Eficácia da adição de vildagliptina ao tratamento de pacientes diabéticos não responsivos à combinação de metformina e uma sulfonilureia

OBJETIVO: Avaliar a eficácia da adição de vildagliptina ao tratamento de pacientes com diabetes melito tipo 2 (DM2) inadequadamente controlados com a terapia de combinação com metformina e sulfonilureia. SUJEITOS E MÉTODOS: 37 pacientes com DM2 e HbA1c variando entre 7,7% e 12,4% (média, 9,30 ± 1,38), apesar do uso de metformina associada a uma sulfonilureia, foram adicionalmente tratados com vildagliptina (100 mg/dia) durante, pelo menos, 6 meses. RESULTADOS: Durante a terapia oral tripla TOT), níveis de HbA1c < 7% foram alcançados em 11 pacientes (27,9%), enquanto a glicemia de jejum (GJ) < 120 mg/dL foi observada em 12 pacientes (32,4.1%). Ambos os resultados foram descritos em 10 pacientes (27,0%). Em comparação com indivíduos não responsivos, os pacientes responsivos tinham níveis basais mais baixos de HbA1c e GJ, mas a diferença foi estatisticamente significativa somente para glicemia de jejum. Além disso, houve grande sobre-posição entre os dois grupos. CONSLUSÃO: Nossos resultados preliminares sugerem que a TOT com metformina, uma sulfonilureia e vildagliptina pode ser útil para alguns pacientes com DM2 não responsivos à combinação com metformina e uma sulfonilureia.

Metformina; sulfonilureia; vildagliptina; terapia oral tripla


Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Rua Botucatu, 572 - conjunto 83, 04023-062 São Paulo, SP, Tel./Fax: (011) 5575-0311 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abem-editoria@endocrino.org.br