Myxomycetes ocorrentes em áreas de caatinga e brejo de altitude no sertão de Pernambuco, Brasil

Myxomycetes from caatinga and brejo de altitude areas in the semi-arid region of Pernambuco, Brazil

Nylber Augusto da Silva Laise de Holanda Cavalcanti Sobre os autores

O bioma Caatinga, localizado na região semiárida brasileira, está distribuído em nove estados, incluindo Pernambuco. Os objetivos deste estudo foram: obter informações que contribuam para a compreensão da diversidade alfa e gama da microbiota da Caatinga; comparar a composição da mixobiota em áreas de caatinga situadas nos municípios de Serra Talhada (ST) e Mirandiba (M) com a encontrada em um enclave de floresta úmida (brejo de altitude) situado no município de Triunfo (T). Os espécimes foram coletados sobre restos lenhosos (173), folhedo (26), restos de plantas suculentas (3), casca de árvore viva (1) e fezes de herbívoros (1). Hemitrichia calyculata foi a espécie mais abundante (60 registros); outras espécies comuns foram Arcyria cinerea (20), Ceratiomyxa fruticulosa (19), A. denudata (16) e H. serpula (13). Apresenta-se uma lista comentada de 37 espécies, distribuídas em 17 gêneros, sete famílias e cinco ordens. A mixobiota dos três ambientes difere entre si: CC M/ST = 0,25; CC M/T = 0,06; CC ST/T = 0,39. A relação espécie/gênero foi muito baixa na caatinga e relativamente alta na floresta úmida (S/G M = 1,0; S/G ST= 1,3; S/G T = 2,14). A abundância de espécimes e o número de espécies (M = 4/4; ST= 26/12; T= 172/29) tendem a aumentar com a elevação da altitude e da pluviosidade. Fuligo megaspora é referida pela primeira vez para o Nordeste e Didymium perforatum é um novo registro para o Brasil.

Semiárido; florestas úmidas; mixobiota; Neotrópicos


Sociedade Botânica do Brasil SCLN 307 - Bloco B - Sala 218 - Ed. Constrol Center Asa Norte CEP: 70746-520 Brasília/DF - Alta Floresta - MT - Brazil
E-mail: acta@botanica.org.br