DIRETRIZES DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CÂNCER GÁSTRICO (PARTE 1): ATUALIZAÇÃO SOBRE O DIAGNÓSTICO, ESTADIAMENTO, TRATAMENTO ENDOSCÓPICO E SEGUIMENTO

Leandro Cardoso BARCHI Marcus Fernando Kodama Pertille RAMOS Osmar Kenji YAGI Donato Roberto MUCERINO Claudio José Caldas BRESCIANI Ulysses RIBEIRO JÚNIOR Nelson Adami ANDREOLLO Paulo Pimentel ASSUMPÇÃO Antônio Carlos WESTON Ramiro COLLEONI NETO Bruno ZILBERSTEIN Sobre os autoresConsensoSobre o autor Álvaro Antônio Bandeira Ferraz Amir Zeide Charruf André Roncon Dias André Brandalise André Maciel da Silva Barlon Alves Carlos Alberto Malheiros Carlos Augusto Martinez Marins Celso Vieira Leite Daniel Szor Durval R. Wohnrath Elias Jirjoss Ilias Euclides Dias Martins Filho Fabio Pinatel Lopasso Felipe José Fernandez Coimbra Fernando E. Cruz Felippe Flávio Daniel Saavedra Tomasisch Flavio Roberto Takeda Geraldo Ishak Gustavo Andreazza Laporte Herbeth José Toledo Silva Ivan Cecconello Joaquim José Gama Rodrigues José Carlos Del Grande Laércio Gomes Lourenço Leonardo Milhomem da Motta Leonardo Rocha Ferraz Luis Fernando Moreira Luis Roberto Lopes Marcelo Garcia Toneto Marcelo Mester Marco Antônio Gonçalves Rodrigues Marineide Prudêncio de Carvalho Maurice Youssef Franciss Nora Manoukian Forones Oly Campos Corletta Osvaldo Antonio Prado Castro Osvaldo Malafaia Paulo Kassab Paulo Roberto Savassi-Rocha Rodrigo Jose de Oliveira Rubens Antonio Aissar Sallun Rui Weschenfelder Saint Clair Vieira de Oliveira Thiago Boechat de Abreu Tiago Biachi de Castria Williams Barra Wilson Luiz da Costa Júnior Wilson Rodrigues de Freitas Júnior

RESUMO

Racional:

O II Consenso Brasileiro de Câncer Gástrico da Associação Brasileira de Câncer Gástrico (ABCG) foi recentemente publicado. Nesta ocasião, inúmeros especialistas que atuam no tratamento desta doença expressaram sua opinião diante declarações apresentadas.

Objetivo:

Apresentar as Diretrizes da ABCG (Parte 1) quanto ao diagnóstico, estadiamento, tratamento endoscópico e seguimento dos pacientes com câncer gástrico.

Métodos:

Para formulação destas Diretrizes os autores realizaram extensa e atual revisão referente a cada declaração presente no II Consenso, utilizando as bases Medline/PubMed, Cochrane Library e SciELO com os seguintes descritores: câncer gástrico, estadiamento, tratamento endoscópico e seguimento. Ainda, cada declaração foi classificada de acordo com o nível de evidência e grau de recomendação.

Resultados:

Das 24 declarações, duas (8,3%) foram classificadas com nível de evidência A, 11 (45,8%) B e 11 (45,8%) C. Quanto ao grau de recomendação, seis (25%) declarações obtiveram grau de recomendação 1, nove (37,5%) grau 2a, seis (25%) 2b e três (12,5%) 3.

Conclusão:

As diretrizes aqui presentes têm a finalidade de auxiliar os profissionais que atuam no combate ao câncer gástrico com informações relevantes e atuais, permitindo que sejam aplicadas na prática médica diária.

DESCRITORES:
Câncer gástrico; Diretriz; Estadiamento; Tratamento endoscópico; Consenso; Seguimento

Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Av. Brigadeiro Luiz Antonio, 278 - 6° - Salas 10 e 11, 01318-901 São Paulo/SP Brasil, Tel.: (11) 3288-8174/3289-0741 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revistaabcd@gmail.com