O PAPEL DOS MARCADORES IMUNOINFLAMATÓRIOS NO PROGNÓSTICO E RESSECABILIDADE DO ADENOCARCINOMA PANCREÁTICO

Tatiana Falcão EYFF Henrique Rasia BOSI Mariana Sandrin TONI Mariana Blanck ZILIO Carlos Otavio CORSO Vivian Pierri BERSCH Alessandro Bersch OSVALDT Sobre os autores

RESUMO

Racional:

O adenocarcinoma pancreático apresenta alta taxa de mortalidade. Uma ferramenta que possa predizer adequadamente o seu prognóstico é fundamental para melhor estratificação de risco. A razão neutrófilos/linfócitos e suas adaptações e a razão plaquetas/linfócitos tem se mostrado promissores para este fim.

Objetivo:

Avaliar o valor prognóstico das razões neutrófilos/linfócitos, neutrófilos/linfócitos derivada e plaquetas/linfócitos, analisar os pontos de corte mais adequados e investigar sua utilidade como fator preditivo de ressecabilidade.

Métodos:

Foram coletados dados de pacientes com adenocarcinoma pancreático atendidos no Hospital de Clínicas de Porto Alegre entre 2003 e 2013. As razões estudadas foram determinadas com base nos hemogramas coletados na internação e após dois ciclos de quimioterapia paliativa.

Resultados:

As razões neutrófilos/linfócitos basal, neutrófilos/linfócitos derivada basal e plaquetas/linfócitos basal não tiveram impacto prognóstico na sobrevida (p=0,394, p=0,152, p=0,177 respectivamente). No subgrupo submetido a quimioterapia paliativa, as razões neutrófilos/linfócitos, neutrófilos/linfócitos derivada e plaquetas/linfócitos após dois ciclos de tratamento mostraram-se fatores prognósticos para sobrevida global (p=0,003, p=0,009 e p=0,001 respectivamente). Os pontos de corte encontrados foram 4,11 para neutrófilos/linfócitos (sensibilidade 83% e especificidade 75%), 362 para plaquetas/linfócitos (sensibilidade 91% e especificidade 62,5%) e 2,8 para neutrófilos/linfócitos derivada (sensibilidade 87% e especificidade 62,5%). As razões neutrófilos/linfócitos, neutrófilos/linfócitos derivada e plaquetas/linfócitos não se mostraram estatisticamente significativas como preditores para ressecabilidade (p=0,88; p=0,99 e p=0,64 respectivamente).

Conclusões:

As razões neutrófilos/linfócitos, neutrófilos/linfócitos derivada e plaquetas/linfócitos são úteis como marcadores prognósticos de sobrevida global em pacientes com adenocarcinoma pancreático submetidos à quimioterapia paliativa. Seu uso como preditor de ressecabilidade não foi demonstrado.

DESCRITORES:
Carcinoma ductal pancreático; Prognóstico; Mediadores da inflamação

Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Av. Brigadeiro Luiz Antonio, 278 - 6° - Salas 10 e 11, 01318-901 São Paulo/SP Brasil, Tel.: (11) 3288-8174/3289-0741 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revistaabcd@gmail.com