LIMNOLOGIA QUÍMICA DO LAGO DO ARROZ (ILHA DO CAREIRO), SUAS FLUTUAÇÕES EM FUNÇÃO DO MEIO HÍDRICO DO RIO AMAZONAS(1) 1 Este trabalho é parte da Dissertação do 1o. autor apresentada ao colegiado do Curso de Pós-Graduação em Geociências da Universidade Federal da Bahia para obtenção do grau de Mestre em Geoquímica em julho de 1979. .

Ubirajara Boechat Lopes Umberto de Menezes Santos Maria de Nazaré Góes Ribeiro Sobre os autores

Resumo:

As condições limnológicas do Lago do Arroz, Ilha do Careiro, Amazônia Central, são determinadas pelo Rio Solimões (Amazonas), pois encontra-se conectado com o mesmo, praticamente o ano todo. A variação do nível da água oscila em torno de 7 a 9 metros, anualmente. Em janeiro, inicia-se o período de elevação do nível da água que vai até fins de junho; de julho até novembro ou dezembro, tem-se o período de rebaixamento. A evolução deste ciclo é o principal responsável pelas grandes variações químicas e biológicas, ali ocorridas. As análises químicas revelam, claramente, as variações sazonais no Lago do Arroz: estagnação, com nítida separação entre o epilímnio e o hipolímnio, estratificação de temperatura, conteúdo de sais totais e a presença de agentes complexantes notáveis durante a cheia e uma mistura total durante o rebaixamento do nível da água (seca).

A partir de fins de setembro (seca), o lago recebe uma intensa migração de peixes da família Loricariidae (Pterygoplichthys), que tem o nome vulgar de "Acari-Bodó", (65.000 peixes dessa espécie foram capturados de setembro a dezembro por seis pescadores). Estes peixes provocam uma intensa ressuspensão no sedimento verde do Lago, pois, para desovar cavam buracos de até 20 cm de profundidade na lama. Essa recirculação somada ao efeito do vento, provoca ressuspensão de sedimentos aumentando a quantidade de sais minerais dissolvidos. Este fenômeno gera algumas anomalias que permitem um elevado grau de reciclagem entre nutrientes e a produção primária, que, praticamente, determinam a ausência de estratificação de sedimentos. Em virtude desse fenômeno, o Lago possui uma farta produção primária, absorvendo os nutrientes e transformando-os em matéria orgânica.

SUMMARY

The limnological conditions of the Arroz Lake, Careiro Island, central Amazon, are determined by the River Solimões, since they are linked almost all year round. The water level varies annualy between 7 and 9 meters with peak levels in June and lowest levels in January. This cycle is the principle factor determining the great physical chemical and biological variations which occur in the lake.

The chemical analysis clearly demonstrate the seasonal variations in the Arroz Lake: stagnation, with a clear separation between the epilímnio and the hipolímnio, temperature stratification, total salt content and the presence of complex notable agents during the high water and the total moisture during lowest level water.

From September onwards the lake receives an intense migration of fish of the Loricariidae family, more commonly known as "acari-bodó" (65.000 of these fish were captured by six fishermen between September to December). These fish provoke as intense resuspension of green sediments in the lake, since in laying their eggs they dig holes up to twenty centimeters deep in the mud. That recirculation jointly with the effect of the wind causes the resuspension of the sediments, increasing the quantity of dissolved mineral salts. This phenomenon causes several anomalies which permit an elevated degree of recycling of nutrients, and primary production, which practically determines the absence of stratification of the sediments.

Texto completo disponível apenas em PDF.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    Abr 1983
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Av. André Araujo, 2936 Aleixo, 69060-001 Manaus AM Brasil, Tel.: +55 92 3643-3030, Fax: +55 92 643-3223 - Manaus - AM - Brazil
E-mail: acta@inpa.gov.br