Accessibility / Report Error

Anatomia e ultra-estrutura foliar de Cyperus maritimus Poir. (Cyperaceae): estratégias adaptativas ao ambiente de dunas litorâneas

Leaf anatomy and ultrastructure of Cyperus maritimus Poir. (Cyperaceae): adaptive strategies for coastal dune environment

Foram analisados aspectos anatômicos e ultra-estruturais foliares de Cyperus maritimus Poir. visando identificar caracteres adaptativos ao ambiente de dunas litorâneas. Para isto, indivíduos ocorrentes nas dunas da Praia de Pipa, Rio Grande do Norte, Brasil, tiveram as folhas submetidas a diferentes análises: microscopia de luz, eletrônica de varredura e de transmissão. Em vista frontal, a epiderme possui tricomas unicelulares, corpos de sílica, cutícula estriada e depósitos de cera. Em secção transversal, a epiderme é unisseriada com parede periclinal externa espessa. Os estômatos são paracíticos, podendo o ostíolo estar obstruído por cera. Abaixo da face adaxial observa-se o parênquima aqüífero. Os feixes vasculares ocorrem em múltiplas fileiras, sendo as periféricas compostas por feixes de diâmetro menor que os feixes da fileira central. Foram observados caracteres relacionados à síndrome Kranz do tipo clorociperóide. Aspectos ultra-estruturais, como cloroplastos presentes na bainha do feixe, esses sem grana evidentes, entre outras características, reforçam a possível ocorrência da via C4 nesta espécie. É a primeira citação para o gênero Cyperus de cloroplasto nas celulas do tecido vascular. Neste trabalho foi possível observar vários caracteres importantes para plantas submetidas a estresse hídrico e salino, como: cera, células epidérmicas com parede periclinal externa espessada, parênquima aqüífero e síndrome Kranz.

Cyperus; Kranz; anatomia; ultra-estrutura; salinidade


Sociedade Botânica do Brasil SCLN 307 - Bloco B - Sala 218 - Ed. Constrol Center Asa Norte CEP: 70746-520 Brasília/DF. - Alta Floresta - MT - Brazil
E-mail: acta@botanica.org.br