EFICIÊNCIA DE Bacillus thuringieneis E DE DELTAMETRINA, EM APLICAÇÃO AÉREA, PARA O CONTROLE DE Thyrinteina arnobia STOLL, 1782 (LEPIDOPTERA: GEOMETRIDAE) EM EUCALIPTAL NO PARÁ

José Cola Zanuncio Raul Narciso Carvalho Guedes Adalton Pinheiro da Cruz Antônio Maurício Moreira Sobre os autores

Resumos

A avaliação da eficiência relativa de formulações de Bacillus thuringiensis e de deltametrina, em aplicações aéreas para o controle de Thyrirrteina arnobia Stoll, 1782 (Lepidoptera: Geometndae) em Eucalyptus urophylla em Monte Dourado no Pará, foi feita no presente ensaio, onde faixas de 10 ha (100x1000 m) foram pulverizadas com formulações comercoais de B. thuringiensis e/ou deltametrina. Foram tomados cinco pontos de amostragem para cada tratamento e as avaliações foram feitas 24, 48, 72, 96 e 120 horas após a aplicação dos inseticidas. Cerca de 144 horas após a aplicação, foi feita uma pulverização drástica de uma mistura de malation e deltametrina, para a verificação do número total de insetos presentes nos pontos amostrados. A deltametrina mostrou eficiência máxima nas doses de 200 e 400 ml/ha e grande efeito de impacto sobre a população de lagartas. A ação do B. thuringiensis mostrou-se mais lenta, mas o uso de formulações de alta qualidade desta bactéria e promissor para o controle de lagartas em reflorestamentos no trópico úmido, podendo ser usadas isoladamente ou em mistura com a deltametrina para um maior efeito de impacto. Verificou-se, também, o\ue tanto B. thuringiensis quanto a deltametrina tiveram pouco efeito sobre a população de nemípteros predadores. Assim, a deltametrina pode ser usada no controle de lagartas de eucalipto, preservando-se esses inimigos naturais.


The relative efficiency of Bacillus thuringiensis formulations in aerial applications against Thyrinteina amobia (Lepidoptera: Geometridae) was evaluated in this essay in comparison with deltamethrin. The essay was carried out in Eucalyptus urophylla plantation in Monte Dourado, Fará, Brazil, through aerial application in areas of 10 ha (100 x 1000 m) for each treatment involving commercial formulations of B. thuringiensis and/or deltamethrin. Data were collected in five sample points for each treatment, 24, 40, 72. 96 and 120 hours after the insecticide applications and after 144 hours a drastic spraying with malathion and deltamethrin was made in order to know the total insect number in each sample point. Deltamethrin showed a faster effect over the caterpillar populations and higher efficiency at 200 and 400 ml/ha. The action of B. thuringiensis was slower, but high quality formulations of this bacteria seem to be promising against caterpillars in reforestation areas of the Amazon region, and can be used isolated or in mixture with deltamethrin for a faster effect. Deltamethrin besides B. thuringiensisshowed little effect on predators Hemiptera and because of this it can be applied against eucalyptus caterpillars, preserving their natural enemies.


Texto completo disponível apenas em PDF.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    Oct-Dec 1992
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Av. André Araujo, 2936 Aleixo, 69060-001 Manaus AM Brasil, Tel.: +55 92 3643-3030, Fax: +55 92 643-3223 - Manaus - AM - Brazil
E-mail: acta@inpa.gov.br