ABCD. Arquivos Brasileiros de Cirurgia Digestiva (São Paulo), Volume: 24, Issue: 3, Published: 2011
  • Why costs of medical and health care are so high? Editorial

    Ribas-Filho, Jurandir Marcondes
  • Esophageal strictures after use of nasogastric tube: a reflection on the indiscriminate use Artigo Original

    Ribeiro, Maxwel Capsy Boga; Lopes, Luiz Roberto; Souza-Neto, João Coelho de; Andreollo, Nelson Adami

    Abstract in Portuguese:

    RACIONAL: A sonda nasogástrica é frequentemente empregada por clínicos e cirurgiões para diversos fins. No entanto, são descritas complicações de seu uso, sendo a estenose esofágica a mais grave, com grande morbidade, passível de prevenção e tratamento eficazes. OBJETIVO: Analisar o perfil clínico-epidemiológico, o tratamento e seus resultados, nos pacientes com esta complicação. MÉTODOS: Análise retrospectiva de 26 pacientes que apresentavam registros completos de idade, sexo, etiologia e duração da sondagem gástrica, co-morbidades e operações prévias, bem como do tratamento empregado e evolução, precoce e tardia, e classificados de acordo com a escala de resultados de Karnofsky, após seguimento médio de 28 meses. RESULTADOS: A maioria eram homens (76,9%), com idade média de 47 anos e tempo médio de sondagem nasogástrica de 19 dias, sendo que 69,2% eram pacientes cirúrgicos e apenas 26,9% apresentavam doença do refluxo gastroesofágico. Todos foram tratados com dilatações esofágicas auxiliado por endoscopia digestiva e 61,5% foram submetidos a tratamento cirúrgico. Os resultados precoces foram excelentes em 46,2%, bons em 34,6% e regulares em 19,2%. Os resultados tardios foram excelentes em 42,4%, bons em 30,7% e regulares em 26,9%. CONCLUSÕES: O uso da sonda nasogástrica deve ser criterioso e restrito a casos selecionados, o que previne a ocorrência de estenose esofágica, que, quando presente, pode ser tratada de maneira eficaz através de dilatações do esôfago, com ou sem operação associada, a depender de cada caso.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: The nasogastric tube is often used by clinicians and surgeons for various purposes. However, complications are described with its use, and more severe esophageal stenosis with high morbidity rates, have effective prevention and treatment. AIM: To analyze the clinical, epidemiology, treatment and outcomes of patients with this complication. METHODS: Retrospective analysis of 26 patients who had complete records of age, gender, etiology and duration of gastric nasogastric tube, co-morbidities and previous surgery as well as the treatment evolution, early and late, and classified according to the scale of Karnofsky after mean follow-up of 28 months. RESULTS: The majority were men (76.9%), mean age 47 years and mean duration of nasogastric tube of 19 days; 69.2% were surgical patients and only 26.9% had gastro-esophageal reflux disease. All were treated with esophageal dilatation aided by endoscopy and 61.5% underwent surgical treatment. The early results were excellent in 46.2%, good in 34.6% and 19.2% regular. Late results were excellent in 42.4%, good in 30.7% and 26.9% regular. CONCLUSIONS: The use of nasogastric tube should be restricted to selected cases, preventing the occurrence of esophageal stricture; when present, it can be effectively treated using esophageal dilation, with or without associated operation.
  • Laparoscopic cardiomyotomy with fundoplication in non advanced megaesophagus Artigo Original

    Silva, Carolina de Melo; Souza, Fábio Augusto Albanez; Cruz, Carlos Augusto Teixeira da; Torres, Ana Verusca; Barbosa, Camila Oliveira; Magalhães, Vanessa Solé Ferreira; Ribeiro, Paulo Roberto Faria; Silva, Jordana de Melo

    Abstract in Portuguese:

    RACIONAL: O megaesôfago chagásico é disfunção da motilidade esofágica de caráter progressivo. Seus principais sintomas são disfagia, regurgitação e perda de peso. A cardiomiotomia associada à fundoplicatura é usada como tratamento para o megaesôfago não avançado há algumas décadas. OBJETIVO: Avaliar os resultados obtidos com a cardiomiotomia associada à fundoplicatura por videolaparoscopia para o tratamento do megaesôfago não avançado. MÉTODO: Estudo retrospectivo com análise dos resultados obtidos com essa operação para tratamento do megaesôfago graus I e II. Avaliou-se perda ponderal, tempo e intensidade dos sintomas, tempo operatório, taxa de conversão, índice de complicações, tempo de internação. RESULTADOS: Foram operados 68 pacientes, sendo 34 homens. A maioria (42%) apresentava sintomas intensos. O tempo médio de sintomas foi de 9,27 anos. A perda ponderal média foi de 5,1 kg. Sorologia para Chagas foi positiva em 88,13%. O tempo médio de operação foi de 190 minutos. Houve uma conversão para laparotomia. A mediana do tempo de internação foi de três dias. A taxa de complicações foi de 4,4%. A melhora dos sintomas foi observada em 92% dos pacientes. CONCLUSÃO: O tratamento videolaparoscópico do megaesôfago não-avançado pela cadiomiotomia associada à fundoplicatura mostrou-se método seguro e eficaz. Apresenta baixo índice de complicações e bons resultados no seguimento a curto prazo.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: The chagasic megaesophagus is progressive esophageal motility dysfunction. Its main symptoms are dysphagia, regurgitation and weight loss. Cardiomyotomy associated with fundoplication is used as treatment for advanced megaesophagus since decades ago. AIM: To evaluate the results obtained with cardiomyotomy associated with laparoscopic fundoplication for the treatment of non-advanced megaesophagus. METHOD: A retrospective study with analysis of the results obtained with this operation for the treatment of megaesophagus grade I and II was done. Were evaluated the weight loss, time and intensity of symptoms, operative time, conversion rate, complication rate, length of hospitalization. RESULTS: Were operated 68 patients, 34 men. The majority (42%) had severe symptoms. The average length of symptoms was 9.27 years. The mean weight loss was 5.1 kg. Chagas serology was positive in 88.13%. The average operation time was 190 minutes. There was one conversion to laparotomy. The median length of hospital stay was three days. The complication rate was 4.4%. The improvement in symptoms was observed in 92% of patients. CONCLUSION: The laparoscopic treatment of non-advanced megaesophagus by cadiomiotomy associated with fundoplication was found to be safe and effective method. Has a low complication rate and good results in short follow-up.
  • Outpatients profile with inflammatory bowel disease Artigo Original

    Kleinubing-Júnior, Harry; Pinho, Mauro de S. L; Ferreira, Luis Carlos; Bachtold, Guilherme Augusto; Merki, Amanda

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: As doenças inflamatórias intestinais são enfermidades crônicas, que afetam significativamente a qualidade e expectativa de vida dos pacientes. Existe polimorfismo clínico e a abordagem terapêutica tem sido modificada nos últimos anos. OBJETIVO: Reavaliar o perfil dos pacientes em acompanhamento ambulatorial analisando o comportamento das doenças, sua prevalência e conduta terapêutica. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal da última atualização da base de dados dos pacientes de ambulatório de doença inflamatória intestinal em 2010. Os itens analisados foram sexo e idade dos pacientes, tipo da doença (retocolite ulcerativa ou doença de Crohn), localização da doença, tipo de medicação em uso, e se os pacientes estavam sintomáticos ou assintomáticos na última consulta. RESULTADOS: Foram estudados 171 pacientes. O sexo feminino mostrou-se predominante (60,8%) e a média de idade dos pacientes foi de 42,3, variando de 16 a 84 anos. Em relação ao tipo de doença inflamatória, a retocolite ulcerativa mostrou-se mais prevalente (58,5%). As localizações mais frequentes na retocolite ulcerativa foram pancolite e retite, ambas com 26% (n=26). Na doença de Crohn a localização ileocolônica foi a mais prevalente, com 47,9% (n=34), sendo seguida pela colônica com 25,4% (n=18). A monoterapia foi a mais utilizada, correspondendo a 54,4% dos pacientes, sendo que os imunossupressores foram as drogas de uso mais frequente (35,5%). A associação de medicamentos foi necessária em 36,3% dos casos, sendo a combinação mais frequente salicilato local com sistêmico em 33,9%. Nos portadores de retocolite ulcerativa 82% estavam em uso de salicilatos, seja local ou sistêmico. Na doença de Crohn 57,7% faziam uso de imunossupressores. Em relação à atividade da doença na última consulta, 71,3% dos pacientes apresentavam-se assintomáticos. CONCLUSÃO: A retocolite ulcerativa foi pouco mais prevalente que a doença de Crohn, sendo pancolite e retite as localizações mais frequentes. Na doença de Crohn a localização ileocolônica foi a mais encontrada seguida pela colônica. A monoterapia com imunossupressores foi o esquema terapêutico mais utilizado. A maioria dos pacientes apresentava-se assintomático na última consulta.

    Abstract in English:

    INTRODUCTION: The inflammatory bowel diseases are chronic illnesses that significantly affect the quality and patients life expectancy. There is clinical polymorphism and the therapeutic approach has been modified in recent years. AIM: To re-analyze the profile of outpatient patients studying the behavior of the disease, its prevalence and therapeutic approach. METHODS: Was conducted a cross-sectional study of the last 2010 update database of patients with inflammatory bowel disease. The items analyzed were age and sex of patients, type of disease (ulcerative colitis or Crohn's disease), disease location, type of medication used, and whether patients were symptomatic or asymptomatic at the last visit. RESULTS: In a total of 171 patients women were found to be predominant (60.8%) and the mean age was 42.3, ranging from 16 to 84 years. Regarding the type of inflammatory disease, ulcerative colitis was more prevalent (58.5%). The most common locations on ulcerative colitis were pancolitis and rectitis, both with 26% (n = 26). In Crohn's disease ileocolic location was the most prevalent, with 47.9% (n = 34), followed by colonic 25.4% (n = 18). Monotherapy was the most used, accounting for 54.4% of patients, the immunosuppressive drugs were the most frequently used (35.5%). The combination of drugs was necessary in 36.3% of cases, being the most frequent combination with systemic salicylate in 33.9%. In patients with ulcerative colitis 82% were using salicylates, whether local or systemic. In Crohn's disease 57.7% were taking immunosuppressive drugs. In relation to the disease in the last visit, 71.3% of patients were asymptomatic. CONCLUSION: The ulcerative colitis was slightly more prevalent than Crohn's disease, pancolitis and rectitis being the most common locations. In Crohn's disease ileocolic location was the most common followed by colonic. Monotherapy immunosuppressive regimen was the most popular. Most of the patients were asymptomatic at last visit.
  • Food intake in patients with inflammatory bowel disease Artigo Original

    Silva, Alice Freitas da; Schieferdecker, Maria Eliana Madalozzo; Amarante, Heda Maria Barska dos Santos

    Abstract in Portuguese:

    RACIONAL: Pacientes com doença inflamatória intestinal podem apresentar deficiências nutricionais. OBJETIVO: Verificar a adequação da ingestão alimentar de pacientes com doença de Crohn e retocolite ulcerativa inespecífica. MÉTODOS: Para avaliação da ingestão alimentar de 55 pacientes, 28 com doença de Crohn e 27 com retocolite ulcerativa atendidos em ambulatório de gastroenterologia, utilizou-se o Recordatório Alimentar de 24 Horas e o Questionário de Frequência Alimentar. A atividade inflamatória da doença foi avaliada pelos níveis séricos de proteína C reativa e o Índice de Harvey e Bradshaw. Para comparação de médias foi usado o teste t não pareado e, para as médias não paramétricas, o teste de Mann-Whitney, considerando nível de significância valor de p<0,05. RESULTADOS: Os pacientes tinham idade entre 19 e 63 anos e tempo de diagnóstico de 7,9 anos (1 a 22). De acordo com a ingestão alimentar identificou-se deficiência na ingestão de energia, fibras, ferro, potássio, sódio, magnésio, cálcio, menadiona, riboflavina, niacina, folato, ácido pantotênico, tocoferol e colecalciferol na doença de Crohn e na retocolite ulcerativa em atividade ou em remissão. A ingestão de legumes, frutas, laticínios e feijão foi baixa, e a de doces e gorduras foi maior que as recomendações. CONCLUSÃO: Houve deficiência na ingestão alimentar tanto na doença de Crohn como na retocolite ulcerativa, em atividade e em remissão. Essas deficiências podem afetar negativamente o curso da doença e justificam a necessidade de intervenção nutricional com esses pacientes.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Patients with inflammatory bowel disease may have nutritional deficiencies. AIM: To verify the adequacy of dietary intake of patients with Crohn's disease and ulcerative colitis. METHODS: To assess food intake of 55 patients, 28 with Crohn's disease and 27 with ulcerative colitis treated in the gastroenterology clinic, was used the 24-Hour Food Recall and Food Frequency Questionnaire. The inflammatory activity of the disease was evaluated by serum C-reactive protein and Harvey and Bradshaw Index. For comparison of means t test was used, and the average on non-parametric, the Mann-Whitney test, with level of significance p <0.05. RESULTS: The patients were aged between 19 and 63 years and time since diagnosis was 7.9 years (1 to 22). According to the food intake was identified deficiency in energy intake, fiber, iron, potassium, sodium, magnesium, calcium, menadione, riboflavin, niacin, folate, pantothenic acid, tocopherol and cholecalciferol in Crohn's disease and ulcerative colitis, active or in remission. The intake of vegetables, fruits, dairy products and beans were low, and intake of fats and sweets was higher than the recommendations. CONCLUSION: There was a deficiency in food intake both in Crohn's disease and in ulcerative colitis, in activity and in remission. These deficiencies can adversely affect the disease course, and justify the need for nutritional intervention with these patients.
  • Can residents safely and efficiently perform Milligan-Morgan, Ferguson and stapled hemorrhoidopexy? Artigo Original

    Nahas, Sérgio Carlos; Pinto, Rodrigo Ambar; Dias, André Roncon; Chow, Bruce; Nahas, Caio Sergio Rizkallah; Marques, Carlos Frederico Sparapan; Cecconello, Ivan

    Abstract in Portuguese:

    RACIONAL: A cirurgia para hemorróidas sintomáticas é necessária em quase 10% dos pacientes. Embora, a literatura sobre o tratamento cirúrgico da doença hemorroidária seja muito grande, os dados relativos à hemorroidectomia ou hemorroidopexia realizadas por residentes de treinamento é limitado. OBJETIVO: Analisar os resultados destes procedimentos em uma instituição de ensino. MÉTODOS: Foram analisados retrospectivamente os dados de todos os pacientes que se submeteram ao tratamento cirúrgico para hemorróidas entre1995 e 2007 em uma única instituição. Residentes supervisionados realizaram todos os procedimentos. As técnicas foram comparadas com base no tempo operatório, permanência hospitalar, morbidade e eficácia a longo prazo. RESULTADOS: Trezentos e trinta e três pacientes foram incluídos no estudo, 182 homens (54,6%), com idade média de 45,3 anos (± 12,02). Hemorróidas de terceiro grau foram a principal indicação (81,7%). Milligan-Morgan foi o procedimento mais comumente realizado (57%), seguido por Ferguson e hemorroidopexia grampeada. A média de tempo operatório foi significativamente menor no grupo hemorroidopexia grampeada quando comparado com os procedimentos abertos e fechados: 49,4 ± 29,3 min vs 61,1 ± 26,5 e 67,1 ± 28,3, respectivamente (p=0,0034). Não houve diferença estatisticamente significativa entre os grupos quanto às complicações pós-operatórias ou à taxa de reoperação. O tempo de internação foi significativamente maior no grupo Milligan-Morgan quando comparado com Ferguson e grampeamento (1,41 ± 0,86 dias vs 1,19 ± 0,43 vs 1,16 ± 0,37, respectivamente). Recorrência sintomática, taxas de reoperação e o uso de ligadura elástica foram semelhantes entre os grupos. CONCLUSÃO: Os residentes sob supervisão pode executar Milligan-Morgan, Ferguson e grampeamento hemorroidário com baixa incidência de complicações e bons resultados a longo prazo. O grampeamento foi associado com menor tempo operatório, enquanto Milligan-Morgan foi correlacionada com maior tempo de hospitalização.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Surgery for symptomatic hemorrhoids is needed in almost 10% of the patients. Although, literature about the surgical management of hemorrhoidal disease is vast, data concerning hemorrhoidectomy or hemorrhoidopexy performed by training residents is limited. AIM: To analyze the results of these procedures in a teaching institution. METHODS: Data from all patients who underwent surgical treatment for hemorrhoids from 1995 to 2007 in a single institution were retrospectively analyzed. Residents supervised by assisting doctors performed all procedures. Techniques were compared based on operative time, hospital stay, morbidity, and long-term efficacy. RESULTS: Three hundred thirty three patients were included in the study, 182 males (54.6%), with a mean age of 45.3 years (± 12.02). Third degree hemorrhoids were the main indication (81.7%). Milligan-Morgan was the most commonly performed procedure (57%), followed by Ferguson and stapled hemorrhoidopexy. Mean operative time was significantly lower in the stapled hemorrhoidopexy group when compared to the open and closed procedures: 49,4 ± 29.3 min vs. 61.1 ± 26.5 and 67.1 ± 28.3, respectively (p=0.0034). There was no statistically significant difference among the groups regarding postoperative complications or reoperation rate. Length of stay was significantly higher in the Milligan-Morgan group when compared to Ferguson and stapled hemorrhoidopexy (1.41 ± 0.86 days vs. 1.19 ± 0.43 vs. 1.16 ± 0.37 respectively). Symptomatic recurrence, reoperation rates and band ligation usage were similar among groups. CONCLUSION: Residents under supervision can perform Milligan-Morgan, Ferguson and stapled hemorrhoidopexy with low incidence of complications and good long-term results. Stapled hemorrhoidopexy technique was associated with a shorter operative time, while Milligan-Morgan correlated with a longer length of stay.
  • Multiprofessional electronic protocol in bariatric surgery Artigo Original

    Nassif, Denise Serpa Bopp; Malafaia, Osvaldo; Nassif, Paulo Afonso Nunes; Kuretzki, Carlos Henrique; Lucas, Ricardo Wallace das Chagas; Pinto, José Simão de Paula

    Abstract in Portuguese:

    RACIONAL: A obesidade é doença multifatorial. A coleta de dados exerce papel fundamental para realização de pesquisas de alto grau de qualidade e, na atualidade, a cirurgia da obesidade carece de meios para realização de pesquisas prospectivas com elevado nível de confiabilidade. Os dados obtidos em protocolos eletrônicos são mais completos, têm poucos erros, são mais consistentes e apresentam baixo percentual de violação em relação aos prontuários de papel. OBJETIVO: 1) Criar base teórica de dados clínicos referentes à multiprofissionalidade na abrangência da Cirurgia Bariátrica e Metabólica; 2) informatizar essa base transformando-a em protocolo eletrônico multiprofissional; 3) incorporá-la ao SINPE©; 4) disponibilizar este protocolo eletrônico e suas coletas para visualização via internet utilizando SINPE WEB©. MÉTODO: A criação da base teórica em Word© - depois transformada em forma digital para ser utilizada como protocolo eletrônico - foi baseada na revisão bibliográfica de nove livros-texto em obesidade mórbida, cirurgia bariátrica e metabólica, livros de multiprofissionalidade, livros específicos em psicologia e nutrição aplicados ao tema. Adicionou-se revisão sistemática da literatura atual com base em artigos científicos publicados nos últimos cinco anos no Medline/Pubmed, Lilacs e Scielo e também em teses e dissertações realizadas com protocolos eletrônicos. Assim, foram informatizados 10.306 itens de forma hierarquizada e ramificada contendo dados relacionados à medicina, fisioterapia, psicologia e nutrição. RESULTADOS: O protocolo completo poderá ser acessado para visualização no site www.sinpe.com.br. CONCLUSÕES: 1) Foi possível criar base eletrônica de dados clínicos referentes à multiprofissionalidade em cirurgia bariátrica e metabólica para coleta padronizada de informações; 2) foi possível informatizar esta base de dados; 3) ela está incorporada ao SINPE©; 4) o protocolo eletrônico e suas coletas foram disponibilizados para visualização via internet utilizando SINPE WEB©.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Obesity is a multi factorial disease. Data collection plays a fundamental role for conducting papers with high level of quality and obesity surgery lacks the means to carry out prospective studies with high reliability. Data from electronic protocols are more complete, have fewer errors, are more consistent and have a low percentage of violations in relation to paper charts. AIM: 1) To create a theoretical basis of clinical data regarding the multiprofessionalism on metabolic and bariatric surgery; 2) to computerize this basis by transforming it into electronic multi professional protocol; 3) to incorporate it into the SINPE©; 4) to provide the protocol address and their collections for viewing via the Internet using SINPE WEB©. METHOD: The creation of the theoretical background was done in Word© - later transformed into digital form to be used as electronic protocol - based on literature review of nine textbooks in morbid obesity, bariatric surgery and metabolic multi professionalism books, special books in psychology and nutrition applied to the subject. Was added systematic review of the literature based on scientific articles published over the last five years in Medline/Pubmed, Lilacs and Scielo and in theses and dissertations done with electronic protocols. Thus, 10,306 items were computerized in a hierarchical and branched containing data related to medicine, physiotherapy, psychology and nutrition applied to the subject. RESULTS: The complete protocol can be accessed to view in site www.sinpe.com.br CONCLUSIONS: 1) It was possible to create electronic database regarding the clinical multi professionalism on bariatric and metabolic surgery to collect standardized information; 2) it was possible to computerized the database; 3) it is incorporated into the SINPE©; 4) the electronic protocol and its collections were made available for viewing via the Internet using SINPE WEB©.
  • Effect of counter resisted physiotherapy in relationship to the lean body mass after bariatric surgery Artigo Original

    Nassif, Denise Serpa Bopp; Nassif, Paulo Afonso Nunes; Lucas, Ricardo Wallace das Chagas; Ribas-Filho, Jurandir Marcondes; Czeczko, Nicolau Gregori; Kalil-Filho, Faruk Abrão; Freitas, Alexandre Coutinho Teixeira de

    Abstract in Portuguese:

    RACIONAL: Cálculos metabólicos e de atividade física são realizados a partir do tecido ativo presente no corpo, conhecido como massa corporal magra, que resulta da soma da massa magra isenta de gordura com a gordura essencial. A cinesioterapia é a musculação terapêutica que auxilia na força e flexibilidade. OBJETIVOS: No paciente submetido a tratamento cirúrgico para obesidade mórbida: 1) avaliar o efeito da fisioterapia contra-resistida na massa magra; 2) avaliar os fatores associados às variações de massa corporal magra com tratamento fisioterapêutico; 3) comparar o grupo de pacientes que perdeu com o que ganhou massa magra com o tratamento fisioterapêutico, analisando as co-morbidades que interferiram para esses resultados. MÉTODO: Foram incluídos 100 pacientes operados pela técnica de Fobi-Capella, ou derivação em Y-de-Roux, sem anel e divididos em grupo A composto por pacientes que perderam massa corporal magra nos dois períodos avaliados (entre 30 dias e três meses e entre três meses e seis meses) e o grupo B pelos demais pacientes que apresentaram ganho de massa corporal magra em pelo menos um dos períodos avaliados. A coleta de dados foi realizada através do Protocolo Eletrônico Multiprofissional em Cirurgia Bariátrica e Metabólica com Ênfase em Fisioterapia, identificado pela siga SINPE© (Sistema Integrado de Protocolos Eletrônicos). Os pacientes realizaram avaliação fisioterapêutica pré-operatória e foram acompanhados no período pós-operatório em quatro fases: na internação hospitalar, submetidos à musculação terapêutica em 30 dias após a operação, aos três meses e aos seis meses do pós-operatório. RESULTADOS: Houve diferença significativa entre as três avaliações (p<0,001). Ao comparar a de 30 dias com três meses, foi observada perda de massa corporal magra com significância estatística (p<0,001). Da mesma forma, entre 30 dias e seis meses (p<0,001). Entretanto, o período entre três meses e seis meses não apresentou resultado com significância (p<0,612), demonstrando tendência à manutenção de massa corporal magra. CONCLUSÕES: A fisioterapia contra-resistida auxiliou na manutenção da massa corporal magra entre os períodos de três meses e seis meses; 2) homens idosos, diabéticos e dislipidêmicos perderam mais massa magra, sendo que o tempo de obesidade, doenças cardiovasculares e ortopédicas não interferiram nas variações de massa magra; 3) os grupos A e B não apresentaram diferenças significativas tanto para ganho como para perda em relação às doenças cardiovasculares e ortopédicas; porém, pacientes com diabete melito e dislipidemias encontravam-se mais no Grupo A.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Calculations of metabolic and physical activity are carried out from the active tissue in the body, known as lean body mass, which is the sum of fat-free lean mass to essential fat. Kinesiotherapy helps in weight strength and flexibility and can be applied in the patients recovery. AIM: In patients undergoing surgical treatment for morbid obesity are the objectives: 1) to evaluate the effect of physiotherapy counter resisted in lean mass; 2) to assess the factors associated with variations in lean body mass with physical therapy; 3) to compare the group of patients who lost lean mass to the one who won using physical therapy, analyzing the co-morbidities that interfered with these results. METHOD: The study included 100 patients operated on by Fobi-Capella technique divided into group A, patients who lost lean body mass measured in two periods (between 30 days and three months between three months and six months) and group B by the patients that gained lean body mass in at least period. Data collection was performed using the Electronic Multiprofessional Protocol of Metabolic and Bariatric Surgery with emphasis in Physical Therapy, identified as SINPE© (Integrated Electronic Protocols). The patients were evaluated pre-operatively and followed in the postoperative period in four phases: in the hospital, 30 days, three months and six months after the operation. RESULTS: There were significant differences between the three assessments (p <0.001). By comparing the 30 days to three months, there was loss of lean body mass with statistical significance (p <0.001). Similarly, between 30 days and six months (p <0.001). However, the period between three months and six months did not show results with significance level (p <0.612), showing a tendency to maintain lean body mass. CONCLUSIONS: Physical therapy counter resisted helped in maintaining lean body mass between the periods of three months and six months; 2) elderly men, diabetic and dyslipidemic lost more lean mass; duration of obesity, cardiovascular and orthopedic disease not changed the lean mass; 3) groups A and B showed no significant differences for both gain and loss lean mass in relation to cardiovascular and orthopedic comorbidities, but patients with diabetes mellitus and dyslipidemia were more prevalent in Group A.
  • Psychosocial aspects in bariatric surgery: the association among emotional variables, job, relationships and body weight Artigo Original

    Almeida, Graziela A Nogueira de; Giampietro, Helenice Brizolla; Belarmino, Lídia Barbieri; Moretti, Letícia do Amaral; Marchini, Júlio Sérgio; Ceneviva, Reginaldo

    Abstract in Portuguese:

    RACIONAL: Operações bariátricas têm sido consideradas alternativa para o tratamento de obesidade mórbida. Alguns eventos adversos que as pessoas experimentam após o tratamento frequentemente são consequência da falta de conhecimento consistente associada a fatores psicossociais que estão relacionadas ao status pré-operatório dos pacientes. OBJETIVO: Avaliar as variáveis ?psicossociais de 414 candidatos ? cirurgia bari?trica do Hospital de Cl?nicas da Faculdade de Medicina da Universidade de S?o Paulo, Ribeir?o Preto, SP, Brasil. psicossociais de 414 candidatos à cirurgia bariátrica do Hospital de Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, SP, Brasil. MÉTODOS: Foram utilizados entrevista semi-estruturada, Inventário de Depressão de Beck (BDI), Inventário de Ansiedade de Beck (BAI) e Binge Eating Scale (BES). RESULTADOS: IMC foi maior entre os pacientes que não tinham emprego (p = 0,019), do sexo feminino, os que tinham um parceiro e os pacientes com IMC <50 kg / m², todos eles desejando ter peso menor (p<0,001). Escores do BAI foram maiores entre os pacientes que não tinham emprego (p <0,05) e maior naqueles com IMC> 50 kg / m² (p <0,05). BDI foram mais altos entre as mulheres (p <0,05) e menores entre aqueles que tinham um emprego (p <0,01). Nenhuma diferença no BES foi encontrada. CONCLUSÕES: Os dados sugerem que as mulheres apresentaram indicadores mais elevados de ansiedade e depressão, sugerindo que elas tinham funcionamento psicológico mais frágil com dificuldades em lidar com a angústia. Auto-percepção, assim como competências e habilidades, podem refletir aspectos internos da personalidade do indivíduo. Pacientes que tiveram um emprego antes da operação parecia ter mais recursos emocionais. Assim, eles podiam sentir menos sofrimento, porque o emprego podia protegê-los. Mulheres e aqueles que não tinham emprego eram mais propensos a apresentar sintomas de depressão. Além disso, pacientes que não tinham emprego e aqueles com IMC> 50 kg / m² foram mais propensos a apresentar sintomas de ansiedade.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Bariatric surgeries have been considered an alternative for treatment of morbid obesity. Some adverse events that people experience after the treatment frequently are the consequence of the lack of consistent knowledge associated with psychosocial factors that are related to the pre-surgery status of the patients. AIM: To evaluate psychosocial variables of 414 candidates for bariatric surgery from Clinical Hospital of Medical School at University of São Paulo, Ribeirão Preto, SP, Brazil. METHODS: Semi-structured interview, Beck Depression Inventory (BDI), Beck Anxiety Inventory (BAI) and Binge Eating Scale (BES) were used. RESULTS: BMI was higher among patients who had no employment (p = 0.019). Female, patients who had a partner and patients with a BMI < 50 kg/m², all of them desired have a lower weight (p < 0.001). BAI scores were higher among patients who had no employment (p < 0.05) and higher among those with a BMI > 50 kg/m² (p < 0.05). BDI scores were higher among women (p < 0.05) and lower among those who had an employment (p < 0.01). No difference in BES was found. CONCLUSIONS: The data suggest that women showed higher indicators of anxiety and depression, suggesting that they had a more fragile psychological functioning with difficulties in coping with distress. Self-perception as well as skills and abilities, may reflect internal aspects of individual's personality. Patients who had an employment before surgery seemed have more emotional resources. So, they may feel less distress because the employment may protect them. Women and those who did not have an employment were more likely to experience depression symptoms. Furthermore, patients who did not have an employment and those with BMI> 50 kg / m² were more likely to experience anxiety symptoms.
  • New technical option for intraoperative cholangiography Artigo Original

    Silva, Alcino Lázaro da; Portela, André Rossetti

    Abstract in Portuguese:

    RACIONAL: Descrita há mais de 70 anos, a colangiografia transoperatória é método eficaz de estudo da via biliar. Existem diversas formas de sua realização. OBJETIVO: Acrescentar uma nova forma de colangiografia em relação à técnica clássica usando somente duas radiografias para interpretação estática e dinâmica. MÉTODOS: A colangiografia é feita com duas radiografias, a primeira em hiperpressão e a segunda três minutos após, em esvaziamento. Ela foi realizada em 39 pacientes portadores de colecistolitíase, submetidos à colecistectomia por laparotomia. A avaliação dos radiogramas foi feita com base em uma classificação radiográfica, criada pelos autores em graus que variam na hiperpressão de 0 a 3 e no esvaziamento de 1 a 3. RESULTADOS: O enchimento total ou quase total da árvore biliar foi encontrado em 66,7% dos pacientes na fase de hiperpressão. Na fase de esvaziamento, 59% dos pacientes estavam com um terço ou menos de contraste. Houve a necessidade de acrescentar radiografia adicional em 5% dos pacientes após sete minutos, com esvaziamento completo. CONCLUSÃO: A proposta técnica mostrou-se exequível, simples, rápida e eficaz.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: First described 70 years ago, intraoperative cholangiography is an effective method of study of the biliary tract. There are several ways of its realization. AIM: To add a new technique of cholangiography in relation to the classical one using only two radiographs for static and dynamic interpretation. METHODS: Cholangiography is made with two X-rays, the first with overpressure and the second three minutes later, in emptying time. It was performed on 39 patients with gallstones undergoing cholecystectomy by laparotomy. The evaluation of the radiographs was based on a radiographic classification created by the authors, varying in degrees in the overpressure from 0 to 3 and emptying of 1 to 3. RESULTS: The complete or almost complete filling of the biliary tree was found in 66.7% of patients in the phase of overpressure. In the emptying phase, 59% of patients had 1/3 or less contrast on biliary tree. There was a need to add additional radiographs in 5% of patients after seven minutes, with complete emptying. CONCLUSION: The proposed technique proved feasible, simple, fast and effective.
  • Laparoscopy-assisted partial gastrectomy for early gastric cancer Artigo De Revisão

    Alves, José Roberto; Lopes, Luiz Roberto; Loureiro, Marcelo de Paula; Andreollo, Nelson Adami

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: É considerado câncer do estômago precoce aquele que ocorre limitado à mucosa ou submucosa da parede gástrica, independentemente da presença de metástases. Apesar de alta prevalência, o câncer gástrico é de diagnóstico tardio, pois na maioria dos casos quando precoce possui apresentação silenciosa. Assim, muitas vezes, através de um exame complementar realizado por outras causas, incidentalmente identifica-se a sua presença proporcionando tratamento de forma precoce e menos invasiva. Atualmente, a cirurgia minimamente invasiva, através da videolaparoscopia, apresenta-se cada vez mais como solução para diminuir-se a incidência de complicações pós-cirúrgicas, assim como melhorar a qualidade da recuperação pós-operatória. OBJETIVO: Verificar o grau de evidência relacionado às vantagens e desvantagens inerentes a utilização da gastrectomia videoassistida para o tratamento do câncer gástrico precoce. MÉTODO: Foram utilizados os descritores: câncer, estômago, cirurgia laparoscópica, para pesquisa no PubMed (www.pubmed.com), na Bireme (www.bireme.br) e na Cochrane BVS (http://cochrane.bvsalud.org). A seguir foram selecionados os artigos pertinentes relacionados à abordagem cirúrgica videoassistida para o tratamento do câncer gástrico precoce. CONCLUSÃO: É possível evidenciar-se que o uso da videolaparoscopia para o tratamento do câncer gástrico precoce, mesmo que em parte do ato operatório, tem potencial para diminuir as complicações relacionadas às gastrectomias parciais.

    Abstract in English:

    INTRODUCTION: Early gastric cancer limits the mucosa or submucosa of the gastric wall, regardless of metastases. Despite the high prevalence, gastric cancer is diagnosed in advanced stage, since in most cases the earliness is silent. Thus, is identified such cancer at first using a diagnostic test performed for other reasons. Nowadays, minimally invasive surgery by laparoscopy has usually been presented as a solution to decrease the incidence of postoperative complications and to improve the quality of postoperative recovery. AIM: To assess the evidence related to the advantages and disadvantages inherent in the use of laparoscopy-assisted partial gastrectomy for the treatment of early gastric cancer. METHOD: The headings used were: cancer; stomach; laparoscopic surgery in PubMed (www.pubmed.com), in Bireme (www.bireme.br) and in Cochrane VHL (http://cochrane.bvsalud.org). Afterwards, the relevant articles for laparoscopic-assisted surgery to treat early gastric cancer were selected. CONCLUSION: Laparoscopy to treat early gastric cancer was proved beneficial, even when used in part during surgery and can reduce complications related to partial gastrectomy.
  • Adjuvant treatment in GISTs Artigo De Revisão

    Lourenço, Laercio Gomes; Caponero, Ricardo

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: O tumor estromal gastrointestinal (GIST) é o sarcoma mais comum do aparelho digestivo. Essa neoplasia ocorre devido à mutação do gene KIT com consequente ativação constitutiva da proteína KIT. O tratamento primário é cirúrgico e consiste na sua ressecção completa. Entretanto, alguns grupos de pacientes apresentam risco elevado de recorrência mesmo após operação com ressecção completa (R0), indicando diferenças no comportamento biológico. Estudos clínicos comprovaram a atividade clínica do mesilato de imatinibe, fazendo dele a primeira linha de tratamento padrão nos GISTs metastáticos ou irressecáveis, mudando muito o desfecho clínico dessa doença em relação aos benefícios anteriormente obtidos com a quimioterapia antineoplásica. MÉTODO: Foi realizada revisão da literatura com consulta nos periódicos das bases Medline/Pubmed, Scielo e Lilacs cruzando os descritores: tumor estromal gastrointestinal, Gist, tratamento, adjuvância. Além desta revisão foi adicionada a experiência pessoal dos autores. CONCLUSÃO: Melhor refinamento dos critérios de prognóstico tem permitido selecionar de forma mais adequada pacientes para o tratamento adjuvante com imatinibe. Os resultados de maior evidência até o momento respaldam o tratamento adjuvante por um ano, o que produz benefício significativo na sobrevida livre de recidiva, mas não na sobrevida global desses pacientes.

    Abstract in English:

    INTRODUCTION: Gastrointestinal stromal tumor (GIST) is the most common sarcoma of the digestive tract. This cancer occurs due to mutation of the KIT gene resulting in constitutive activation of KIT protein. The primary treatment is surgical and consists of complete resection. However, some groups of patients at high risk of recurrence even after surgery with complete resection (R0), indicate differences in biological behavior. Clinical studies have demonstrated the clinical activity of imatinib mesylate, making it the standard first-line treatment in metastatic or unresectable GISTs, changing the outcome of this disease in relation to the benefits obtained previously with cancer chemotherapy. METHODS: Was performed a literature review with consultation in Medline/Pubmed, Lilacs and Scielo crossing the key words: gastrointestinal stromal tumor, GIST, treatment, adjuvant treatment. In addition to this review was added to the authors' personal experience. CONCLUSION: Better refinement of prognostic criteria is allowed to select the most appropriate patients for adjuvant treatment with imatinib. The results are yet evident on basis of one year, which produces significant benefit in relapse-free survival but not overall survival in these patients.
  • Vertical gastroplasty with jejunoileal bypass: new technical procedure Técnica

    Zilberstein, Bruno; Silveira-Filho, Arthur Sergio da; Ferreira, Juliana Abbud; Carvalho, Marnay Helbo de; Bussons, Cely; Joaquim, Henrique; Ramos, Fernando

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: A gastroplastia vertical é procedimento técnico cada vez mais utilizado no tratamento cirúrgico da obesidade mórbida, sendo empregado isoladamente ou como tempo cirúrgico do duodenal switch ou da bipartição intestinal (técnica de Santoro). Quando empregada isoladamente tem apenas caráter restritivo. MÉTODO: É proposta a associação do desvio jejunoileal à gastroplastia vertical, no sentido de conferir um componente metabólico ao procedimento e eventualmente potencializá-lo a médio e longo prazos. Foram operados oito pacientes com obesidade mórbida após a retirada da banda gástrica ajustável ou como procedimento primário associado à gastroplastia vertical e desvio jejunoileal através de anastomose laterolateral entre o jejuno a 80 cm do ângulo dudeno jejunal e o íleo a 120 cm da válvula ileocecal, por videolaparoscopia. RESULTADOS: Os pacientes evoluíram sem qualquer intercorrência tanto no trans como no pós-operatório imediato, e nos meses que se seguiram. A evolução do IMC médio, mostrou redução expressiva indo de 39,57 kg/m² para 28 kg/m². Nenhum paciente referiu diarréia ou qualquer quadro disabsortivo no período estudado. CONCLUSÃO: Pode-se oferecer nova opção terapêutica, com ação restritiva e metabólica, na qual não existem os inconvenientes do desvio do trânsito duodenal com todas suas consequências.

    Abstract in English:

    INTRODUCTION: Vertical gastroplasty is increasingly used in the surgical treatment of morbid obesity, being used alone or as part of the duodenal switch surgery or even in intestinal bipartition (Santoro technique). When used alone has only a restrictive character. METHOD: Is proposed association of jejunoileal bypass to vertical gastroplasty, in order to give a metabolic component to the procedure and eventually empower it to medium and long term. Eight morbidly obese patients were operated after removal of adjustable gastric band or as a primary procedure associated to vertical banded gastroplasty with jejunoileal bypass laterolateral and anastomosis between the jejunum 80 cm from duodenojejunal angle and the ileum at 120 cm from ileocecal valve, by laparoscopy. RESULTS: The patients presented themselves without complications both in trans or in the immediate postoperative period, and also in the months that followed. The evolution BMI showed a significant reduction ranging from 39.57 kg/m² to 28 kg/m². No patient reported diarrhea or malabsorptive disorder in the period. CONCLUSION: It can be offered a new therapeutic option, with restraining and metabolic aspects, in which there are no consequences as the ones founded in procedures with duodenal diversion or intestinal transit alterations.
  • Repair of the anterior abdominal wall with omental flap Técnica

    Silva, Alcino Lázaro da

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: As perdas de substância da parede abdominal são substituídas por próteses sintéticas. Acontecem vantagens e desvantagens. O omento maior é uma estrutura totipotente e se aplica, também, à reparação. OBJETIVO: Apresentar possibilidade técnica de fechamento de parede abdominal com omento após ressecção da parte muscular. MÉTODO: Operou-se dois pacientes adultos com adenocarcinoma de colo direito invadindo a parede abdominal. Foi necessária a ressecção da metade direita da parede para fazer parte do monobloco. A metade esquerda do omento maior, remanescente, foi usada para vedar a cavidade abdominal através de sua sutura às bordas da ferida. Pôde-se recobrir com pele mobilizada nos flancos. A evolução foi satisfatória. No pós-operatório tardio formou-se hérnia incisional. CONCLUSÃO: O omento maior é um recurso a mais para reparar a perda parcial de parede abdominal.

    Abstract in English:

    INTRODUCTION: The loss of substance of the abdominal wall is usually replaced by synthetic prostheses with advantages and disadvantages. The greater omentum is a totipotent structure and can be applied also to this repair. OBJECTIVE: To present technical possibility of abdominal closure after resection of abdominal wall muscle part with omentum. METHOD: The technic was carried out in two adult patients with colonic adenocarcinoma with invasion of the right abdominal wall. Was required the resection of the right half of the abdominal wall to join the en-bloc resection. The left half of the greater omentum was used to seal the abdominal cavity fixing it with sutures to the edges of the surgical wound. Final closure was done with the skin freed from the flanks. The recovery was satisfactory. In the late postoperative period incisional hernia occurred. CONCLUSION: The greater omentum can be used to repair the partial loss of the abdominal wall.
  • Firearm injury patients with situs inversus totalis: case report Cartas Ao Editor

    Ribas-Filho, Jurandir Marcondes; Maluf-Junior, Ivan; Ribas, Fernanda Marcondes; Czeczko, Leticia Elizabeth Augustin; Kuradomi, Igor Yudi; Badia, Eli Augusto
  • Pancreaticopleural fistula Cartas Ao Editor

    Mota, Ricardo Duarte; Alcântara, Camila Oliveira; Antunes, Leandro Moreira; Jorge, Antônio Sérgio Barcala
  • Intestinal intussusception in adult: case report Cartas Ao Editor

    Paiva, Maurilio Ramos; Torres-Júnior, Luiz Gonzaga; Santos, Fernado Augusto Vasconcelos
Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Av. Brigadeiro Luiz Antonio, 278 - 6° - Salas 10 e 11, 01318-901 São Paulo/SP Brasil, Tel.: (11) 3288-8174/3289-0741 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revistaabcd@gmail.com