Accessibility / Report Error

A BIOLOGIA EVOLUTIVA AJUDA NA COMPREENSÃO DA CIRURGIA METABÓLICA? UMA REVISÃO COM FOCO

Sergio SANTORO Caio G G AQUINO Filippe Camarotto MOTA Roberto Ferreira ARTONI Sobre os autores


A gastrectomia vertical e as funções diferentes do intestino

DESCRITORES:
Obesidade; Síndrome metabólica; Derivação gástrica; Receptor do peptídeo semelhante ao glucagon 1; Peptídeo inibidor gástrico


RESUMO

Introdução:

A rede de questões fisiológicas envolvidas na cirurgia metabólica é muito complexa. No entanto, a anatomia e fisiologia comparadas podem fornecer boas pistas sobre como o trato digestivo é moldado para alimentos mais ou menos calóricos, para mais ou menos fibras, para abundância e escassez.

Objetivo:

Selecionar e analisar dados de Ciências Evolucionárias e Anatomia e Fisiologia Comparadas que ajudam na compreensão da cirurgia metabólica.

Método:

Revisão focada da literatura, selecionando informações desses três campos de conhecimento em bancos de dados da Cochrane Library, Medline e SciELO, artigos e capítulos de livros em inglês e português, entre 1950 e 2019, usando como descritores “GIP, GLP-1, PYY, type 2 diabetes, vertebrates digestive system, hominid evolution, obesity, bariatric surgery”.

Resultado:

O trato digestivo de animais superiores mostra órgãos altamente especializados para digerir e absorver dietas específicas..A parte proximal, diante da escassez de açúcares, é basicamente dedicada à geração de açúcar a partir de diferentes substratos (gliconeogênese). As tarefas básicas do intestino proximal consistem em fornecer proporcionalmente açúcares livres, insulina e outros combustíveis e gerar elementos anabólicos no sangue, alguns deles obesogênicos. Limitar a ingestão pela saciedade, por diminuir o esvaziamento gástrico e limitar a elevação excessiva dos principais combustíveis (açúcar e gordura) no sangue são principalmente as tarefas metabólicas do intestino distal. Mudança rápida e profunda na composição da dieta humana causa elevação nas atividades endócrinas e metabólicas do intestino proximal e redução no intestino distal. Os modelos mais eficientes de cirurgia metabólica fazem ajustes nesse equilíbrio proximal-distal das atividades metabólicas intestinais.

Conclusão:

A cirurgia metabólica funciona basicamente fazendo ajustes nas atividades metabólicas do intestino proximal e distal que se assemelham à ação da seleção natural no desenvolvimento dos sistemas digestivos de animais superiores.

DESCRITORES:
Obesidade; Síndrome metabólica; Derivação gástrica; Receptor do peptídeo semelhante ao glucagon 1; Peptídeo inibidor gástrico

Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Av. Brigadeiro Luiz Antonio, 278 - 6° - Salas 10 e 11, 01318-901 São Paulo/SP Brasil, Tel.: (11) 3288-8174/3289-0741 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revistaabcd@gmail.com