Abelhas Euglosssinac (Hymenoptera: Apidae) de Buriticupu, Amazônia maranhense, Brazil

Francinaldo Soares SILVA José Manuel Macário REBÊLO Sobre os autores

Machos de Euglossinae atraídos por cineol, vanilina, salicilato de metila, benzoato de benzila e eugenol, foram coletados de outubro de 1995 à setembro de 1996, quinzenalmente, das 06:00 às 12:00 horas, na Reserva Florestal da Companhia Vale do Rio Doce (CVRD), em Buriticupu-MA. Foram coletadas um total de 1740 indivíduos pertencentes a 37 espécies de 4 gêneros. Euglossa foi o mais comum (23 espécies), seguido por Eufriesea (8), Eulaema (4) e Exaerete (2). As espécies mais frequentes foram Euglossa pleosticta (33% dos indivíduos coletados), Euglossa truncata (12,7%), Euglossa avicula (6,3%), Eufriesea superba (5,2%), Euglossa fimbriata(4,8%) Euglossa violaceifrons (4,4%), Eulaema nigrita (4,1%), Euglossa cordata (4,0%), Eulaema meriana (3,4%). Cineol atraiu 66% dos machos e 70% das espécies, vanilina (20%; 59%), salicilato de metila (7,4%; 54%), eugenol (5,6%; 44%) e benzoato de benzila (0,7%; 10,8%). A maior abundância de indivíduos (78,3%) e espécies (34) ocorreu na estação chuvosa (janeiro-junho). As espécies do gênero Eufriesea ocorreram somente neste período. O intervalo com maior atividade foi entre 10 e 11 horas (33,5% dos indivíduos e 86,4% das espécies).

abelhas; Euglossinae; Amazônia maranhense


Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Av. André Araujo, 2936 Aleixo, 69060-001 Manaus AM Brasil, Tel.: +55 92 3643-3030, Fax: +55 92 643-3223 - Manaus - AM - Brazil
E-mail: acta@inpa.gov.br