Accessibility / Report Error

Investigações epidemiológicas preliminares sobre Leptospiroses em Humboldt, Aripuanã, Mato Grosso.

Resumo

Em inquérito sorológico sobre leptospiroses realizado em Humboldt, Município de Aripuanã, Mato Grosso, foram estudados, pela técnica de soroaglutinação microscópica, 234 residentes da área, 22 (9,40%) dos quais apresentaram anticorpos para Leptospira, considerando-se como sugestivos títulos a partir de 1:100, por tratar-se de estudo de natureza epidemiológica e não clínica. Os sorotipos prevalentes foram panamá, bataviae e andamana, observando-se ainda tarassovi, butembo, wolffi, javanica, brasiliensis, pyrogenes, celledoni e castellonis. O índice de positividade observado foi de apenas 1,56% em 128 pessoas com idade inferior a 20 anos, e de 18,86% nos 106 restantes, sendo registrado um percentual de 8,39 em 131 homens e de 10,67 em 103 mulheres. Entre os animais silvestres foi encontrada evidência sorológica de infecção em 5 de 50 roedores, em 3 de 29 morcegos e em 1 de 3 porcos do mato, sendo negativos os resultados obtidos para 16 dos exemplares de macacos, 9 de marsupiais e 27 de aves examinados. Os sorotipos registrados foram celledoni, brasiliensis e shermani em roedores, australis e javanica em morcegos e brasiliensis no único espécimen positivo de porco do mato. Os achados são discutidos em termos de ecologia, de hábitos e de atividades da população local, bem como de outros fatores relacionados aos dados sorológicos obtidos.

Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Av. André Araujo, 2936 Aleixo, 69060-001 Manaus AM Brasil, Tel.: +55 92 3643-3030, Fax: +55 92 643-3223 - Manaus - AM - Brazil
E-mail: acta@inpa.gov.br