VALOR DIAGNÓSTICO DA PROTEÍNA C-REATIVA E A INFLUÊNCIA DA GORDURA VISCERAL EM PACIENTES COM OBESIDADE E APENDICITE AGUDA

Adham do Amaral e CASTRO Thelma Larocca SKARE Fernando Ide YAMAUCHI Adriano TACHIBANA Suheyla Pollyana Pereira RIBEIRO Eduardo Kaiser Ururahy Nunes FONSECA Andressa Tamy SAKUMA Milena Rocha PEIXOTO Mariana Athaniel Silva RODRIGUES Maria Angela M. BARREIROS Sobre os autores

RESUMO

Racional:

A proteína C reativa (PCR) é um dos marcadores inflamatórios com maior acurácia na apendicite aguda (AA). A obesidade leva a um estado pró-inflamatório com PCR aumentada, o que pode interferir na interpretação deste teste de laboratório na AA.

Objetivo:

Avaliar a sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo (VPP) e valor preditivo negativo (VPN) da PCR em pacientes com AA e sua correlação com o índice de massa corporal (IMC) e a composição da gordura corporal.

Métodos:

Este é um estudo retrospectivo baseado em registros clínicos e estudos de imagem de 191 indivíduos histopatologicamente confirmados com AA em comparação com 249 controles que foram submetidos à tomografia computadorizada abdominal (TC). Dados clínicos e epidemiológicos, valores de IMC e PCR foram extraídos de registros médicos. As TC foram avaliadas para achados de AA e medidas de composição corporal.

Resultados:

Os valores da PCR aumentaram de acordo com o IMC dos pacientes, com sensibilidade variável de 79,78% em indivíduos com IMC normal ou magro, 87,87% em excesso de peso e 93,5% em indivíduos com obesidade. Um padrão semelhante foi observado para o VPN: um aumento com o aumento do IMC, 69,3% em indivíduos com IMC normal ou magro, 84,3% em excesso de peso e 91,3% em indivíduos com obesidade. Houve uma correlação positiva entre a PCR e a área de gordura visceral em pacientes com AA.

Conclusão:

Existem variações quanto à sensibilidade, especificidade, VPP e valores VPN da PCR em pacientes com AA, estratificados pelo IMC. Um aumento na área de gordura visceral está associado à PCR elevada em todo o espectro do IMC.

DESCRITORES:
Apendicite; Tomografia; Obesidade; Mediadores da inflamação

Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Av. Brigadeiro Luiz Antonio, 278 - 6° - Salas 10 e 11, 01318-901 São Paulo/SP Brasil, Tel.: (11) 3288-8174/3289-0741 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revistaabcd@gmail.com