Ecologia de plântulas de Pithecolobium racemosum Ducke. 2 - O Comportamento populacional de plântulas 1 1 — Parte da tese apresentada ao Curso de Pós-Graduação da FUA/INPA em 04-02-80, para obtenção do título de Mestre pela primeira autora.

Angela M. C. Leite Judy M. Rankin Eduardo Lleras Sobre os autores

Resumo

Foi observado que o crescimento populacional de plântulas de Pithecolobium racemosum ocorria segundo uma curva em forma de J reverso, atípica, a qual foi explicada com bases na bienalidade da espécie e no rápido crescimento inicial das plântulas. Verificou-se também um comportamento de crescimento populacional semelhante ao da maioria das espécies de árvores da floresta tropical, além de constatar-se uma ocorrência rara ou ocasional de adultos e plântulas na floresta primária e um acentuado incremento populacional, segundo as diferentes intensidades de perturbação. 0 crescimento individual das plântulas confirma a dependência desta espécie pela luz, colocando-a na categoria de "não tolerante". Também foi constatada a influência do raleamento na sobrevivência dos regenerantes e a influência dos adultos parentais (árvores-matrizes) sobre os mesmos. As áreas perturbadas mostram um comportamento populacional (comportamento extrínseco) semelhante quanto à freqüência de indivíduos, natalidade e baixo crescimento individual das plântulas. Entretanto, pode dizer-se que o comportamento da espécie em si (comportamento intrínseco) foi semelhante para todas as áreas, independente dos graus de raleamento. em que a maioria das plântulas crescia abaixo da média e somente algumas plântulas cresciam acima desta. Neste estudo P. racemosum foi sugerida como espécie de enriquecimento de áreas de mata de terra firme, onde a retirada de determinadas espécies de interesse induz à formação de clareiras e possibilita o desenvolvimento das plântulas de P. racemosum.

Summary

It was found that population growth of seedlings of Pithecolobium racemosum followed an atypical inverted J distribution. This was explained on basis of the bienal crop size pattern and on the rapid initial growth of the seedlings. Population growth behaviour was found to be similar to that described for the majority of forest tree species. It was also shown that in primary forest conditions adults and seedlings are scarce or occasional, with high increases in frequency depending on the degree of disturbance. Seedlings growth seems to be highly correlated with light intensity, with different behaviour in the different areas amount of disturbance of the primary forest. Thus, the species can be considered as shade intolerante. The influence of different degrees of clearing on seedling survival was shown, as well as the influence of parental trees on the significant differences were found when comparing frequency, natality or mortality in areas with different degrees of disturbance. Thus it can be postulated that the behaviour of the species is independente, to a certain degree of external factors. P. racemosum is here suggested as an enrichment species for terra firme forests where the removal of trees induces formation of gaps or clearings.

Texto disponível apenas em PDF

  • 1
    — Parte da tese apresentada ao Curso de Pós-Graduação da FUA/INPA em 04-02-80, para obtenção do título de Mestre pela primeira autora.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    Jul-Sep 1982
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Av. André Araujo, 2936 Aleixo, 69060-001 Manaus AM Brasil, Tel.: +55 92 3643-3030, Fax: +55 92 643-3223 - Manaus - AM - Brazil
E-mail: acta@inpa.gov.br