Estimativa de evapotranspiração de floresta amazônica de terra firme * * Trabalho parcialmente financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) e Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN).

Paulo Rodolfo Leopoldo Wolfram Franken Eiichi Matsui Eneas Salati Sobre os autores

Resumo

Estimou-se a taxa de evapotranspiração de Floresta Amazônica de terra firme, pelo método do balanço hídrico, aplicado a uma bacia hidrográfica, denominada de Bacia Modelo. No período de estudo, o total da precipitação foi da ordem de 2.089mm, dos quais 541mm se escoaram superficialmente, drenados pelo Igarapé Tarumã-Açu, 534mm representou a parcela correspondente à perda por interceptação devido a cobertura florestal. A taxa de transpiração média, calculada para o período em estudo foi de 2,7mm/dia, ou seja, 1.014mm, representando cerca de 48,5% do balanço hídrico, enquanto que a evapotranspiração média foi estimada em 4,1mm/dia.

Summary

Evapotranspiration rate from "Terra firme" Amazon Forest were evaluated by hydric balance method, in a standard basin. The total rainfall in the period were 2,089mm being 541mm drained by Tarumã-Açu igarapé by run-off and 534mm intercepted by forest canopy. The average of transpiration rate was 2,7mm/day, or 1,014mm in the period, 48,5% of hydric balance. The evapotranspiration rate was estimated in 4,1 mm/day.

Texto disponível apenas em PDF

  • *
    Trabalho parcialmente financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) e Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN).

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    Set 1982
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Av. André Araujo, 2936 Aleixo, 69060-001 Manaus AM Brasil, Tel.: +55 92 3643-3030, Fax: +55 92 643-3223 - Manaus - AM - Brazil
E-mail: acta@inpa.gov.br