Influência da nicotina durante a gestação e lactação na cicatrização da parede abdominal de ratos lactentes: estudo tensiométrico

Nicotine effects during pregnancy and lactation on abdominal wall healing of young offspring rats: tensiometric study

RACIONAL: O tabagismo na gestação acarreta prejuízos, devidamente reconhecidos e relatados, para o crescimento intra-uterino da criança. OBJETIVO: Avaliar a influência da nicotina, em relação à tensiometria (tensão, força máxima e força de ruptura), na cicatrização da parede abdominal de ratos lactentes nascidos e amamentados por ratas que receberam nicotina durante a gestação e lactação. MÉTODO: Ratas Wistar prenhas foram divididas aleatoriamente em dois grupos. Um recebeu nicotina (GN) via subcutânea na dose diária de 2mg/kg de peso durante a gestação e lactação O outro, controle (GC) recebeu solução fisiológica a 0,9% isovolumétrica, no mesmo período e via. Foram utilizados 60 ratos filhotes, divididos igualmente em dois grupos. Após o término do período de lactação (21 dias), todos foram submetidos à laparotomia transversa e ao fechamento da camada músculo-aponeurótica. Cada grupo foi dividido em dois subgrupos, com 15 animais cada, de acordo com o intervalo de tempo utilizado para a avaliação. As aferições foram realizadas no 7º (subgrupos C7 e N7) e no 21º dia (subgrupos C21 e N21) do pós-operatório, quando os animais foram sacrificados. Foram retirados os retalhos da parede abdominal contendo a linha de sutura, os quais tiveram avaliação tensiométrica computadorizada. A estatística foi baseada no modelo ANOVA, ao nível de significância de 5%. RESULTADOS: A avaliação tensiométrica do subgrupo N7 comparada ao C7 demonstrou redução da força máxima (0,391 ± 0,032kgf vs. 0,586 ± 0,041kgf, P=0,0060), da força de ruptura (0,393 ± 0,032kgf vs. 0,577 ± 0,051kgf, P=0,0047) e da tensão (0,029 ± 0,002kgf/mm2 vs. 0,036 ± 0,005kgf/mm2, P=0,0493). Entre o subgrupo N21 e C21, observou-se a diminuição da força de ruptura (0,421 ± 0,004kgf vs. 0,581 ± 0,002kgf, P=0,0007) e da tensão (0,053 ± 0,002kgf/mm2 vs. 0,066 ± 0,002kgf/mm2, P=0,0056). CONCLUSÃO: Observou-se efeito deletério da nicotina no período de gestação e lactação na cicatrização dos filhotes, de acordo com parâmetros tensiométricos.

Cicatrização; Gestação; Lactação; Laparotomia; Nicotina; Tensiometria


Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Av. Brigadeiro Luiz Antonio, 278 - 6° - Salas 10 e 11, 01318-901 São Paulo/SP Brasil, Tel.: (11) 3288-8174/3289-0741 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revistaabcd@gmail.com