ABCD. Arquivos Brasileiros de Cirurgia Digestiva (São Paulo), Volume: 22, Issue: 2, Published: 2009
  • Certification in surgery of the alimentary tract Editorial

    Pinotti, Henrique Walter
  • Apendicite aguda: análise institucional no manejo peri-operatório Artigos Originais

    Franzon, Orli; Piccoli, Maria Claudia; Neves, Thaís Torres; Volpato, Marília Granzotto

    Abstract in Portuguese:

    RACIONAL: Apendicite aguda é a causa mais comum de abdômen agudo, responsável por elevada morbidade. Uma vez que o diagnóstico correto e precoce permanece um desafio, a compreensão de seu manejo peri-operatório é fundamental. OBJETIVO: Descrever o perfil clínico e avaliar o manejo peri-operatório de pacientes adultos submetidos à apendicectomia laparotômica. Métodos - Foram analisados prospectivamente 88 pacientes submetidos à apendicectomia no período de nove meses. Todos os pacientes foram operados por laparotomia, e o tratamento cirúrgico instituído obedeceu ao padrão convencional de ressecção cirúrgica por incisão Davis-Rockey, McBurney ou mediana infra-umbilical. Foi realizada análise descritiva das prevalências segundo idade, sexo, sintomatologia e resultados de exames de imagem. Antibioticoterapia foi realizada com ciprofloxacin + metronidazol ou ampicilina-sulbactam. Os pacientes foram acompanhados durante o período de internação quanto à ocorrência de complicações precoces e tempo de permanência hospitalar. RESULTADOS: Trinta pacientes foram submetidos à ultrassonografia (56,7% mulheres) e cinco à tomografia computadorizada - todos do sexo feminino. O leucograma diferencial foi diretamente relacionado com fases avançadas de apendicite, guardando relação com aumento do número de bastões e segmentados e queda no número de eosinófilos e linfócitos. Sessenta pacientes (67%) fizeram antibioticoterapia e 38,33% deles tiveram perfuração apendicular. Complicações ocorreram em 23,8% dos casos, sendo que 11,4% relacionadas à infecção de ferida operatória em maior proporção relacionadas às fases avançadas de apendicite. CONCLUSÃO: Quanto maior a porcentagem de formas jovens na contagem leucocitária, mais avançada está a fase do processo inflamatório apendicular. As mulheres utilizam a ultrassonografia abdominal para esclarecimento diagnóstico em maior número do que os homens. Quanto mais avançado o estágio de evolução da apendicite, maior a prevalência de complicações.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Acute appendicitis is one of the most common cause of acute abdomen and is responsible for high morbidity. Correct diagnosis remains a challenge, thus accurate perioperative assessment is important in planning surgical therapy. AIM: To evaluate institutional findings in perioperative workup, operative approach and adverse outcomes in patients who underwent open surgical intervention for acute appendicitis. METHOD: A prospective chart was performed of 88 adults patients undergoing open appendectomy. Variables compared were imaging methods and laboratory evaluation, pathologic findings and early complications. Statistical analysis was performed by SPSS 8.0 and EpiInfo6.0. RESULTS: Thirty patients underwent ultrassonography (56,7% females) and five computorized tomography (all women). The differencial white cell count was directly related to more advanced phases regarding increased of "stabs", segmented and eosinophyls/lymphocytes decrease (P>0,005). Sixty (67%) patients used antibiotic therapy and 38,33% of them had perforated appendicitis. Was found 23,8% of complications, 11,4% was wound infections and patients with perforated appendicitis. CONCLUSION: Females demand more imaging methods. The differencial white cell count in complicated appendicitis has an increment in less mature neutrophils and reduction of the eosinophils and lymphocytes. Advanced phases has increase risk of early complications mainly superficial wound infections and shows more prevalence in using.
  • Caracterização da voz do indivíduo portador de obesidade mórbida Artigos Originais

    Cunha, Maria Gabriela Bernardo da; Passerotti, Gustavo Haruo; Weber, Raimar; Zilberstein, Bruno

    Abstract in Portuguese:

    RACIONAL: A obesidade é doença crônica e grave com crescimento alarmante em todo o mundo e de interesse na saúde pública. Existe alteração no comportamento vocal destes pacientes e ele é pouco estudado. OBJETIVO: Caracterizar prospectivamente a voz de indivíduos portadores de obesidade mórbida comparando-a com a de não obesos. MÉTODOS: Estudo prospectivo de 45 indivíduos adultos voluntários, 14 homens e 31 mulheres com idade média de 43 anos variando de 20 a 63 anos. Todos apresentavam IMC acima de 35 Kg/m2 constituindo o grupo em estudo (GO) Para cada indivíduo do GO foi selecionado também um indivíduo adulto voluntário, proveniente da população geral do ambulatório de otorrinolaringologia com IMC abaixo de 30 Kg/m2, constituindo o grupo controle (GN). Os critérios de exclusão foram diagnóstico de lesões neoplásicas malignas em cabeça e pescoço ou operações prévias da região orofaríngea. Fooram submetidos a exame laringológico e à gravação da voz. Também submeteram-se à avaliação subjetiva perceptivo-auditiva da qualidade vocal, através da escala GIRBAS e a aspereza, o estrangulamento no final das. A análise acústica foi realizada objetivamente utilizando os softwares Vox Metria versão 4.0.47 e PRAAT, fornecendo a frequência fundamenta, jitter, shimmer, ruído e tempo máximo fonatório. RESULTADOS: Observou-se que os grupos foram homogêneos em relação ao sexo, idade, tabagismo e altura, mas significativamente diferentes em relação ao peso e IMC (P<0,001). Os achados laringoscópicos em ambos os grupos mostraram que 26,7% dos obesos tinham laringoscopia alterada contra 13,3% dos não obesos. Sinais laríngeos sugestivos de RLF foram significativos para o GO (P<0,042). A análise perceptivo-auditiva revelou que o grau da disfonia, a instabilidade, a rouquidão, a soprosidade, a astenia, a tensão e a aspereza tiveram alterações altamente significantes para o GO (P=0,001 ou 002). O estrangulamento ao final das emissões, bem como a ressonância da produção vocal foi significante (P=0,001) comprometendo o GO. Na análise acústica notou-se que o jitter, shimmer, ruído e o tempo máximo fonatório apresentaram significância alta comprometendo o GO. CONCLUSÃO: A voz do indivíduo portador de obesidade mórbida apresenta alterações significantes quanto às características vocais em relação aos indivíduos não obesos, caracterizando a voz do obeso como rouca, soprosa, instável, estrangulada e com tempos máximos fonatórios reduzidos.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Obesity is a chronic disease with public health interest. Voice disturbance is common in this group. AIM: To compare the voice between the morbid obese patients with the non obese. METHODS: Prospective trial with 45 adult volunteers with 43 years old median age with BMI>35 Kg/m² as study group and a control group in the same number but with BMI<30 Kg/m². Exclusion criteria were tumor in head and neck or previous operations in oropharynx. All had laryngoscopy and voice recording. They were submitted to GIRBAS score. Acoustic analysis was done based on Vox Metria software and PRAAT. RESULTS: Laryngoscopy showed alterations in 26,7% of the obese group and 13,3% in controls. The GIRBAS score was highly significant to the obese group. Acoustic alterations were also significant in the obese group. CONCLUSION: The patients with morbid obesity have significant alterations in voice caracteristics in comparison to the ones normal in weight.
  • Processo cicatricial de sutura em ceco com os fios polipropilene, poliglecaprone 25 e glicomer 60 em ratos Artigos Originais

    Nomura, Luiz Masakatso; Ribas-Filho, Jurandir Marcondes; Malafaia, Osvaldo; Dietz, Ulrich Andreas; Skare, Thelma Laroka; Kume, Marcio Hiroaki

    Abstract in Portuguese:

    RACIONAL: A despeito de grandes avanços na elucidação dos fatores locais e gerais que interferem na cicatrização, o estado atual ainda não permite dispensar o uso do fio de sutura em intervenções cirúrgicas e a busca pelo fio ideal ainda continua. OBJETIVO: Avaliar suturas em ceco de ratos realizadas com fio monofilamentar absorvível de glicomer 60 (Monosyn®), em relação aos fios polipropilene (Prolene®) e poliglecaprone 25 (Monocryl®). MÉTODO: Foram utilizados 72 ratos Wistar, divididos em três grupos de 24 denominados grupo polipropilene, poliglecaprone e glicomer. Os animais de cada grupo foram distribuídos em três subgrupos de oito e avaliados no 3º, 7º e 14º dias de pós-operatório. Os parâmetros estudados foram: teste de resistência à insuflação de ar atmosférico; aspectos macroscópicos; as características histológicas e taxa de hidroxiprolina tecidual. RESULTADOS: O teste de resistência à insuflação de ar atmosférico apresentou baixos valores no 3º dia, com elevação no 7º, mantendo-se nos mesmos níveis no 14º dia, sendo semelhantes em todos os fios estudados. Na análise estatística, não se observou diferença significativa entre os grupos no 3º, 7º e 14º dias de pós-operatório, porém houve aumento significativo da pressão auferida, comparando-se os dias 3 e 7, em todos os grupos. Na análise histológica, avaliada quanto aos aspectos de reação inflamatória, proliferação fibroblástica, colagenização, coaptação das bordas e reepitelização, houve no 7º dia significativamente mais animais do grupo polipropilene com colagenização moderada em relação aos grupos poliglecaprone e glicomer. Os demais resultados não diferiram entre os fios estudados. Na determinação da taxa de hidroxiprolina tecidual, obteve-se a menor taxa nos subgrupos de 3º dia de pós-operatório, de todos os três grupos estudados, observando-se assim paralelismo com o ganho de resistência tênsil à insuflação de ar. CONCLUSÃO: O fio de Monosyn® equiparou-se, nos parâmetros estudados, aos fios de Prolene® e Monocryl® na realização de sutura em ceco de ratos.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Surgeons are still looking for the ideal suture material, although the progress during the last decades. AIM: To compare cecorrhaphy in rats with three different sutures: polypropylene (Prolene®), polyglecaprone 25 (Monocryl®) and glycomer 60 (Monosyn®). METHOD: Seventy-two Wistar rats were divided into three groups of 24 each (polypropylene, polyglecaprone and glycomer groups). Within each group, the animals were assigned to three subgroups and assessed on the 3rd, 7th and 14th postoperative day. The parameters studied were the bursting strength, macroscopic mucosal healing, histology and tissue hydroxyproline rate. RESULTS: The bursting strength had its lower values on the 3rd postoperative day, with significant higher values on the 7th and 14th; there was no difference among groups. In the overall, the histological analysis of the inflammatory reaction, fibroblast proliferation, collagen formation, border attachment and re-epithelization showed the same pattern among the three groups and sub-groups; only on day 7, there was seen a significant higher collagen formation in polypropylene group than polyglecaprone and glycomer groups. The tissue hydroxyproline rate was significant lower in the sub-groups of the 3rd postoperative day, in all of the three studies groups, with increase on days 7 and 14. There was a parallel gain in bursting strength and neo-collagen formation. CONCLUSION: There was no difference among glycomer 60, polypropylene and polyglecaprone sutures in performing cecorrhaphy in rats between days 3 and 14, according to the evaluated parameters.
  • Regeneração do fígado de ratos após oclusão parcial da drenagem venosa hepática Artigos Originais

    Aguiar, Luiz Roberto Farion de; Nassif, Paulo Afonso Nunes; Ribas, Carmen Australia Paredes Marcondes; Nascimento, Marcelo Mazza do; Wiederker, Julio Cesar; Pachnicki, Jan Pawel Andrade; Stieven-Filho, Edmar

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: A regeneração hepática é um mecanismo para superar a perda de tecido funcional do fígado. Este processo é estudado através de diferentes métodos. OBJETIVO: Avaliar o efeito da oclusão parcial da drenagem venosa hepática sobre a regeneração do fígado remanescente de ratos submetidos à hepatectomia parcial. MÉTODO: Foram colhidas biópsias de fígado em 30 ratos Wistar machos, e a seguir realizada hepatectomia a dois terços. Os animais foram divididos em três grupos: um grupo controle e dois grupos de estudo, submetidos a diferentes graus de estenose da veia hepática direita. Após 96 horas do estímulo para regeneração hepática, todos submeteram-se à outra biópsia hepática. Analisaram-se os fragmentos por imunoistoquímica para os marcadores Ki-67 e fator de von Willebrand. Para a leitura das amostras utilizou-se o sistema SAMBA 4000. A deposição de colágeno foi avaliada pela coloração tricrômico de Masson. RESULTADOS: A proliferação celular dos animais submetidos à hepatectomia parcial e estenose moderada ou severa da veia hepática direita persistiu mais elevada quando comparada ao grupo controle. O Índice de Marcação para o Ki-67 foi significativamente mais elevado após a hepatectomia nos grupos submetidos à oclusão parcial da veia hepática, tanto moderada quanto severa. A expressão de fator de von Willebrand estava diminuída após a hepatectomia parcial nos três grupos. Houve pouco depósito de colágeno no tecido hepático nos animais dos dois grupos com estenose da veia hepática direita. CONCLUSÃO: A oclusão parcial da drenagem venosa hepática em ratos submetidos à hepatectomia parcial prolonga o tempo de proliferação de células hepáticas quando comparado aos animais com veias de calibre normal. Como consequência, também houve atraso na restauração da matriz extracelular e na formação de novos vasos sinusoidais.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Hepatic regeneration is a mechanism to overcome the loss of liver functional tissue. This process has been studied through different methods. AIM: To evaluate the effect of the partial occlusion of the hepatic venous drainage on the regeneration of the remainder livers in rats submitted to partial hepatectomy. METHOD: Liver biopsies from 30 male Wistar rats were collected, and after they were submitted two-third hepatectomy. The animals were divided in three groups: a control group and two study groups, which were submitted to different degrees of the right hepatic vein stenosis. After 96 hours of the stimulation for regeneration all rats were submitted to another hepatic biopsy. The analysis of the fragments was performed by immunohistochemistry for the Ki-67 and von Willebrand factor markers. The reading of the samples was done using the SAMBA 4000 system. Collagen deposition was evaluated by the trichromic Masson's staining. RESULT: The cellular proliferation of the animals submitted to partial hepatectomy and stenosis of the right hepatic vein persists higher when compared to control group. The Label Index for Ki-67 was significantly higher post-hepatectomy in groups submitted to hepatic vein partial occlusion. The expression of von Willebrand factor was strongly decreased after the hepatectomy in all groups. There was little deposit of collagen in the hepatic tissue of animals with hepatic vein stenosis. CONCLUSION: Partial occlusion of the hepatic venous drainage in rats submitted to partial hepatectomy prolongs the time of hepatic cells proliferation when compared to the animals with vein of normal caliber. Consequently, there will be also a delay in the restoration of the extracellular matrix and in the formation of new sinusoidal vessels.
  • Gastric volvulus: A review of 38 cases Orginal Articles

    Jacob, Carlos Eduardo; Lopasso, Fábio Pinatel; Zilberstein, Bruno; Bresciani, Cláudio José Caldas; Kuga, Rogério; Cecconello, Ivan; Gama-Rodrigues, Joaquim José

    Abstract in Portuguese:

    RACIONAL: O volvo gástrico é frequentemente condição assintomática e diagnosticado em exame radiológico feito por outras causas. A forma aguda, no entanto, pode ter consequências graves e letais. Ele é definido como rotação anômala do estômago nele próprio e classificado de acordo com o tipo, extensão, direção, causa e apresentação clínica. OBJETIVO: Apresentar aspectos clínicos e morfológicos de volvos gástricos. em 38 pacientes. MÉTODOS: Análise retrospectiva onde foram coletadas informações registradas sobre 38 pacientes a cerda da idade, surgimento do primeiro sintoma, gênero, principais achados clínicos, de exames complementares, tipo do volvo, causa, procedimentos terapêuticos, recidivas e evolução tardia. RESULTADOS: Em 75,8% o volvo foi secundário Na maioria dos pacientes a opção de tratamento foi cirúrgica. Ele era crônico em 29 e agudo em quatro pacientes. O tratamento conservador foi indicado somente aos sem condições clínicas para operações. Gastropexia anterior foi associada à alta taxa de recidiva. A sutura da pequena curvatura gástrica à cápsula hepática e cólon transverso na fossa subfrência esquerda (operação de Tanner) parece ser o tratamento de escolha nos volvos primários. CONCLUSÃO: O tratamento do volvo gástrico deve ser feito sob medida caso a caso e de acordo com a causa da doença.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Gastric volvulus is frequently an asymptomatic disease, and it is usually diagnosed during radiographic examination of the superior digestive tract. The acute form, however, can spawn serious and lethal clinical consequences. This disease is defined by the anomalous rotation of the stomach over itself, and it can be classified according to type, extension, direction, etiology, and clinical presentation. AIM: To review the records from 38 patients with gastric volvulus diagnosed in the Hospital das Clínicas of University of São Paulo between 1968 and 2001. METHODS: This is retrospective analysis of 38 patient records. It was collected from each patient: name, age of first symptom appearance, gender, main clinical findings and complementary exams, volvulus type, extension, direction, etiology, and clinical presentation, therapeutic procedures, type of surgery performed, eventual recurrence, and long-term evolution. RESULTS: It was observed that occurrences of gastric volvulus are mainly secondary (75.8%). For the majority of patients (n=33), surgery was chosen as the treatment option: chronic disease in 29 cases and acute in four. Conservative treatment was reserved only for patients with no clinical conditions to surgical treatment. Anterior gastropexy was associated to high recurrence rates. Suturing the low gastric curve to the hepatic capsule and the transverse colon to the left subphrenic space (Tanner´s operation) seemed to be the technical treatment of choice for primary gastric volvulus. CONCLUSION: Treatment of gastric volvolus must be tailored according the etiology of the disease.
  • Tratamento da doença de Crohn com infliximabe: primeira opção? Artigos Originais

    Malheiros, Anna Paula Rocha; Teixeira, Magaly Gemio; Scanavini Neto, Arceu; Silva Filho, Edésio Vieira; Rodrigues, Leonardo Correa de Oliveira; Thierry, Roberta; Nahas, Sergio; Cecconello, Ivan

    Abstract in Portuguese:

    RACIONAL: A doença de Crohn é uma inflamação crônica do trato gastrointestinal ainda de difícil tratamento. Há busca permanente de novos agentes que possam colaborar com a melhoria dos resultados. O infliximabe é um anticorpo monoclonal quimérico anti-fator de necrose tumoral alfa e está indicado na doença de Crohn refratária e fistulizante. OBJETIVO: Observar os resultados do tratamento da doença de Crohn com o anti-fator de necrose tumoral alfa. MÉTODOS: Estudo prospectivo de 60 doentes com doença de Crohn no período de seis anos. Foram considerados como critérios de exclusão: infecção atual ou nos últimos três meses; diagnóstico de tuberculose; quadro clínico e/ou radiológico de oclusão intestinal parcial ou total; gravidez ou amamentação. Todos os doentes foram previamente submetidos à radiografia do tórax, leucograma e intradermo reação para tuberculose. Foram tratados com infliximabe na dose de 5mg/kg de peso, aplicado por via endovenosa a intervalos de dois meses. Os doentes foram divididos em três grupos de acordo com o tempo de doença, isto é, grupo 1 aqueles com até cinco anos de diagnóstico, grupo 2 com seis até 10 anos e grupo 3 com mais de 10 anos de diagnóstico. Os resultados foram considerados subjetivamente através de protocolo após cada aplicação como: melhor, pior ou inalterado em relação ao estado geral do doente, sintomas intestinais e doença perianal. RESULTADOS: No tratamento inicial 76% dos pacientes responderam ao anticorpo. Observou-se que após a primeira dose da medicação, os com mais de 10 anos de doença e submetidos à operação abdominal tiveram resultado satisfatório semelhantemente aqueles doentes com menos de cinco anos de doença e não operados (62,5% e 80% respectivamente dos doentes que melhoraram), sendo este resultado estatisticamente significativo. CONCLUSÃO: O tratamento com infliximabe mostrou-se eficaz e tolerável no manejo dos sintomas dos pacientes com doença de Crohn ativa que não respondem ao tratamento convencional.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Crohn´s disease is a chronic inflammatory disorder of the gastrointestinal tract with difficult management. Infliximab is a chimeric IgG1 monoclonal antibody against tumor necrosis factor and is indicated for refractory luminal and fistulization in Crohn's disease. AIM: To observe the outcome of 60 patients with diagnosis of Crohn´s disease treated with infliximab. METHODS: Prospective study with 60 patients with Crohn´s disease in six years of observation. Exclusion criteria were: clinical infection in at last three months; tuberculosis; intestinal occlusion; pregnancy. All patients were submitted to thorax X-rays, leukogram, tuberculosis cutaneous test. They were treated with infliximabe 5mg/kg each two months. They were divided into three groups according to the time of the diagnosis: 5 years, 6 to 10 and more than 10 years. The results were considered better, worse or unchanged. RESULTS: After the initial treatment, 76% of the patients achieved a response. At the first dose, the ones with 10 years and with associated abdominal surgery had good results and similar to the ones with less than 5 years with no operations. CONCLUSION: The treatment with infliximab was effective and tolerable in the managing of symptoms in patients with active Crohn´s disease, refractory to the conventional treatment and can be a reasonable approach to avoid the surgical treatment.
  • Partial gastrectomy associated to anterior truncal vagotomy: alterations in metabolism of the calcium. Experimental study in rats Orginal Articles

    Santos, Elisvânia Freitas dos; Tsuboi, Kathia Hitomi; Palu, Beatriz Frolini; Araújo, Marina Rachel; Andreollo, Nelson Adami; Miyasaka, Celio Kenji

    Abstract in Portuguese:

    RACIONAL: O cálcio não é absorvido na ausência de ácido clorídrico e a osteomalácia e osteoporose podem ocorrer; este fato é bem reconhecido em pacientes que se submeteram à gastrectomias. OBJETIVO: Avaliar os efeitos da gastrectomia parcial associada à vagotomia troncular anterior na absorção e metabolismo de cálcio. MÉTODOS: Dezoito ratos Wistar machos e adultos foram submetidos à gastrectomia parcial e vagotomia troncular anterior (oito animais) e à laparotomia simples como grupo controle (10 animais). O consumo de dieta e o peso dos animais foram monitorados três vezes por semana. Os animais receberam dieta oral formulada experimentalmente (AIN-93M), durante 8 semanas. O cálcio sérico, cálcio urinário e fecal, absorção aparente de cálcio, atividade da enzima fosfatase alcalina e cálcio ósseo foram mensurados após 60 dias de observação. RESULTADOS: Os animais controle apresentaram médias estatísticas maiores (P<0.05) para o consumo de dieta, ganho de peso, cálcio sérico, cálcio urinário, excreção de cálcio nas fezes, absorção aparente de cálcio e atividade da enzima fosfatase alcalina comparados aos animais do grupo gastrectomizado. Entretanto, a concentração de cálcio ósseo foi superior no grupo de animais gastrectomizados (P<0,05) quando comparado com o grupo controle. CONCLUSÃO: A gastrectomia parcial associada à vagotomia troncular anterior mostrou ser um bom modelo experimental para estudo com o metabolismo de cálcio, ocasionando diminuição da absorção de cálcio, cálcio sérico, cálcio urinário e fosfatase alcalina. No entanto, para alterações a nível ósseo em ratos, sugere-se um estudo experimental em período maior.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: The calcium is not absorbed in the lack of hydrochloric acid and the osteomalacia and osteoporosis may occurs; it is well recognized in patients that had gastric resection. AIM: To evaluate the effects of the partial gastrectomy associated to anterior truncal vagotomy in the absorption and metabolism of calcium. METHODS: Eighteen adults male Wistar rats were submitted to partial gastrectomy associated to anterior truncal vagotomy (GXT, eight animals) and the sham operation (10 animals, control group). The diet consumption and the weight gains of the animals were measured three times during the week. The animals received formulated experimental diet orally (AIN-93M) by eight weeks. The serum calcium, urinary and fecal calcium, apparent absorption of the calcium, activity of the enzyme alkaline fosfatase and calcium in the bone were measured after 60 days. RESULTS: The sham operated animals showed higher diet consumption, weight gains, serum and urinary calcium, excretion of calcium in feces, apparent absorption of calcium and activity of the enzyme alkaline fosfatase (P<0,05) as compared to the animals of the gastrectomized group. However, the concentration of the bone calcium was increased in the animals of the gastrectomized group. CONCLUSION: Partial gastrectomy associated to anterior truncal vagotomy showed to be a good experimental model the study calcium metabolism, decreasing the calcium absorption, serum and urinary calcium and activity of the enzyme alkaline fosfatase. However, for alterations at bone level in rats suggests an experimental study in larger period.
  • Influência da nicotina durante a gestação e lactação na cicatrização da parede abdominal de ratos lactentes: estudo tensiométrico Artigos Originais

    Alves, Marcelo Ribas; Campos, Antônio Carlos Ligocki; Ioshii, Sérgio Ossamu; Moraes-Junior, Hugo; Sakamoto, Danielle; Gortz, Lucas Wagner

    Abstract in Portuguese:

    RACIONAL: O tabagismo na gestação acarreta prejuízos, devidamente reconhecidos e relatados, para o crescimento intra-uterino da criança. OBJETIVO: Avaliar a influência da nicotina, em relação à tensiometria (tensão, força máxima e força de ruptura), na cicatrização da parede abdominal de ratos lactentes nascidos e amamentados por ratas que receberam nicotina durante a gestação e lactação. MÉTODO: Ratas Wistar prenhas foram divididas aleatoriamente em dois grupos. Um recebeu nicotina (GN) via subcutânea na dose diária de 2mg/kg de peso durante a gestação e lactação O outro, controle (GC) recebeu solução fisiológica a 0,9% isovolumétrica, no mesmo período e via. Foram utilizados 60 ratos filhotes, divididos igualmente em dois grupos. Após o término do período de lactação (21 dias), todos foram submetidos à laparotomia transversa e ao fechamento da camada músculo-aponeurótica. Cada grupo foi dividido em dois subgrupos, com 15 animais cada, de acordo com o intervalo de tempo utilizado para a avaliação. As aferições foram realizadas no 7º (subgrupos C7 e N7) e no 21º dia (subgrupos C21 e N21) do pós-operatório, quando os animais foram sacrificados. Foram retirados os retalhos da parede abdominal contendo a linha de sutura, os quais tiveram avaliação tensiométrica computadorizada. A estatística foi baseada no modelo ANOVA, ao nível de significância de 5%. RESULTADOS: A avaliação tensiométrica do subgrupo N7 comparada ao C7 demonstrou redução da força máxima (0,391 ± 0,032kgf vs. 0,586 ± 0,041kgf, P=0,0060), da força de ruptura (0,393 ± 0,032kgf vs. 0,577 ± 0,051kgf, P=0,0047) e da tensão (0,029 ± 0,002kgf/mm2 vs. 0,036 ± 0,005kgf/mm2, P=0,0493). Entre o subgrupo N21 e C21, observou-se a diminuição da força de ruptura (0,421 ± 0,004kgf vs. 0,581 ± 0,002kgf, P=0,0007) e da tensão (0,053 ± 0,002kgf/mm2 vs. 0,066 ± 0,002kgf/mm2, P=0,0056). CONCLUSÃO: Observou-se efeito deletério da nicotina no período de gestação e lactação na cicatrização dos filhotes, de acordo com parâmetros tensiométricos.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Smoking is deleterious to the healing process in the intra-womb fetus. AIM: To analyze the effects of nicotine, according with the tensiometric study (maximum strength, rupture strength and tensile strength), on the abdominal wall healing of suckling rats born of mothers that received nicotine, during pregnancy and lactation. METHODS: Pregnant Wistar rats were randomly divided into two groups, the nicotine group (NG), in which it was administered subcutaneous nicotine at dose of 2mg/kg/day, during pregnancy and lactation, and the control group (CG), that received subcutaneous isovolumetric saline solution at 0,9%, in the same period of time. Sixty baby rats, divided into two groups, were weaned at 21 days and the transverse laparotomy was performed. Each group was divided into two subgroups, each one containing 15 baby rats, in accordance with the date when the surgical scar was analyzed: on the 7th day of postoperative, control subgroup C7 and nicotine subgroup N7, or 21st day of the postoperative, control subgroup C21 and nicotine subgroup N21. The surgical scar in the healing area was evaluated by tensiometric study. The statistics was based on the ANOVA model, at significance level of 5%. RESULTS: The tensiometric evaluation pointed out that the subgroup N7, in comparison to C7, presented lower maximum strength (0,391 ± 0,032kgf vs. 0,586 ± 0,041kgf, P=0,0060), rupture strength (0,393 ± 0,032kgf vs. 0,577 ± 0,051kgf, P=0,0047) and tensile strength (0,029 ± 0,002kgf/mm2 vs. 0,036 ± 0,005kgf/mm2, P=0,0493). The subgroup N21, when compared to C21, presented lower rupture strength (0,421 ± 0,004kgf vs. 0,581 ± 0,002kgf, P=0,0007) and tensile strength (0,053 ± 0,002kgf/mm2 vs. 0,066 ± 0,002kgf/mm2, P=0,0056). CONCLUSION: Adverse effect of nicotine, administrated in pregnancy and lactation period, was observed on the abdominal wall healing of baby rats, according to the tensiometric parameter.
  • Prevenção do carcinoma hepatocelular Artigos De Revisão

    Papaiordanou, Francine; Ribeiro-Junior, Marcelo Augusto Fontenelle; Saad, William Abrão

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: O carcinoma hepatocelular (CHC) é uma das principais doenças malignas da atualidade. Devido à alta incidência e prognóstico habitualmente sombrio torna-se relevante a necessidade de ações preventivas, levando em consideração a característica peculiar de sua etiologia: estrita relação de sua gênese a fatores ambientais. Os principais fatores de risco geograficamente melhor distribuídos são a associação de CHC com infecções por hepatite B crônica, hepatite C e cirrose hepática (associação em mais de 80% dos casos), independente de seu fator causal. Ele é o quinto tumor maligno mais frequente em todo o mundo (5º em homens e 8º em mulheres); representa 85% dos tumores hepáticos primários e é responsável por quase dois terços das mortes por câncer. MÉTODO: Revisão da literatura nacional e internacional dos últimos 12 anos (1997-2009), de 25 artigos pesquisados nas bases eletrônicas de dados MedLine, Scielo e LILACS. CONCLUSÃO: Apesar dos avanços científicos e da implementação de medidas para detecção precoce do CHC em pacientes pertencentes a grupos de risco, não houve melhora na taxa de sobrevida durante as três últimas décadas. O motivo que pode explicar esse fato é que a maioria dos pacientes começa a apresentar sintomas somente quando a doença já está em estágio avançado, e nesse caso as opções terapêuticas são limitadas.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Hepatocellular carcinoma is one of the major malignant diseases in the world today. Due to the high incidence and difficult prognosis, preventive measures became an important need taking into consideration that its etiology is strictly connected with environmental factors. The main risk factors are the association of hepatocellular carcinoma with chronic hepatitis B and C virus infections and cirrhosis, whatever its cause. Hepatocellular carcinoma is the fifth most common global cancer, representing 85% of the hepatic primary tumors and it is responsible for nearly two thirds of deaths caused by cancer. METHOD: Review of the national and international literature in the last 12 years (1997-2009), of 25 articles researched through the electronic databases MedLine, Scielo and Lilacs. CONCLUSION: Despite of the medical advances and the implementation of precocious measures to detect the hepatocellular carcinoma in patients considered as within risk groups, there was no improvement on the afterlife over the last three decades. The cause that can explain this reality is the absence of symptoms during the early stages of the disease, and by the time the patient looks for medical help, the tumor has frequently reached an advanced stage and the therapeutical options are already too few.
  • Prevalence and physiopathology of gallstone in transplant patients Artigos De Revisão

    Coelho, Júlio Cesar Uili; Contieri, Fabiana Loss de; Matias, Jorge Eduardo Fouto; Parolin, Mônica Beatriz; Godoy, Jose Luiz de

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: O objetivo do presente estudo é apresentar revisão da prevalência e dos principais mecanismos fisiopatológicos que levam a formação da litíase biliar em pacientes submetidos a transplante de órgãos. MÉTODOS: Revisão da literatura abrangendo 29 publicações obtidas das bases Medline/Pubmed, Scielo e Lilacs com cruzamento dos unitermos "transplante, transplante renal, transplante hepático, cálculo biliar, colecistite.". Vários estudos que utilizaram a ultrassonografia demonstraram aumento na prevalência da litíase biliar em pacientes submetidos a transplante de órgãos. A taxa de formação de cálculos novos após o transplante variou de 10 a 55% e a total (cálculos formados antes e após o transplante) de 17 a 68%. Tanto o ganho como a perda de peso rápida, que podem ocorrer após o transplante, predispõem à formação de cálculos biliares. O uso do imunossupressor ciclosporina é considerado como o principal fator que aumenta a incidência de litíase biliar após o transplante. CONCLUSÃO: A prevalência de litíase biliar é maior nos pacientes submetidos a transplante de órgãos do que na população geral. As principais alterações que ocorrem no paciente transplantado que predispõem a formação dos cálculos são as alterações do peso corporal, uso de imunossupressores, diabete melito e hiperlipidemia.

    Abstract in English:

    INTRODUCTION: The objective of the present study is to review the prevalence and the main physiopathologic mechanisms that result in gallstone formation in transplant patients. METHODS: Literature review with 29 papers included in Medline/Pubmed, Scielo and Lilacs database, crossing key-words "transplantation; kidney transplantation; liver transplantation; gallstone; cholecystitis". Several ultrasonographic studies have demonstrated an increase in gallstone prevalence in transplant patients. The formation rate of new stones after transplantation varied from 10 to 55% and the rate of total stones (stone formed before and after transplantation) varied from 17 to 68%. Both weight gain and rapid weight loss that may occur after transplantation predispose to gallstone formation. Cyclosporine is considered the most important factor in the development of gallstone after transplantation. CONCLUSION: The prevalence of gallstones is higher in transplant patients. The main risk factors are change in body weight, use of immunosuppressors, diabetes mellitus, and hiperlipidemia.
  • Síndrome de Ogilvie (pseudo-obstrução intestinal aguda): relato de caso Relatos De Casos

    Ribas Filho, Jurandir Marcondes; Malafaia, Osvaldo; Fouani, Neme Moussa; Fouani, Marcelo Morikuni; Justen, Marcel da Silva; Trevisan, Nilo Brasil; Lopes, André Donato; Lopes, Gabriel Lima

    Abstract in Portuguese:

    RACIONAL: A síndrome de Ogilvie é condição clínica com sinais, sintomas e aparência radiológica de dilatação acentuada do cólon sem causa mecânica e pode complicar com rompimento da parede do cólon e sepse abdominal. O tratamento na maioria das vezes é cirúrgico. RELATO DO CASO: Paciente feminina, 49 anos, internada com queixa de dor abdominal e diarréia e apresentando-se confusa, desidratada, taquicárdica, dispnéica, temperatura de 38ºC, abdômen distendido, ausência de ruídos hidro-aéreos e toque retal com fezes pastosas. Estudo radiográfico mostrou padrão de pseudo-obstrução intestinal. A paciente evoluiu com parada de eliminação de gases e fezes e sinais de abdômen agudo infeccioso. Foi submetida à laparotomia com achado de ceco e transverso bastante dilatados e sem sinal de obstrução mecânica. Realizada colectomia subtotal com fechamento do coto distal e ileostomia terminal. CONCLUSÃO: Pensar nessa possibilidade diagnóstica e agir mais rapidamente é a única possibilidade de diminuir a morbimortalidade desses pacientes.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: The Ogilvie's Syndrome is a clinical condition with signals, symptoms and radiological appearance of large bowel swell without mechanical cause. This obstruction can complicate with disruption of the bowel and consequent evolution of abdominal sepse. The treatment is typically surgical. AIM: The aim of this work is report a case of Ogilvie's Syndrome. CASE REPORT: Feminine patient, 49 years-old, interned with a history of abdominal pain and diarrhea and presenting dehydratation, tachycardia , dyspnea, mental confusion, 38ºC of temperature, distended abdomen, absence of hydro-aerial noises and rectal touch with pasty excrements. The x-ray showed a standard of pseudo-intestinal obstruction. The patient evolved with stop of elimination of farts and excrements and signals of infectious acute abdomen. The laparotomy showed cecum and transverse very swelled without signal of mechanical obstruction. The treatment was a subtotal colectomy with closing of the rectal stump and terminal ileostomy. CONCLUSION: This is rare syndrome and cases like this must be described for a faster diagnostic and adequate treatment, reducing the morbimortality of these patients.
  • Hepatocarcinoma fibrolamelar (HFL): relato de caso Relatos De Casos

    Maia, Daniel Santos; Ferreira Júnior, Mirayr; Viegas, Ricardo Gomes; Silva, Elkin Ebret Charris; Oliveira, Paulo de Tarso Vaz de; Caetano, Alexandre Justino; Silva, Renato Corgozinho Alves

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: O hepatocarcinoma fibrolamelar, variante do hepatocarcinoma, é neoplasia rara, responsável por 2% das de origem hepatocelular. RELATO DO CASO: Homem de 24 anos iniciou sintoma doloroso abdominal quatro meses antes da primeira consulta com hiporexia, emagrecimento, vômitos, aumento hepático e nodulação em hipocôndrio direito. Ressonância magnética abdominal mostrou lesão hepática heterogênea, hipervascular, com cicatriz central (provável calcificação), sugestivo de hepatocarcinoma fibrolamelar e presença de hepatomegalia moderada. Realizou-se trissegmentectomia hepática (segmentos VI, VII, VIII), com margem de segurança, sendo a via de acesso a por incisão subcostal direita. Houve confirmação de carcinoma hepatocelular (variante fibrolamelar) moderadamente diferenciado. Na evolução em seis meses encontrava-se bem com exame ultrassonográfico de controle normal, exceto sinais da ressecção efetuada. CONCLUSÃO: Apesar de prognóstico sombrio, o tratamento cirúrgico do hepatocarcinoma fibrolamelar é boa opção quando ampla hepatectomia pode ser realizada.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Fibrolamellar hepatocarcinoma is rare and responsible for 2% of the hepatocarcinomas. CASE REPORT: Man with 24 years old was attended by medical institution with abdominal pain, abdominal tumor mass, vomiting and bad general conditions. MRI showed hepatic tumor suggesting hepatocarcinoma. An hepatectomy (segments VI, VII, VIII) was done. It was confirmed malignancy with fibrolamellar hepatocarcinoma. In six months follow-up ultrasonography showed normal aspect of the remained liver. CONCLUSION: Although the bad prognosis of the tumor, hepatectomy should always be tried, if technical resection is feasible.
  • Hemangioma hepático gigante roto Relatos De Casos

    Amaral, Paulo Cezar Galvão do; Santana, Rodolfo Carvalho; Menezes-Junior, Eric Ettinger de; Fahel, Edvaldo

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: Ruptura por hemangioma hepático é rara e há somente 32 casos descritos na literatura. RELATO DO CASO: Homem com 39 anos foi admitido com dor abdominal em hipocôndrio direito de início súbito associado à lipotímia. A investigação inicial demonstrou hemangioma hepático gigante (7x13 cm) em lobo direito associado a sinais de sangramento recente. Com o intuito de minimizar possibilidade de sangramento no intra-operatório, foi realizado embolização da artéria hepática direita. A operação transcorreu sem intercorrências, sem necessidade de hemotransfusão no intra-operatório. A transecção foi realizada com grampeador linear cortante de 75 mm. O tempo de internação foi de 13 dias. CONCLUSÃO: Procedimento cirúrgico é mandatório para hemangioma hepático roto, e a embolização é eficiente para controlar o sangramento e preparar melhor o paciente para a operação.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Hepatic hemangioma rupture is rare and there are only 32 cases in the literature. CASE REPORT: A 39-years-old man was admitted for sudden severe upper abdominal pain. Examination revealed a giant liver hemangioma (7x13 cm) in right lobe of the liver with signals of recent bleeding. Large feeding artery was embolised to reduce bleeding risk. The surgery occurred without transfusion. The liver trans-section was done with 75 mm linear stapler. The patient was discharged in the 13th post-operative day. CONCLUSION: Surgery is mandatory in hepatic hemangioma rupture and embolization is efficient in controlling pre-operative bleeding giving better opportunity to successful surgical procedure.
  • Derivação biliodigestiva no tratamento do tumor de Klatskin Relatos De Casos

    Klaus, Daniele Gehlen; Carvalho, Diélly Cunha de; Volpato, Marília Granzotto; Menegali, Alita Thizon; Souza, Jaime César Gelosa; Franzon, Orli

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: Colangiocarcinomas são formas incomuns de neoplasia gastrointestinal, cuja incidência varia de 0,01% a 0,8%. Os tumores de Klatskin são colangiocarcinomas hilares originados na bifurcação do ducto hepático principal. Atualmente a maioria dos tratamentos é paliativa. OBJETIVOS: Relatar um caso de tumor de Klatskin submetido à drenagem cirúrgica da via biliar intra-hepática. RELATO DO CASO: Homem de 68 anos, procurou assistência médica com quadro ictérico intenso e colangiorressonância magnética confirmou o diagnóstico de tumor de Klatskin. Levado à laparotomia exploradora verificou-se massa em hilo hepático com invasão portal, hepática e do complexo duodenopancreático. Optou-se por derivação biliodigestiva e hepatectomia parcial esquerda com anastomose hepaticojejunal. Houve boa evolução no pós-operatório, com diminuição da icterícia. CONCLUSÃO: A derivação biliodigestiva no tratamento do tumor de Klatskin é procedimento que alivia o quadro ictérico melhorando a qualidade de vida, e pode ser utilizado quando há irressecabilidade tumoral.

    Abstract in English:

    INTRODUCTION: Cholangiocarcinomas are uncommon (0,01 to 0,8%) forms of gastrointestinal neoplasms. The Klatskin tumour is ductal cholangiocarcinoma originated on the bifurcation of main hepatic duct. Currently, the majority of cases are treated in palliative way. CASE REPORT: Man with 68 years old seek medical assistance with intense jaundice and MRI gave the final diagnosis of Klatskin tumour. Exploratory laparotomy showed big hepatic mass involving portal vein and neighboring tissues. He was submitted to palliative procedure with hepatojejunal anastomosis and partial hepatectomy. He was discharged from the hospital with better clinical conditions and alleviated from his jaundice. CONCLUSION: Intestinal biliary bypass in Klatskin is an indicated procedure to alleviate the jaundice in the terminal phase of this tumour, improving the quality of live.
  • Untitled document

Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Av. Brigadeiro Luiz Antonio, 278 - 6° - Salas 10 e 11, 01318-901 São Paulo/SP Brasil, Tel.: (11) 3288-8174/3289-0741 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revistaabcd@gmail.com