Biópsia cutânea de lesão pigmentada guiada pela dermatoscopia - Relato de caso

Lislaine Bomm Marcela Duarte Villela Benez Juan Manuel Piñeiro Maceira Isabel Cristina Brasil Succi Maria de Fatima Guimarães Scotelaro Sobre os autores

A diferença clínica entre melanoma inicial e tumores benignos pode ser difícil em algumas ocasiões, especialmente na ceratose seborreica pigmentada. A dermatoscopia pode ajudar; porém, os achados nem sempre são conclusivos, de modo que a histopatologia pode ser necessária para o diagnóstico correto. Descrevemos uma lesão melanocítica com aspectos clínicos e dermatoscópicos duvidosos. Nesse caso, a biópsia incisional de área suspeita, guiada pela dermatoscopia, estabeleceu o diagnóstico.

Biópsia; Ceratose seborreica; Dermoscopia; Melanoma


Sociedade Brasileira de Dermatologia Av. Rio Branco, 39 18. and., 20090-003 Rio de Janeiro RJ, Tel./Fax: +55 21 2253-6747 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revista@sbd.org.br