Acta Botanica Brasilica, Volume: 4, Issue: 1, Published: 1990
  • "Workshop" diversidade taxonômica e padrões de distribuição das Angiospermas brasileiras: introdução

    Giulietti, Ana Maria; Forero, Enrique
  • The American genera of Simaroubaceae and their distribution

    Thomas, W. W

    Abstract in Portuguese:

    Uma revisão das relações filogenéticas das subfamilias de Simaroubaceae é apresentada e os padrões de distribuição dos gêneros americanos são discutidos. As seis subfamilias de Engler são avaliadas e as três subfamilias com gêneros representados nas Américas são discutidas em detalhe. Os oito gêneros americanos incluem-se em três padrões gerais de distribuição: amplamente distribuídos nos neotrópicos; limitados ao norte da América do Sul; e com distribuição disjunta entre as Índias Ocidentais, América Central e México, e o sul da América do Sul. Estas distribuições são discutidas e interpretadas.

    Abstract in English:

    A review of the phylogenetic relationships of the subfamilies of Simaroubaceae is presented and the distribution patterns of the American genera are discussed. Engler's six subfamilies are evaluated and the three subfamilies represented in the Americas and their included genera are discussed in detail. The eight American genera fall into three broad distributional categories: widely distributed throughout the neotropics, limited to northern South America, and disjunct between the West Indies, Central America and Mexico and southern South America. These distributions are discussed and interpreted.
  • Diversidade taxonômica e padrões de distribuição geográfica em Picramnia (Simaroubaceae) no Brasil

    Pirani, José Rubens

    Abstract in Portuguese:

    O gênero neotropical Picramnio Sw., tem 19 espécies no Brasil, das quais 12 são exclusivamente brasileiras. Os principais padrões de variação e distribuições geográfica e ecológica desses taxa, permitem o reconhecimento de algumas categorias de espécies: espécies monotípicas taxonómicamente isoladas, pares ou grupos de espécies muito relacionadas, espécies politípicas e complexo de espécies. Três principais padrões de distribuição geográfica das espécies brasileiras são apresentados: amplamente distribuídas; distribuição restrita; distribuição muito restrita. Com base na biogeografia, 5 "regiões" com diferentes agrupamentos de taxa foram reconhecidos: Amazonia (8 spp.); Nordeste e Brasil Central (6 spp.); região costeira da Paraíba até Alagoas (5 spp.); região Leste da Bahia até São Paulo (7 spp.) e Sudeste do Brasil (4 spp.). Os maiores centros de diversidade genética do género estão na Amazónia e na Floresta Atlântica. Mapas com as distribuições conhecidas das espécies são apresentados e discutidos.

    Abstract in English:

    In the neotropical genus Picramnia Sw., 19 species have been recognized for Brazil, from which 12 are exclusively brazilian. The main patterns of variation and geographical and ecological distribution of those taxa led to the recognizition of several categories of species: monotypic taxonomically isolated species, closely related pairs or groups of species, polytypic species and complex species. Three main patterns of geographic distribution of the brazilian species are pro posed and discussed: 1. Wide range (with 3 areas, 3 spp.); 2. Restrict range (with 4 areas, 8 sub-areas, 13 spp.); 3. Very restrict range<with-3 areas, 3 spp.). On a biogeographical basis, 5 "regions" with different groupments of taxa have been recognized: Amazon (8 spp.), Central and Northeastern Brazil (6 spp.), coastal region of Paraíba (7 spp.), and Southern Brazil (4 spp.) The major centers of genetic diversity of the genus in Brazil are the Amazon and the Atlantic Forest. Maps depicting the known distribution of the species discussed are presented.
  • Diversificação e conservação das Lecythidaceae neotropicais

    Mori, Scott

    Abstract in Portuguese:

    As Lecythidaceae (família da castanha-do-Pará) são árvores tropicais de planície que atingiram sua maior diversidade em espécies nos neotrópicos. No Novo Mundo, a família está mais diversificada em habitats de terra firme na Amazônia e nas Guianas. Pouco mais de 50% de todas as espécies neotropicais de Lecythidaceae são encontradas na Amazônia, sendo a Amazônia central especialmente rica em espécies. Uma única área de 1,00 hectares, 90 Km ao norte de Manaus apresenta 38 espécies diferentes de Lecythidaceae. Além disso, um grande número de espécies de Lecythidaceae têm o centro de distribuição na província floristica das Guianas. As espécies de Lecythidaceae com flores actinomórficas são mais numerosas no noroeste da América do Sul, enquanto que as espécies com flores zigomórfas predominam da Amazônia central até as Guianas. As matas costeiras do Equador e da Colômbia até o Panamá abrigam sete espécies de Lecythidaceae ameaçadas de extinção e nove das 15 espécies de Lecythidaceae que ocorrem nas matas do leste do Brasil extra-amazônico são endêmicas. Estas matas costeiras do Pacífico e do leste brasileiro devem receber alta prioridade quanto à conservação das Lecythidaceae, porque são nestas matas que o alto grau de endemismo coincide com extremo destamatamento.

    Abstract in English:

    Lecythidaceae (Brazil nut family) are lowland, tropical trees which have reached their greatest species diversity in the Neotropics. In the New World, the family is most diverse in terra firme habitats of Amazonia and the Guianas. Slightly over 50% of all Neotropical species of Lecythidaceae are found in Amazonia and central Amazonia is especially rich in species. A single 100hectare plot 90 kilometers north of Manaus has 38 different species of Lecythidaceae. In addition, a large number of species of Lecythidaceae have their distributions centered on the Guayana floristic province. Actinomorphic-flowered species of Lecythidaceae are more numerous in northwestern South America whereas zygomorphic-flowered species are more prevalent in central Amazonia into the Guianas. The forests of Pacific coastal Ecuador and Colombia into Panama harbor sevem endangered species of Lecythidaceae. Likewise, nine of the 15 species of Lecythidaceae occurring in the forests of eastern, extra-Amazonia Brazil are endemic. These Pacific coastal and eastern Brazilian forests should be given high priority for conservation of Lecythidaceae because it is in these forests where high endemism coincides with extreme forest destruction.
  • Distributional patterns in Brazilian Serjania (Sapindaceae)

    Acevedo-Rodriguez, Pedro

    Abstract in Portuguese:

    O presente trabalho analisa a distribuição de Serjania no Brasil, através da comparação das espécies ocorrentes nas três maiores regiões fitogeográficas do país: a costa Atlântica, o planalto e a bacia Amazônica. A costa Atlântica tem o maior percentual de espécies endêmicas (70%) e muitas das espécies da região também ocorrem no planalto. As espécies do planalto também podem ocorrer em países vizinhos, mas 33% delas são endêmicas. A bacia amazônica tem apenas 4% de espécies endêmicas e a maioria das espécies são amplamente distribuídas na área.

    Abstract in English:

    The present paper analyzes the distribution of Serjania in Brazil, by comparing and contrasting the species occuring in three major phytogeographic regions: the Atlantic coast, the planalto, and the Amazon basin. The Atlantic coast region has the highest percent (70%) of species endemic to the area, and shares many species with the planalto region. The planalto region shares most of its species with the Atlantic coast and the neighboring countries, but still has a 33% of endemic species to the area. The Amazon basin has only a 4% of species endemic to the area, with most of the reminder species widely distributed through-out the area.
  • Aspectos taxonômicos e distribuição geográfica de Julocroton Mart. (Euphorbiaceae)

    Cordeiro, Inês

    Abstract in Portuguese:

    São apresentadas neste trabalho as relações taxonômicas e a caracterização morfológica do gênero Julocroton Mart., bem como dados preliminares sobre os padrões de distribuição geográfica das espécies brasileiras. Foram encontrados três padrões distintos de distribuição. Espécies de ampla distribuição (J. triqueter (Lam.) Baill., J. fuscescens (Spreng.) Baill., J. solanaceus Muell. Arg., J. lanceolatus Muell. Arg. e J. humilis Diedr.); espécies endêmicas (J. gardneri Muell. Arg. e J. doratophyloides Croizat) e espécies disjuntas (J. paniculatus Pax & Hoffm. e J. vilosissimus Chod. & Hassler).

    Abstract in English:

    The morphological characterization and taxonomic relationships of the genus Julocroton Mart, are given in this paper, as well as a preliminar review of distribution patterns of the brasilian species. There are three distinct patterns. Widespread species (J. triqueter (Lam.) Baill., J. fuscescens (Spreng.) Baill., J. solanaceus Muell. Arg., J. lanceolatus Muell. Arg. e J. humilis Diedr.); endemic species (J. gardneri Muell. Arg. e J. doratophylloides Croizat) and disjunct species (J. paniculatus Paz & Hoffm. e J. vilosissimus Chod. & Hassler).
  • Padrões de distribuição geográfica e relações taxonômicas de algumas Crotonoideae (Euphorbiaceae) da Amazônia

    Secco, Ricardo de S

    Abstract in Portuguese:

    Os padrões de distribuição geográfica e as relações taxonómicas das espécies de Sandwithia, Anomalocalyx, Sagotia, Dodecastigma, Pausandra e Pogonophora são apresentados e discutidos. Neste grupo de Euphorbiaceae encontra-se genero que não era referido para o Brasil; genero disjunto entre Brasil e o oeste da Africa; espécies amplamente distribuídas entre a Amazónia, Nordeste e o Leste do Brasil; espécies polimórficas e espécies de distribuição restrita, entre outras situações. Alguns padrões de distribuição aqui apresentados fornecem evidências sobre o paralelismo da flora amazônico-nordestina, as relações entre as floras da América do Sul e África e, possivelmente, sobre o isolamento de espécies durante o Pleistoceno. O trabalho pretende fornecer dados de fitogeografia e taxonomía, para subsidiar estudos de especiação, delimitação taxonómica de espécies, diversidade de espécies amazônicas e à moderna classificação da família Euphorbiaceae.

    Abstract in English:

    The patterns of geographic distribution and taxonomic relations of the species in the genera Sandwithia, Anomalocalyx, Sagotia, Dodecastigma, Pausandra and Pogonophora are presented and discussed. This Euphorbiaceae group contains one genus that was formerly unreported in Brazil; another that is disjunct between Brazil and West Africa; one species widely distributed in Amazonia, northeast and eastern Brazil; another with a limited distribution; and another that is polymorphic. Some of the distribution patterns presented here indicate strong ties between the floras of Amazonia and northeastern Brazil, relations between the floras of South America and Africa and, possibly, evidence of species isolation in Amazonia during the Pleistocene. This article provides a summary of the author's recent research in phytogeography and taxonomy, which serves as a foundation for studies of speciation, taxonomic limits of species, diversity of species in the Amazon and Northeast Brazil and the modera classification of the Euphorbiaceae.
  • Diversidade e distribuição geográfica das espécies de Aristida L. (Gramineae) ocorrentes no Brasil

    Longhi-Wagner, Hilda Maria

    Abstract in Portuguese:

    Trinta e quatro espécies de Aristida L. foram confirmadas até agora para o Brasil, 13 das quais exclusivas desta área. A maior parte das mesmas está relacionada a dois padrões gerais de distribuição geográfica: o tropical e o subtropical. Ambos incluem tanto espécies de ampla distribuição quanto restritas a determinadas áreas do Brasil. São analisados 7 caracteres taxonómicos, correlacionan do-os à distribuição das espécies: tipo de inflorescencia; comprimento relativo das glumas; e os seguintes relativos ao lema: coluna, calo, articulação, sulco ventral e aristas. De um modo geral, as espécies do centro e norte do Brasil apresentam uma descontinuidade morfológica mais acentuada do que as da Região Sul, podendo mais facilmente serem diferenciadas no campo. É apresentada uma lista das espécies confirmadas, sua distribuição geográfica e uma discussão sobre a importância dos 7 caracteres taxonómicos mencionados acima, os quais são ilustrados.

    Abstract in English:

    Thirty four species of Aristida L. were confirmed so far for Brazil, 13 of them exclusives of this area. Most are related to two general patterns of geographical distribution: the tropical and the subtropical. Both include species with a broad distribution and species with a limited distribution. Seven taxonomic characters are analysed and correlated to the species distribution: type of inflorescence; relative lenght of the glumes; and lemma: column, callus, articulation, ventral groove and awns. As a general rule, the species which occur in Northern and Central Brazil present a more remarkable morphological discontinuity than the species from the South, and can more easily be differentiated in the field. A list of the species, their geographical distribution and a discussion about the 7 taxonomic characters mentioned above, including illustrations of the latter, are presented.
  • Diversity and biogeography of neotropical bamboos (Poaceae: Bambusoideae)

    Clark, Lynn G

    Abstract in Portuguese:

    O presente trabalho analisa a distribuição geográfica dos bambus do Novo Mundo. Por questões práticas, os bambus foram divididos em dois grupos: os bambus lenhosos e os herbáceos, essas categorias entretanto, nem sempre refletem relacionamentos filogenéticos, pois embora as Bambuseae incluam todos os bambus lenhosos, sendo portanto provavelmetne monofiléticos, os bambus herbáceos são classificados em oito tribos. No Novo Mundo, (incluindo os taxa ainda não descritos) existem cerca de 45-46 gêneros e aproximadamente 515 espécies. Desses gêneros, apenas dois: Arundinaria e Streptogyna não são exclusivamente neotropicais. A área de maior endemismo e diversidade do grupo, está nas florestas costeiras da Bahia, Brasil. Nesta região são encontrados 22 gêneros, representando 48% de todos os gêneros neotropicais e desses, 5 são exclusivos desta região da Bahia.

    Abstract in English:

    The present paper analyses the distribution of bamboos in New World. For convenience, bamboos are divided into two broad groups, the woody bamboos and the herbaceous bamboos. These categories do not necessarily reflect phylogenetic relationships among bamboo groups. The Bambuseae includes all of the woody bamboos and is probably monophyletic, whereas the herbaceous bamboos are classified into eight tribes. In the New World (including underscribed taxa), 45-46 genera and approximately 515 species are represented; only two genera: Arundinaria and Streptogyna are not exclusively neotropical. The area of greatest endemism and diversity is the humid coastal forests of Bahia, Brazil. 22 genera have been found in this relatively small area, representing 48% of all New World genera. Five of the 22 genera are endemic to the Bahia coastal forests.
  • Padrões de distribuição geográfica dos gêneros de Eriocaulaceae

    Giulietti, Ana Maria; Hensold, Nancy

    Abstract in Portuguese:

    São apresentados neste trabalho, os padrões de distribuição geográfica dos gêneros de Eriocaulaceae, com ênfase nos gêneros americanos. A divisão genérica da família especialmente na região neotropical ainda não é definitiva, porém existem alguns padrões de distribuição que podem ser detectados. Os nove gêneros americanos, incluem-se em quatro padrões gerais de distribuição: amplamente distribuídos nos trópicos; amplamente distribuído na Africa e América do Sul; limitado a América do Norte; limitado a América do Sul.

    Abstract in English:

    A review of the distribution patterns of the genera of Eriocaulaceae are presented. The present state of the systematics of the family in the Neotropics does not allow for conclusive interpretations on the geographical distribution, but the nine American genera fall into four broad distributional categories: widely distributed throughout the tropics; widely distributed in Africa and Neotropics; limited to North America and limited to South America. These distributions are discussed and interpreted.
  • The diversity and distribution of Heliconia (Heliconiaceae) in Brazil

    Kress, John

    Abstract in Portuguese:

    É apresentada uma revisão filogenética das Zingiberales e os padrões de distribuição geográfica e a diversidade das Heliconia são apresentados. Para o gênero são referidos 65 nomes de espécies dos quais provavelmente 28 sejam sinonímias. Das 37 espécies restantes, existe controvérsia pelo menos para oito delas. Duas áreas de distribuição de espécies de Heliconia são apresentadas para o Brasil: a bacia amazônica (21 espécies) e a floresta costeira Atlântica (20 espécies).

    Abstract in English:

    A review of the phylogenetic relationships of the Zingiberales is presented and the distribution patterns and diversity of Heliconia are discussed. Sixty-five species names have been applied to the heliconias that occur in Brazil. Of these 65 names, 28 are generally recognized synonyms. Of the remaining 37 species of Brazilian Heliconia, some controversy exists over the taxonomic status of at least eight. Two primary areas of distribution of species of Heliconia exist in Brazil: the Amazon basin (21 species) and the Atlantic coastal forest (20 species).
  • Diversidade e distribuição geográfica das espécies de Orthophytum (Bromeliaceae)

    Wanderley, Maria das Graças Lapa

    Abstract in Portuguese:

    Neste trabalho são apresentados padrões de distribuição geográfica e caracteres diagnósticos das espécies de Orthophytum (Bromeliaceae). O gênero Orthophytum possui 17 espécies distribuídas disjuntamente no centro e no leste do Brasil. A maioria das espécies ocorre na Cadeia do Espinhaço. Algumas delas mostram extremo endemismo, ocorrendo em uma única serra.

    Abstract in English:

    The distribution patterns of the genus Orthophytum (Bromeliaceae) are reviewed, and diagnostic characters given for the 17 species with disjunct occurrence in areas of Central and Eastern Brazil. Most of these species are found in the Serra do Espinhaço, and in some cases reveal extreme endemism within highly restricted areas.
  • Diversidade taxonômica e distribuição geográfica das Orchidaceae brasileiras

    Barros, Fábio de

    Abstract in Portuguese:

    Orchidaceae é uma das maiores famílias do Reino Vegetal, e sua distribuição geográfica obedece a limites definidos já a nivel de sub-famílias. O genero Laelia, com 7 seções das quais 5 ocorrentes no Brasil, apresenta características evolutivas interessantes, principalmente a sect. Parviflorae, que ocorre predominantemente em Minas Gerais e que representa um exemplo de "evolução explosiva" ainda em andamento. Os tratamentos taxonómicos dados a cada diferente grupo dentro da família não se apresentam uniformes, o que leva à aceitação de um grande número de gêneros pequenos em alguns grupos e de poucos gêneros grandes e complexos, em outros grupos.

    Abstract in English:

    Orchidaceae is one of the largest plant families, and each of its subfamilies have a delimited distribution. The genus Laelia, with 7 subsections, 5 of which occuring in Brazil, shows interestingly evolutionary characteristics. Laelia sect. Parviflorae, which occurs mainly in Minas Gerais (Brazil) is an example of "explosive evolution" still in process. The taxonomic treatment of the orchid family is not uniform from taxa to taxa which leads to many small genera in some groups and few large genera in some other groups.
Sociedade Botânica do Brasil SCLN 307 - Bloco B - Sala 218 - Ed. Constrol Center Asa Norte CEP: 70746-520 Brasília/DF - Alta Floresta - MT - Brazil
E-mail: acta@botanica.org.br