Associação entre carga glicêmica da dieta, índice glicêmico e consumo de cereais refinados e função reduzida das células-β em migrantes japoneses com pré-diabetes

Daniela Saes Sartorelli Laércio Joel Franco Renata Damião Suely Gimeno Marly Augusto Cardoso Sandra Roberta Gouvea Ferreira Sobre os autores

OBJETIVO: Investigar a associação entre o consumo de carboidratos e função das células-β (HOMA-β) em nipo-brasileiros portadores de tolerância à glicose diminuída (TGD). MÉTODOS: O consumo alimentar habitual foi avaliado por meio do questionário quantitativo de frequência alimentar previamente validado em estudo transversal conduzido em 2000. A associação entre dieta e HOMA-β foi verificada em 270 indivíduos portadores de TGD em modelos de regressão logística ajustados. RESULTADOS: A média (DP) de idade foi 58 (11) anos e do HOMA-β foi 65 (47). A carga glicêmica foi inversamente associada ao HOMA-β, β1 -0.140 (95%CI = -1.044; -0.078), p = 0,023. Associação inversa com o consumo de cereais refinados também foi observada: -0.186 (95%CI = -0.4862; -0.058), p = 0,012. Após ajuste pelo índice de massa corpórea, foi verificada a associação inversa entre índice glicêmico e HOMA-β: -0.1246 (95%CI = -2.2482, -0.0257), p < 0,001. CONCLUSÕES: Os dados indicam que a carga glicêmica da dieta, o índice glicêmico e o consumo de cereais refinados estão associados a uma função reduzida das células-β e que a qualidade dos carboidratos da dieta habitual pode ser relevante na manutenção da função de células-β entre indivíduos portadores de TGD.

Carboidratos na dieta; índice glicêmico; estado pré-diabético; emigrantes e imigrantes


Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Rua Botucatu, 572 - conjunto 83, 04023-062 São Paulo, SP, Tel./Fax: (011) 5575-0311 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abem-editoria@endocrino.org.br