Alcalóides de Peschiera affinis (Muell. Arg) Miers (Apocynaceae)

Wilson Wolter Filho Carlos Humberto Souza Andrade Raimundo Braz Filho Francisco José de Abreu Matos Sobre os autores

Resumos

A vista da discordância dos dados registrados na literatura (Cava, 1964, 1968 ; Jerry, 1963 e Matos, 1976) quanto aos alcalóides de Peschierra affinis, retomou-se seu estudo com o objetivo desta espécie. Foram analisados amostras das cascas e do lenho das raízes de material coletado em locais diferentes em altitude, longitude e latitude. Foram identificados além de substâncias de natureza alifática (sitosterol,β-amirina e lupenol). os seguintes alcalóides indólicos: coronaridina, voacangina, 20-epiheyneanina, voacristina, affinisina, vobasina, olivacina e uma mistura de 19-hidroxi-ibogamina e iboxigaína). Dentre estes, quatro são inéditos na espécie (voacangina, voacristina, 19-hidroxi-ibogaina e eboxigaína). Apenas pequenas diferenças foram observadas nos três materiais estudados, observando-se porém, acentuada diferença quando comparadas com os resultados obtidos no primeiro trabalho químico sobre os alcalóides desta espécie (Jerry, 1963).


The methanolic extracts of bark and woody roots from three especimens of Peschiera affinis (Apocynaceae) collected at different geographical sites (Fortaleza , Ubajara-CE e Cical-PI) afforded, after chromatographical separation, the following alkaloids: coronanidine, epiheyneanine, affinisine, vobasine, olivacine, voacangine, voacristine, iboxygaine and l9-hidroxi-ibogamine. The latter four substances were found previously in the genus Tabernanthe and Voacanga and are registered here for Peschiera affinis for the first time.


Texto disponível apenas em PDF

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    1985
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Av. André Araujo, 2936 Aleixo, 69060-001 Manaus AM Brasil, Tel.: +55 92 3643-3030, Fax: +55 92 643-3223 - Manaus - AM - Brazil
E-mail: acta@inpa.gov.br