The history of the INPA capoeira based on ecological studies of Lecythidaceae

Ghillean T. Prance Sobre o autor

Sumário

Fez-se um estudo das Lecythidaceas de uma área de capoeira de 2500m2, situada no Campus do INPA, Manaus. Foram encontrados 97 indivíduos de cinco espécies da família Lecythidaceae, sendo que 63 deles pertencem à espécie Eschweilera odora (Poepp.) Miers. Do total de indivíduos, 90 resultam de brotação de tocos das árvores originais. Observou-se que uma parte da área foi queimada, e lá ocorriam poucas Lecythidaceae, e muitas árvores típicas de capoeira. A parte que não sofreu a ação do fogo tem muitos representantes da família (Lecythidaceae), mas também ocorrem outras plantas características de mata primária, como por exemplo, espécimes das famílias Bignoniaceae e Meliaceae. Concluímos que grande parte da área nunca foi queimada, e nela a regeneração é muito mais rica em espécies de mata primária do que em uma área queimada. Isto porque muitas árvores têm capacidade de regeneração por brotação e muitas das sementes não chegam a ser destruídas.

Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Av. André Araujo, 2936 Aleixo, 69060-001 Manaus AM Brasil, Tel.: +55 92 3643-3030, Fax: +55 92 643-3223 - Manaus - AM - Brazil
E-mail: acta@inpa.gov.br