Cabralea canjerana subsp. polytricha (Adri. Juss.) Penn. (Meliaceae), uma espécia diótica

Cabralea canjerana subsp. polytricha (Adri. Juss.) Penn (Meliaceae), a dioecious species

Adriana Paula Fuzeto Ana Angélica Almeida Barbosa Cecília Lomônaco Sobre os autores

O estudo foi realizado em áreas de cerrado do Clube Caça e Pesca Itororó em Uberlândia-MG, durante os meses de setembro de 1997 a novembro de 1998. Para confirmação da suspeita da ocorrência de dimorfismo sexual foram adotados vários procedimentos: análise morfológica da flor de indivíduos supostamente dimórficos, análise de viabilidade polínica, medidas de altura dos indivíduos e do comprimento das inflorescências e determinação do sistema reprodutivo com realização de experimentos de polinização. Os resultados dos tratamentos florais e da análise de viabilidade polínica revelaram o caráter dióico dos indivíduos estudados. Os morfos sexuais diferem significativamente quanto à altura (F=11,01; P<0,001) e quanto ao comprimento das inflorescências (F=240,82; P<0,005), sendo, em ambos os casos, maiores nos indivíduos pistilados. A formação e posterior desenvolvimento de frutos só foram observados em tratamentos de polinização cruzada, realizados entre indivíduos estaminados e pistilados (exceção para um caso em 900 tentativas). Entretanto, a observação de frutos produzidos naturalmente por um aparente "fenótipo masculino", indica que o processo de evolução da dioicia nesta espécie ainda não foi concluído. A polinização é feita por uma espécie de vespa Polistes e por abelhas Xylocopa e Exomalopsis.

Cabralea canjerana; dioicia; sistema reprodutivo; cerrado


Sociedade Botânica do Brasil SCLN 307 - Bloco B - Sala 218 - Ed. Constrol Center Asa Norte CEP: 70746-520 Brasília/DF - Alta Floresta - MT - Brazil
E-mail: acta@botanica.org.br
Accessibility / Report Error