Prevalência de obesidade e risco cardiovascular em pacientes com HIV/AIDS em Porto Alegre, Brasil

Andrea Francis Kroll Eduardo Sprinz Suzete Carbonell Leal Maria da Graça Labrêa Sérgio Setúbal Sobre os autores

OBJETIVO: Conhecer a prevalência de sobrepeso, obesidade e risco cardiovascular em nossos pacientes ambulatoriais com HIV/AIDS de acordo com o sexo, tratamento antirretroviral e outras variáveis. SUJEITOS E MÉTODOS: Os pacientes foram submetidos à avaliação antropométrica. O índice de massa corporal e a medida da circunferência da cintura foram utilizados para classificar o estado nutricional e o risco cardiovascular. RESULTADOS: A maior parte dos 345 pacientes (58,8%) era do sexo masculino. A obesidade foi detectada em 8,3% deles; 34,2% tinham sobrepeso e 5,2%, desnutrição. Quase a metade (51,3%) apresentou algum risco cardiovascular, com risco elevado em 24,6% e muito elevado em 26,7%. CONCLUSÕES: O sobrepeso e a obesidade têm elevada prevalência. As mulheres são mais frequentemente obesas (OR = 3,53; IC 95%, 1,47 < OR < 8,69) e seu risco cardiovascular é frequentemente mais alto (OR = 6,97; IC 95%, 4,16 < OR < 11,76). A prevalência de obesidade e de risco cardiovascular não se alterou conforme o tratamento antirretroviral ou outras variáveis.

Sobrepeso; obesidade; índice de massa corporal; HIV; síndrome da imunodeficiência adquirida


Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Rua Botucatu, 572 - conjunto 83, 04023-062 São Paulo, SP, Tel./Fax: (011) 5575-0311 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: abem-editoria@endocrino.org.br