Accessibility / Report Error

FATORES PROGNÓSTICOS DA COLECTOMIA ESQUERDA PARA CÂNCER DE CÓLON: EXPERIÊNCIA DE DEZ ANOS DE UMA INSTITUIÇÃO UNIVERSITÁRIA

RESUMO

Racional:

O câncer colorretal é o terceiro câncer mais comum no mundo. No Brasil é a principal causa no trato gastrointestinal.

Objetivo:

Avaliar os fatores de riscos pré, peri e pós-operatório para recorrência e sobrevida global de pacientes com câncer de cólon esquerdo operado durante um período de dez anos.

Métodos:

Os pacientes com câncer de cólon esquerdo operados foram retrospectivamente avaliados. Os seguintes fatores foram estudados: gênero, idade, localização do tumor, estádio T, número de linfonodos, estágio N, estágio M, tipo histológico e diferenciação tumoral. Foi analisada a influência desses fatores na sobrevida global de cinco anos.

Resultados:

173 pacientes foram submetidos à colectomia para câncer de cólon esquerdo. O gênero masculino predominou com 50,9%. A média de idade foi de 60,8 anos. Quinze (8,7%) tumores foram localizados no ângulo esplênico, 126 (72,8%) no sigmóide e 32 (18,5%) e no descendente. A média do tempo de internação foi de sete dias. A sobrevida média foi de 47,5 meses. Aos 60 meses sete doentes (4%) perderam o seguimento, 38 (21,9%) faleceram e 135 (78%) estavam vivos. O tempo de sobrevida global foi de 48 meses.

Conclusão:

Os estádios avançados (T3-T4, N e M+) foram os únicos fatores associados à menor sobrevida em longo prazo em câncer de cólon esquerdo.

DESCRITORES :
Cirurgia colorretal; Neoplasias do cólon sigmoide; Procedimentos cirúrgicos; Linfonodos

Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Av. Brigadeiro Luiz Antonio, 278 - 6° - Salas 10 e 11, 01318-901 São Paulo/SP Brasil, Tel.: (11) 3288-8174/3289-0741 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revistaabcd@gmail.com