Uso da minociclina endovenosa no tratamento da malária por Plasmodium falciparum (1 1 — Pesquisa nº 030102, do INPA. Patrocinada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Secretaria de Saúde, do Estado do Amazonas. )

José João Ferraroni Heitor Vieira Dourado Sobre os autores

Resumo

No intuito de avaliar a ação anti-malárica da minociclina, foi administrada, endovenosamente, 600-700 mg da droga em 5-6 doses, num intervalo fixo de 12 horas. Cada dose foi dissolvida em 200,0 ml de soluto glicosado a 5%, introduzida a uma velocidade de 2,0 ml por minuto. Dos 534 pacientes portadores de malária falciparum, internados no Hospital de Moléstias Tropicais de Manaus, Amazonas-Brasil. 152 (28,46%) foram escolhidos ao acaso e tratados em regime de internamento, durante 7 dias. Os pacientes foram divididos em 4 grupos, dependendo do número de parasitas encontrado no sangue periférico no dia zero. Ocorreu a negativação da parasitemia assexuada periférica, no máximo, até o sétimo dia de tratamento. O estado imunitário dos pacientes pode ter influenciado o resultado do tratamento por serem oriundos de área endêmica. A minociclina tem seu valor no tratamento da malária falciparum, embora sua ação esquizonticida seja lenta.

Summary

The aim of this study was to evaluate the anti-malarial activity of Minocyclina since we were finding resistant strains of Plasmodium falciparum in our area. We administered, intravenously, a total of 600 to 700 mg of this drug in 5 to 6 doses respectively at 12 hour intervals. Each dosage was dissolved in 200 ml of 5% glucose solution, applied at 2 ml per minute. This test was conducted over a 31 month period on a selected group from 534 patients in the Hospital de Molestias Tropicais (Manaus, Amazonas, Brazil) with falciparum malaria. Negative periferic asexual parasitemia occured maximally after seven days of treatment. The results of this work indicate that Minocyclina is effective in the treatment of falciparum malaria, even though its schizonticidal action is slow.

Texto disponível apenas em PDF

  • 1
    — Pesquisa nº 030102, do INPA. Patrocinada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Secretaria de Saúde, do Estado do Amazonas.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    Jun 1977
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Av. André Araujo, 2936 Aleixo, 69060-001 Manaus AM Brasil, Tel.: +55 92 3643-3030, Fax: +55 92 643-3223 - Manaus - AM - Brazil
E-mail: acta@inpa.gov.br