and 8 points, the latter score applying to fish unsuitable for human consumption. The samples were shown to have similar nutritional composition as other fish, and were classified as a lean species due to the small quantity of fat in the fillet. Results of the chemical quality tests were not consistent, but because data are lacking for the response of free fatty acids with time, this aspect deserves further study, it was concluded that matrinxãremains suitable for consumption for 22 days on ice.


Texto completo disponível apenas em PDF.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    Jul-Sep 1992
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Av. André Araujo, 2936 Aleixo, 69060-001 Manaus AM Brasil, Tel.: +55 92 3643-3030, Fax: +55 92 643-3223 - Manaus - AM - Brazil
E-mail: acta@inpa.gov.br