EFEITO DE DIFERENTES NÍVEIS DE PROTEÍNA E DE FIBRA BRUTA NA ALIMENTAÇÃO DE JUVENIS DE MATRINXÃ, Brycon cephalus

Protein and Crude Fiber Levels in the Diet of Juvenile Matrinxã, Brycon cephalus, an Amazonian Fish

Manoel PEREIRA-FILHO Newton CASTAGNOLLI Atílio STORTI-FILHO Maria I. de OLIVEIRA-PEREIRA Sobre os autores

São apresentados os resultados de um experimento realizado com matrinxãs, Brycon cephalus, alimentados com nove dietas contendo três níveis de proteína (19, 25 e 31%) combinados com três níveis de fibra (cerca de 2, 10 e 20%). O peso final foi mais elevado para os peixes que receberam ração com maiores níveis de proteína bruta, mas não foi afetado pela elevação dos níveis de fibra bruta. Os níveis mais elevados de proteína na ração aumentaram o conteúdo de proteína da carcaça, e diminuíram o conteúdo de gordura e cinza, enquanto os peixes alimentados com as rações com os níveis mais elevados de fibra tinham mais proteína e cinza corporal e menores níveis de gordura. Os resultados sugerem que ingredientes com níveis elevados de fibra são bem utilizados pelo matrinxã, aumentando desta maneira a variedade de subprodutos agrícolas, normalmente ricos em fibra bruta, que podem ser usados na formulação de dietas práticas para esta espécie.

Matrinxã; Brycon cephalus; Proteína bruta; Fibra bruta


Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Av. André Araujo, 2936 Aleixo, 69060-001 Manaus AM Brasil, Tel.: +55 92 3643-3030, Fax: +55 92 643-3223 - Manaus - AM - Brazil
E-mail: acta@inpa.gov.br