Diversidade de vespas parasitoides em áreas de cultivo de guaraná (Paullinia cupana var. sorbilis) convencional e orgânico na Amazônia brasileira

Karine SCHOENINGER Jorge L.P. SOUZA Cristiane KRUG Marcio L. OLIVEIRA Sobre os autores

RESUMO

Pesquisamos vespas parasitoides (Hymenoptera) em duas plantações de guaraná na Amazônia central brasileira (uma convencional e outra manejada organicamente), bem como em florestas adjacentes e áreas de borda entre cultivo e floresta. Avaliamos as diferenças entre os sistemas de manejo na diversidade e abundância de parasitoides e a importância da matriz circundante como fonte de vespas parasitoides para o cultivo de guaraná. A riqueza de vespas parasitoides, abundância e a composição taxonômica (em nível de família) foram comparadas entre as plantações e entre os habitats nas plantações. As vespas foram amostradas usando armadilhas Malaise e Moericke. Foram coletadas 25.951 vespas parasitoides (10.828 em área de cultivo convencional e 15.123 em cultivo orgânico), distribuídas em 11 superfamílias e 38 famílias. Na área de manejo convencional, a maior abundância e riqueza de parasitoides foi registrada na floresta adjacente, enquanto na área de manejo orgânico, a maior abundância e riqueza foram registradas na borda da floresta. A riqueza de famílias de vespas parasitoides não foi influenciada pelo sistema de manejo e habitat, mas variou significativamente entre os tipos de armadilhas. A abundância média de vespas variou significativamente entre os sistemas de manejo. A presença de floresta adjacente em ambas as áreas de cultivo provavelmente contribuiu para uma maior abundância e riqueza de vespas parasitoides, mostrando a importância de preservar as áreas florestais próximas às plantações.

Palavras-chave:
agroecossitemas; Chalcidoidea; manejo agrícola; Encyrtidae; inimigos naturais

Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Av. André Araujo, 2936 Aleixo, 69060-001 Manaus AM Brasil, Tel.: +55 92 3643-3030, Fax: +55 92 643-3223 - Manaus - AM - Brazil
E-mail: acta@inpa.gov.br