REMOÇÃO ENDOSCÓPICA DE UM CORPO ESTRANHO EXCLUSIVO DO ESTÔMAGO: UM RELÓGIO DE PULSO

Omer Faruk OZKAN Sukru TAS Erdem AKBAL Sobre os autores

DESCRITORES:
Endoscopia; Corpos Estranhos; Estômago

INTRODUÇÃO

A ingestão de corpo estranho é um problema importante em adultos com distúrbios psicológicos. Na literatura, foram relatados ingestão de peixe, garfo e vários elementos metálicos. A primeira tentativa, após o diagnóstico, é a remoção endoscópica11 Goh YM, Shapey IM, Riyad K. Gastric perforation secondary to ingestion of a plastic bag. Ann R Coll Surg Engl. 2016 Feb;98(2):e29-30.. A abordagem cirúrgica é necessária em sua falha. Neste trabalho é apresentada uma remoção endoscópica bem-sucedida de um relógio de pulso que foi ingerido por um paciente surdo.

RELATO DE CASO

Homem de 25 anos, surdo, internado no pronto-socorro com queixa de dor abdominal e impossibilitado de comunicar qualquer coisa de sua história clínica. O exame físico era normal, exceto sensibilidade epigástrica. Os resultados laboratoriais eram normais. Radiografia simples do abdome revelou um objeto metálico de formato circular no estômago e vários outros objetos metálicos no trato gastrintestinal (Figura 1A). Endoscopia gastrointestinal de emergência foi planejada e, durante o procedimento, um relógio de pulso no estômago foi visualizado e removido com sucesso com uma abordagem endoscópica direta utilizando overtube (Figura 1B).

FIGURA 1
A) Radiografia simples abdominal mostrando um relógio; B) imagem endoscópica do relógio no estômago

DISCUSSÃO

Atraso no diagnóstico e na extração de objetos estranhos pontiagudos ou grandes podem levar a complicações graves, incluindo laceração da mucosa, obstrução, hemorragia e perfuração. A esofagogastroduodenoscopia terapêutica com overtube esofágico deve ser a primeira escolha para a recuperação de corpos estranhos de grande porte para evitar tratamento cirúrgico.

Referências bibliográficas

  • 1
    Goh YM, Shapey IM, Riyad K. Gastric perforation secondary to ingestion of a plastic bag. Ann R Coll Surg Engl. 2016 Feb;98(2):e29-30.
  • 2
    Ikenberry SO, Jue TL, Anderson MA, et al. Management of ingested foreign bodies and food impactions. Gastrointest Endosc 2011;73: 1085-9.
  • 3
    Li ZS, Sun ZX, Zou DW, et al. Endoscopic management of foreign bodies in theupper-GI tract: experiencewith 1088 cases in China. Gastrointest Endosc 2006;64:485-92.

  • Fonte de financiamento:

    não há

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    26 Ago 2019
  • Data do Fascículo
    2019

Histórico

  • Recebido
    01 Jun 2017
  • Aceito
    06 Fev 2019
Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Av. Brigadeiro Luiz Antonio, 278 - 6° - Salas 10 e 11, 01318-901 São Paulo/SP Brasil, Tel.: (11) 3288-8174/3289-0741 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revistaabcd@gmail.com