Predação de morcego (Molossus molossus: Molossidae) pela centopeia Scolopendra viridicornis (Scolopendridae) no sul da Amazônia

Janaina da Costa de NORONHA Leandro Dênis BATTIROLA Amazonas CHAGAS JÚNIOR Robson Moreira de MIRANDA Rainiellen de Sá CARPANEDO Domingos de Jesus RODRIGUES Sobre os autores

Centopeias são predadores carnívoros oportunistas e grandes espécies podem se alimentar de uma grande variedade de vertebrados, inclusive de morcegos. O objetivo desse trabalho é reportar o terceiro registro de predação de morcego por centopeia, e o primeiro para a região Amazônica, abrangendo aspectos do forrageamento, captura e manipulação da presa. O registro foi realizado de forma fortuita, no Parque Estadual do Cristalino, região de Floresta Amazônica, no estado de Mato Grosso, Brasil. O ataque ocorreu em uma estrutura de madeira a cerca de três metros de altura e foi observado por 20 minutos. Durante a observação, a centopeia picou várias vezes o pescoço e região abdominal do morcego, agarrando a presa com seus 15 pares de pernas anteriores e se pendurando ao teto com as pernas posteriores. Esse tipo de observação sugere que vertebrados podem ser importantes presas para invertebrados, como centopeias gigantes, tanto por sua composição nutricional quanto pela quantidade de energia disponível em uma única presa.

Chilopoda; Chiroptera; comportamento alimentar


Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Av. André Araujo, 2936 Aleixo, 69060-001 Manaus AM Brasil, Tel.: +55 92 3643-3030, Fax: +55 92 643-3223 - Manaus - AM - Brazil
E-mail: acta@inpa.gov.br