The challenge of the reference and counter-reference system in the prenatal assistance to pregnant women with infectious diseases

Elisabeth N. Figueiredo Lucila A. C. Vianna Marina B. Peixe Valdete M. Ramos Regina C. M. Succi Sobre os autores

O objetivo deste estudo foi determinar a prevalência dos agravos, tais como sífilis, síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA) e hepatite por vírus B e C, em gestantes que realizaram pré-natal em treze unidades básicas de saúde (UBS) no município de São Paulo e avaliar a eficácia do sistema de referência e contra referência para esses agravos, considerando o registro nas UBS do resultado final da gestação e as taxas de transmissão vertical desses agravos. Constitui-se de um estudo epidemiológico, cujo objeto de observação foi anotações em prontuário de atendimento pré-natal das gestantes com infecções passíveis de transmissão vertical e seus conceptos. A prevalência de sífilis foi 0, 86%; de HIV e Hepatite B, 0, 28%;e de Hepatite C, 0, 36%. Conclui-se que não há registro do sistema de referência e contra referência para os agravos estudados nas 13 unidades básicas de saúde da região sudeste do Município de São Paulo que foram avaliadas em 2005. Este fato impossibilita o conhecimento das medidas profiláticas efetuadas e das taxas de transmissão vertical. A sensibilização do profissional e das Coordenadorias de Saúde sobre a importância da dinâmica do atendimento pré-natal é necessária.

sífilis congênita; Hepatite B; Hepatite C; HIV; cuidado pré-natal; referência e consulta


Academia Brasileira de Ciências Rua Anfilófio de Carvalho, 29, 3º andar, 20030-060 Rio de Janeiro RJ Brasil, Tel: +55 21 2533-6274, +55 21 2532-0562 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: aabc@abc.org.br