Avaliação da terapêutica cirúrgica do divertículo faringoesofágico pela sutura mecânica

José Luis Braga de Aquino Marcelo Manzano Said José Francisco Salles Chagas Vânia Aparecida Leandro-Merhi Eusébio José Gallo-Junior Gustavo Nardini Cecchino Mayra Todeschini Assunção

RACIONAL: O divertículo faringoesofágico apresenta-se como distúrbio pouco frequente e é provável que este fato seja responsável pela dificuldade encontrada na escolha do método terapêutico mais eficaz. O tratamento cirúrgico ainda é a principal opção terapêutica. No entanto, há controvérsias quanto à técnica cirúrgica que garante melhores resultados. OBJETIVO - Avaliar a eficácia da diverticulectomia com miotomia do músculo cricofaríngeo pela sutura mecânica linear no tratamento cirúrgico do divertículo faringoesofágico em uma série de pacientes no tocante às suas complicações locais e sistêmicas. MÉTODO: Foram atendidos 19 pacientes com divertículo de Zenker. Todos apresentavam as condições clínicas necessárias e preenchiam os critérios de elegibilidade para realização do procedimento cirúrgico. Após a diverticulectomia com sutura mecânica todos foram submetidos a avaliação pós-operatória no sentido de identificar a manifestação de qualquer tipo de complicação. Os pacientes foram estudados retrospectivamente através da análise de prontuários e descrição da internação hospitalar realizada no momento da operação e da evolução ambulatorial. RESULTADOS: A totalidade apresentou resultados satisfatórios, sem evidência de fístula ao nível da sutura da faringe no período pós-operatório precoce. Somente dois indivíduos perderam seguimento na avaliação tardia e um desenvolveu estenose faríngea revertida com dilatação endoscópica. Todos referiram estar satisfeitos com o procedimento empregado e relataram melhora na qualidade de vida ao final do seguimento, proporcionada pelo retorno da deglutição. CONCLUSÃO: A diverticulectomia com a miotomia do músculo cricofaríngeo e posterior fechamento da faringe com sutura mecânica linear mostrou-se técnica eficaz, com poucas complicações pós-operatórias e melhora significativa na qualidade de vida.

Divertículo faringoesofágico; Divertículo de Zenker; Suturas mecânicas


Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Av. Brigadeiro Luiz Antonio, 278 - 6° - Salas 10 e 11, 01318-901 São Paulo/SP Brasil, Tel.: (11) 3288-8174/3289-0741 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revistaabcd@gmail.com