Efeitos do antagonista [D-Lys3] do receptor do peptídeo secretagogo do hormônio do crescimento (GHS-R) sobre alguns parâmetros bioquímicos e hormonais séricos em um modelo em ratos Wistar

Habib Aghdam Shahryar Alireza Lotfi Sobre os autores

Objetivo

: O presente estudo investigou os efeitos de diferentes doses do antagonista do GHS-R [D-Lys3] sobre alguns parâmetros hormonais (cortisol, T3 e T4) e bioquímicos em ratos.

Materiais e métodos

: Trinta e seis ratos machos com 60 dias de idade foram alocados para quatro tratamentos. Soluções de [D-Lys3]-GHRP-6 foram administradas por meio de injeções intraperitoneais e foram coletadas e analisadas amostras.

Resultados

: Doses altas de antagonista de GHS-R (200 ng/kg PC) levaram a aumento do cortisol, enquanto não houve diferença significativa quando foram injetadas doses baixas. Não houve alterações significativas em T3 e T4 depois da administração do antagonista do GHS-R, mas foi observado aumento considerável nos níveis de glicose sanguínea dos grupos (G50, G100 e G200 ng/kg PC). Houve aumento significativo na proteína total quando foi administrada a maior dose (G200 ng/kg PC), entretanto, não foram observadas alterações no colesterol total, nos triglicérides e na albumina.

Conclusões

: O antagonista do GHS-R exógeno pode causar aumento da glicose e aumento moderado do cortisol e proteína total, embora não haja efeitos significativos nos níveis de T3 e T4 ou na concentração de lipídios séricos. O efeito do antagonista de GHS-R não é completamente adverso aos efeitos da grelina. Devem ser feitos outros estudos moleculares para se identificar os efeitos fisiológicos do peptídeo antagonista do GHS-R. Arq Bras Endocrinol Metab. 2014;58(3):288-91

Receptor da grelina; GHS-R; liberação de GH; peptídeo regulador; infusão periférica


Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Rua Botucatu, 572 - conjunto 83, 04023-062 São Paulo, SP, Tel./Fax: (011) 5575-0311 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abem-editoria@endocrino.org.br