Perception of local inhabitants regarding the socioeconomic impact of tourism focused on provisioning wild dolphins in Novo Airão, Central Amazon, Brazil

LUIZ C.P.S. ALVES CAMILAH A. ZAPPES RAFAEL G. OLIVEIRA ARTUR ANDRIOLO ALEXANDRE DE F. AZEVEDO Sobre os autores

Botos-da-Amazônia (ou botos; Inia geoffrensis) são atualmente provisionados com alimentos para uso em atrações turísticas em cinco locais da Amazônia Brasileira. Apesar dos efeitos negativos associados com interações homem-golfinho já terem sido reportados, esta atividade foi recentemente regulamentada e licenciada no Parque Nacional de Anavilhanas, em Novo Airão, estado do Amazonas, Brasil. No presente trabalho apresentamos uma avaliação detalhada da percepção da comunidade local com relação aos possíveis impactos socioeconômicos deste turismo em Novo Airão. Em abril de 2011, 45 entrevistas foram realizadas com habitantes do município. Um pequeno segmento de Novo Airão possui a percepção de que são atualmente dependentes do turismo de alimentação artificial de botos. Apesar disso, os benefícios econômicos dessa atividade controversa aparentemente não são compartilhados entre a maior parte dos habitantes, e este turismo é percebido como gerando diversos efeitos negativos. Nós concluímos que se esta atividade fosse banida ou modificada para uma atividade turística menos impactante, esta ação provavelmente não iria afetar significativamente a vida da população em geral.

Amazônia; Parque Nacional de Anavilhanas; alimentação artificial; boto-da-Amazônia; Inia geoffrensis


Academia Brasileira de Ciências Rua Anfilófio de Carvalho, 29, 3º andar, 20030-060 Rio de Janeiro RJ Brasil, Tel: +55 21 2533-6274, +55 21 2532-0562 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: aabc@abc.org.br